Ataque de Israel a escola da ONU mata nove pessoas em Gaza Trata-se do terceiro ataque israelense a uma escola da ONU em dez dias





REDAÇÃO ÉPOCA COM AGÊNCIAS
03/08/2014 12h44



Palestino carrega uma das vítimas do ataque israelense a uma escola da ONU na cidade de Rafah na Faixa de Gaza. Foi o terceiro ataque a uma escola da ONU em 10 dias (Foto: EFE/EPA/STRINGER)


Pelo menos nove pessoas morreram e dezenas ficaram feridas depois de um projétil israelense detonar na frente de uma escola da ONU na cidade de Rafah, no sul da Faixa de Gaza. A escola servia de abrigo para cerca de 3 mil pessoas desabrigadas pelo conflito.
O ataque aconteceu às 10:50 (hora local), quando muitas das crianças brincavam próximo ao portão da escola, e compravam doces vendidos por moradores locais.

>>Mais uma escola bombardeada em Gaza, e ao menos 19 mortos

Segundo testemunhas, o míssil foi disparado por um dos drones israelenses que sobrevoa Rafah. A escola se transformara em um centro para refugiados desde o início da operação Margem Protetor. Os mortos, segundo o Guardian, incluem dois garotos de 10 e 13 anos, moradores da vizinhança, que vendiam biscoitos na porta do colégio.

Esse foi o terceiro ataque israelense a escolas da ONU em dez dias. Durante a atual ofensiva militar, projéteis do Exército israelense atingiram em pelo menos outras cinco ocasiões diferentes complexos da ONU, causando várias vítimas. No começo da semana, tanques israelense bombardearam um escola na cidade de Jabaliya. O secretário geral da ONU, Ban Ki-Monn condenou o ataque, que matou 16 pessoas.

RC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo