A RBS, poderia igualmente demitir este anormal. Desta forma, eu nao entenderia como dois pesos e duas medidas. Demetir o chargista, não foi um ato consciente, mas interesseiro. Aqui, a RBS permitiu á afronta, desrepeito e ofensa á TODO o povo gaúcho. Esta baixaria imoral, está quase fazendo aniversário. by Deise





Provocaram? Agora aguentem




16 de março de 201244
    O gaúcho Everton Spolaor, agora residente em Florianópolis, colocou no seu blog, intitulado sombrasdarealidade, uma lista de motivos que levam os catarinenses a fazer piadas com os gaúchos. Eis: "Há pouco mais de quatro anos resolvi deixar as querências do Rio Grande e me aventurar por Santa Catarina. Barbaridade, tchê! Mas que belezura de lugar. Santa Catarina caracteriza-se, dentre outras coisas, por suas belas praias e por seu povo hospitaleiro e trabalhador. Os catarinas são uma gente muito boa, mas têm umas manias mais esquisitas que pelinho em sovaco de mulher. Por exemplo, eles fazem um bife cheio de alho em uma grelha e chamam isso de churrasco. Tsc! Tsc! Tsc! Quanta ingenuidade.
Pois bem, minha gente, se você também foi morar em outro Estado, e se subitamente um sujeito que você mal conhece resolve vir com uma piada de gaúcho, achando que é mais engraçado que gorda botando a calça, a primeira coisa que o gaudério precisa entender é que o macanudo metido a palhaço só está fazendo isso por um dos motivos abaixo:
1) Ele anda meio abichornado, querendo ser amigo do gaúcho, e teve a "brilhante" idéia de fazer uma piadinha pra quebrar o gelo;
2) A namorada dele fugiu com um gaúcho, e agora quando ele vê um gaúcho fica mais louco que galinha agarrada pelo rabo;
3) O amigo dele faz piadas de gaúcho, obviamente por algum dos motivos citados acima, e como ele gosta de agradar o amiguinho (sabe-se lá porque...), começa a imitar tudo o que ele faz ou diz;
4) O macanudo levou uns esporros da esposa, ou do patrão, anda mais nervoso que anão em comício, e por isso resolveu descontar a raiva no gaúcho.
5) A pobre criatura insólita tem uma notável carência de auto-estima, e como não desenvolveu em seu cérebro de taturana a capacidade de evoluir mentalmente, prefere tentar diminuir ou ridicularizar as outras pessoas na vã esperança de sentir-se melhor.
 Placar: 1 a zero para o gaúcho

Comentários (44)

  • LUIZ ANTONIO MENEGOTTO diz:16 de março de 2012
    Cara,vou te dar uma dica,vc ainda vai ficar rico e me agradecer.
    Faça uma placa,pode ser de papelão;com os seguintes dizeres: preciso de 1 real para voltar para o rgs.
    Pegue a placa e fique no calçadão da rua felipe schmidt,no terminal,onde vc quiser.
    Em questão de segundos vc já vai começar a receber dinheiro dos transceuntes,todos querendo ajudar a sua nobre causa.
    O teu gol foi contra;hehehehehehehehehe.
  • Fernando diz:16 de março de 2012
    Esse gaúcho é mais fresco que tainha na tarrafa!
    TCHÊÊÊ!
  • Mané diz:16 de março de 2012
    TEM DUAS COISAS Q GOSTO DO RIO GRANDE
    A PRIMEIRA SÂO AS TAINHAS QUE SOBEM NO INVERNO
    SEGUNDO AS GALEGAS QUE SOBEM NO VERÂO...
    :)
  • Nativo da ilha diz:16 de março de 2012
    Sou nativo da ilha e nao gosto de gaucho por N motivos o pricipal é que adoram se aparecer chamar atenção de todos com os seus "trêsjeitos" e comparar os catarinenses com eles.. queridos desistão gaucho nunca vai ser comparado aos catarinas primeiro pela humildade e simplicidade.. só não vem pra cá tirar com a nossa cara aviso vão se dar mal!! e para rebater a crítica do pavão gaucho ou diria Bambi gaucho fasso uma pergunta porque gaucho é igual a tainha???? por que nasce la e vem dar aqui!!! coisa linda catarina 1 x gaucho 1.. não gostou volta pra tua terra!! uiiiiii catarina 2 x gaucho 1
  • tuta diz:16 de março de 2012
    Cacau,
    Esse Gaucho tá enganado, ~aqui em Floripa só existe uma piada de gaucho, o resto é tudo verdade.
  • berne bless diz:16 de março de 2012
    Além de burro é um tanto sem graça...
    Tem gaúcho melhor do que este.
    Brizola, Janis Joplin, Ringo Star, Steve Mc Queen e Getúlio Vargas e Paulo Roberto Falcão entre outros...
    Gaúcho não fica no Rio Grande porque a convivência é difícil.
    Então eles vão para outros estados contar piada sem graça...
  • maneca diz:16 de março de 2012
    O gaúcho.
    Pilhérias de gaúcho não é só catarina que faz, mas todo brasileiro.
    Particularmente, penso que 70% desse hábito nacional é motivado pela demasiada arrogância e vaidade - fundadas num inegável histórico de lutas e de personagens de destaque - que volta e meia , aflora como expressão de uma psicose coletiva inconsciente.
    Nenhum povo , sejam romanos, gregos, ingleses, franceses e outros tantos, com seus enumeráveis feitos e seus grandes exibem tal conformação de caráter exclusivamente regional.
    Quero crer, tratar-se de um transtorno mental que se sobressai e obscurece as suas infinitas e inquestionáveis qualidades demonstradas à saciedades em todas as atividades humanas as quais se dedicam, em especial , na política e nas artes em geral.
    Mas também, o reparo desse distúrbio pode exacerbar ainda mais o orgulho, e depois, os brasileiros vão perder a razão de suas chacotas.
  • Rodrigo diz:16 de março de 2012
    Catarina trabalhador até concordo, mas ao chegar numa certa ilha só se ve gente preguiçosa e bairrista. Não trabalham e estão sempre atravancando quem quer trabalhar e fazer a cidade crescer. Esses manés da ilha não merecem a cidade que tem. Ex: quero ver achar repartição pública funcionando antes das 12 horas.
  • Osvaldo Peixoto diz:16 de março de 2012
    Será que esse gaúcho sabe porque somos chamados de Barriga Verde ????
  • Edenir diz:16 de março de 2012
    Conhecem aquela: todo gaúcho vem uma vez na vida a Santa Catarina. Conhecem? É nova. Depois eu termino.
  • Wall diz:16 de março de 2012
    Olhó-lhó-lhó... Exi besta vem inticá co'a genti ! Tás tolo das idéia, é ? Vexti a tua bombacha, aquela circo que só cabe um paiaço e vatembora, vai. O fica quietinho ai, ô istepô !
  • elvis-floripa diz:16 de março de 2012
    Gaucho gosta tanto de Santa Catarina que até o presidente da Federação Gaucha de Futebol, Francisco Noveletto Neto, é catarinense....!!!!
  • Highsecret diz:17 de março de 2012
    No DF, Goiás e Oeste da Bahia piada de Gaúcho rola solto!
    A explicação por essas bandas é que o Gaúcho fala muito. Tem muito Gaúcho papudo mas são bem vindos e mais engraçado, aqui eles gostam das brincadeiras e acabam se dando bem. O Goiano é tão danado na politicagem que muitos Gaúchos estão até se rendendo a cultura deles !
    Muitos chegam com papo mesmo, valentões igual um novato que atirou em um cachorro no meio da rua em uma cidade de Goiás só porque o animal invadiu o quintal atraído pelo cheiro de churrasco. Não sabendo o bonzão que a casa do outro lado da rua era morada oficial do juiz.
    O juiz, que estava na porta de casa olhando o movimento do domingo, chamou a policia que foi recebida pelo dobro de Gaúchos armados...daí veio o quartel e o Gaúcho gritou que na casa dela só com ordem judicial e foi bem aí que o Meritíssimo se dirigiu rapidamente para formalizar o procedimento!
    O Tchê ficou arrasado pela desfeita e o assunto tomou conta das esquinas....muito engraçado mas é uma prova de que onde eles chegam procuram sim implantar sua cultura. O goiano e o mineiro gostam de pequi (uma fruta do cerrado, muito rica em vitamina A e sabor marcante) mas o Gaúcho chega odiando e dizendo que tem que cortar tudo....talvez esse seja o problema mas isso é compreensivo por ser algo comum de todo emigrante. Eles querem levar consigo muito mais do que a cultura e por isso, como exemplo, é comum ver pessoas que vieram do oriente médio destruindo uma natureza exuberante para plantar palmeiras do deserto...
    Para finalizar, uma recente é do Gaúcho que conversava com o amigo depois do exame do toque retal...Barbaridade TCHÊ foi tão rápido que não deu nem tempo de gozar!
  • Dan diz:17 de março de 2012
    devagar ai com esses gauchos
    os patroes do CACAU são gauchos
    kkkkkk...ai... ai... só ele pra aguentar.
  • Juliana diz:17 de março de 2012
    Bem feito gaúcho,agora aguenta a manezada e não manezada.
  • Ernani Ávila Jr. ( Juninho) diz:17 de março de 2012
    É justamente deste tipo de gaucho que a turma não gosta, veio porque quis, se não gostou é só voltar e todos ficaram felizes
  • kakatarina diz:17 de março de 2012
    Dar ibope pra esses metidos a Argentino é dose.... Voto pra prefeito no candidato que prometer que vai mandar a gauchada de volta pro paraíso... Floripa era boa no tempo que gaúcho vinha pras férias e voltava pra casa... Isso aqui tá uma porto alegre com praia... E chega de dar crédito pra eles... Quer dizer então que o esquisito é por um bife com alho na brasa? E tomar chimarrão numa praia com 35 graus??? A um espelho pra esses bombachudos...
