Bomba da II Guerra é desativada com sucesso em estação de Berlim



Berlim, 3 abr (EFE).- Peritos conseguiram desativar nesta quarta-feira sem maiores problemas uma bomba de aviação russa de tempos da Segunda Guerra Mundial de cerca de 100 quilogramas descoberta ontem à noite junto à estação central de Berlim.
Segundo um porta-voz da polícia, os analistas conseguiram desmontar o detonador da bomba manualmente, por isso já não será necessário extrair a bomba para detoná-la de forma controlada fora da cidade ou, no pior dos casos, fazê-la explodir onde foi encontrada, as outras duas opções consideradas.
"A desativação correu como esperávamos", explicou Jürgen Thiele, chefe de artífices do Escritório Federal de Investigação Criminal (LKA).
A neutralização de forma manual, que os especialistas conseguiram fazer em 38 minutos, foi possível porque o fio da bomba ainda estava intacto, precisou.
A descoberta da bomba levou ao isolamento da região em um raio de 400 metros em torno da estação, a um quilômetro do ministério de Relações Exteriores e do Bundestag (Câmara dos Deputados), e interromper o tráfego ferroviário, assim como a circulação de veículos e o trânsito fluvial e inclusive as aterrissagens no aeroporto de Tegel.
A descoberta de bombas da Segunda Guerra Mundial continua sendo relativamente frequente na Alemanha e especialmente em Berlim, que foi intensamente bombardeada pelos aliados na batalha e que, pelas características de seu solo, ainda tem muitos artefatos enterrados que não chegaram a explodir.
A bomba encontrada teria provocado, caso explodisse, uma cratera de até três metros de profundidade, além de graves danos em janelas, encanamentos e na fiação da área, detalhou um especialista do LKA. EFE
egw-jpm/tr

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo