Oito cães são envenenados no interior de SP; moradores organizam passeata



PUBLICIDADE

Desde o começo do mês ao menos oito cachorros morreram envenenados em Águas de São Pedro, a 184 km de São Paulo.
Uma das vítimas foi a vira-lata Nina que morreu no dia 2 de janeiro após ingerir uma salsicha com chumbinho. A dona, que não quis se identificar com medo de que seu outro cachorro também fosse envenenado, contou que caminhava em uma praça no centro quando Nina teria engolido algo.
"Eu achei que fosse uma fruta, fiquei de olho para vê se ela não iria engasgar. Na volta para casa, depois de uns 10 minutos, ela começou a passar mal, com parada respiratória e a língua ficou roxa", contou a dona, que é fotógrafa.
Nina foi levada ao veterinário por volta das 11h e morreu às 17h do dia 2 de janeiro. Uma colega da dona foi até a praça e recolheu o produto que a cadela teria ingerido. Eles levaram a salsicha envenenada ao veterinário, que tomou um susto com a quantidade de chumbinho no alimento. "Ele disse que daria para matar um adulto", contou a fotógrafa.

Cães são envenenados em Águas de São Pedro

 Ver em tamanho maior »
Arquivo Pessoal
AnteriorPróxima
A vira-lata Nina morreu depois de ingerir um pedaço de salsicha com chumbinho no dia 2 de janeiro
A dona de Nina registrou boletim de ocorrência contra maus tratos de animais na delegacia civil do município. Caso o culpado seja encontrado ele poderá pegar de três meses a dois anos de detenção, além de pagar multa. O alimento envenenado foi encaminhado à Vigilância Sanitária.
A Associação de Proteção aos Animais de Águas de São Pedro registrou boletim de ocorrência de outros seis animais envenenados. O dono de um vira-lata chamado Dentinho também entrou em contato com a polícia depois que seu cachorro ingeriu veneno.
A dona de Nina acredita que o número de cachorros envenenados no município pode ser maior, já que muitos donos não registraram boletins de ocorrência e não levaram a público o caso. "Eu já ouvi história de gente jogando veneno no quintal das pessoas para calar os cães, e agora estão colocando veneno nas praças para matar os animais de rua. As pessoas não podem se calar isso precisa ser denunciado", contou indignada.
A fotógrafa criou uma página no Facebook para mobilizar as pessoas contra o uso ilegal de chumbinho e os maus tratos a animais.
De acordo com a associação, no começo do ano passado o município já teve problemas com o grande número de gatos nas ruas, mas receberam apoio da prefeitura para castrar os animais. A reportagem tentou entrar em contato com a Prefeitura Municipal de Águas de São Pedro, mas não conseguiu retorno até às 12h15.
Os moradores vão organizar uma passeata no dia 19 de janeiro, às 14h, no centro, para conscientizar a população de que maus tratos a animais é crime previsto em lei. Denúncias anônimas podem ser feitas no número 0800 61 8080 ou no 181 do disque denúncia.

by Folha de São paulo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo