“Artista” pretende assassinar animais a marteladas no Centro Pompidou, em Paris


Por Rafaela Pietra (da Redação)

Foto: Divulgação
Seguindo os passos de alguns  ”artistas” que se utilizam da crueldade sem limites como forma de expressão de uma falsa arte, o francês Adel Abdessemed pretende assassinar animais a marteladas em um palco. O local escolhido seria o Centro Pompidou, um complexo que abriga museu, biblioteca, teatros e outros equipamentos culturais em Paris e que promove, atualmente, uma exposição retrospetiva de Adel Abdessemed intitulada Je suis inocente, ou Sou Inocente.
A exposição deverá terminar hoje, 7 de janeiro, quando ele pretende levar a cabo a mencionada ação.
A ideia do “artista” é trazer uma vaca, um bezerro, um cavalo, um porco, uma cabra e uma ovelha para um dos museus mais conhecidos de Paris e matá-los a marteladas ao som de heavy metal.
Os defensores de animais já exortam as autoridades da França para impedir o massacre dos animais que o “artista” pretende realizar. Mas está não é a primeira vez que Adel propõe demonstrar crueldade como arte.
Segundo o jornal Voz da Rússia, há alguns anos, sua exposição em São Francisco foi fechada, após protestos e ameaças em massa. Muita gente qualifica suas “obras” como duvidosas sob o ponto de vista artístico e os defensores de animais criticam Abdessemed pela crueldade.
Como um centro de cultura de educação abre suas portas para este tipo de ignorância?
Reunidos, ativistas parisienses já disponibilizam uma petição online para impedir a barbárie.
Ajude. Assine aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo