segunda-feira, 28 de janeiro de 2013

Prefeitos reagem à tragédia de Santa Maria. Em Manaus, Arthur Virgílio já mandou fechar boates.

Por todo o País, gestores de grandes capitais anunciam medidas para evitar que o desastre da boate Kiss se repita em outros lugares. Anunciada por prefeitos como ACM Neto, de Salvador, Fernando Haddad, de São Paulo, e Arthur Virgílio, de Manaus, entre outros, a promessa de mais fiscalização já deu resultado na capital amazonense, onde duas boates com falhas de segurança e sem documentação foram interditadas nesta segunda-feira.

- Os 250 estabelecimentos de Brasília lacrados pela Agefis em 2012, 40% continuam a funcionar atualmente por meio de liminar judicial, mesmo sem ter condições de segurança de receber público; depois da tragédia que abalou o país nesse domingo e deixou mais de 230 jovens mortos no Rio Grande do Sul, governador Agnelo Queiroz determinou a intensificação da fiscalização; operações vão ser reforçadas já a partir deste fim de semana

* Clipping www.brasil247.com.br
Fonte: políbio Braga

Nenhum comentário:

DST pouco conhecida preocupa especialistas

A 'Mycoplasma genitalium' (MG), bactéria causadora de doença sexualmente transmissível, já tem mostrado resistência aos antibióti...