  • luiz antonio rufino diz:17 de março de 2012
    nao gosto de gaucho , sou manezinho nato , e acho que nos os catarineneses e principalmente os nascidos em florianopolis , nao podem dar ibope para este tipo de gente , pois sao preconceituosos e autoritarios .
  • Alvaro diz:17 de março de 2012
    Joinville, Blumenau, Chapecó, Lages, Criciúma, Biguaçú, todos amam Sta Catarina, mas concordam que Florianópolis deveria ir toda para a ilha e fundar um novo estado, assim o convívio seria mais fácil. O que eles querem dizer com isso?
  • Henrique diz:17 de março de 2012
    A questão é simples: há turistas e turistas. Aqueles que chegam aqui todos anos reclamando da falta de estrutura, dos produtos do supermercado, tomando água quente sob 35ºC, enaltecendo uma cultura que nem é sua são uns idiotas. Estes idiotas é que não gostamos. Agora os demais gaúchos que respeitam o local, se adaptam a cultura e não tentam impor a sua cultura forjada do Uruguai e Argentina, não ficam gritando, se achando os melhotres, são muito bem recebidos e queridos. Tenho vários amigos e parentes gaúchos. Os que não moram aqui me fazem felizes quando vem nos visitar. E vou com o maior prazer para o Rio Grande do Sul, mas não fico me achando o tal, o gostosão como certos gaúchos idiotas como este que escreveu isso num blog.
  • José Carlos diz:17 de março de 2012
    Everton Spolaor é natural de Içara/SC. Não tem nada de gaúcho. Fez tudo isso por pura brincadeira e provocação e a rapaziada fisgou direitinho!!!
  • cesar diz:18 de março de 2012
    No RS só tem boi e fazendeiro, já dizia um escritor gaúcho, porem o fazendeiro fica por la.
    Deveriam ficar felizes, pois com a mâo de obra primaria que possuem conseguem empregos por aqui, enquanto exportamos mão de obra especializada para la.
  • Jucélio Euzébio de Campos diz:18 de março de 2012
    Mófaz pomba na balaia gaúcho. vai pro mato vê se urubu ti pinica, o istepô, hihihi.
    Sério, em todos os lugares, existem pessoas boas e outras ruins, ás gozações fazem parte do nosso cotidiano. Principalmente aquele que pergunta por que o gaúcho completa 18 anos e vem para Floripa ? Vem conhecer o pai.......... abraços
  • Deise Brandão Mariani diz:18 de março de 2012
    Caro Jornalista Cacau Menezes
    É maravilhoso, num domingo de manha ler coisas verdadeiras em blog de pessoas inteligentes.
    No proximo post rebatarei um a um dos 23 comentarios que colocaram no teu Post.
    No meu blog. Pois tenho educação e respeito Casas alheias. Mesmo virtuais. E esta educação é gaucha. Rigida. E faz todo o diferencial. a sujeira, lavo na minha casa.
    Pior do que provocar e ter que aguentar, é nao conseguir manter a lingua dentro da boca e bancar a Ofélia.
    Isso é demodê. E um richa completamente imbecil vomitada pela boca de idiotas completos. Que apenas fazem piadas em cima de si mesmos, porem de concreto nada tem a ver com a personalidade e carater da maioria dos gauchos.
    Nem a a historia do seu proprio estado conhecem.
    E é bem isso, virou hereditario a bronca de gaucho.
    Ficam como papagaios, repetindo o que ouvem.
    Mas se olhares os comentarios, nao consegues estrair, se juntarmos todos, um unico motivo real para detestarem gauchos.Isso se chama inveja... e das grandes. Olho grande matar passarinho. e olho grande nao entra na china. e so serve pra criar remela.
    Já o inverso, é fundamentado com fatos.
    Nao com achismos e sentimentos horrorosos que demonstram toda a inveja e xenofobia dos catarinenses, em cima do povo gaucho.Xenofobia que desaparece a cada tragedia no Estado e vao correndo pedir ajuda aos "boiolas, aos metidos, aos bem sucedidos".
    Um excelente final de domingo a ti, e um maravilhoso inicio de semana.
    Já para quem perdeu a excelente chance de ficar de boca fechada, desejo uma semana cinza, cheia de problemas criados dentro dos proprios orgaos catarinenses, pelo governo escolhido e que por castigo, passem a semana tendo que lidar com gauchos por todos os lados.
    Ah... e uma boa diarreia é essencial. Quem sabe com uma bem grande, consigam assim como o camarão esvaziarem o monte de porcaria que se deposita e contamina seus cérebros.
    Namastê
  • Deise Mariani diz:18 de março de 2012
    Extrair. nao estrair. Erro de digitação. Thanks.
  • Leo Leão diz:18 de março de 2012
    Cacau também é censura... viva a liberdade de censura...Quem não censura, não trabalha!!! quem tem, tem medo!!
  • Leo Leão diz:18 de março de 2012
    Cara Deise,
    A gauchada também tem bronca dos catarinas e tbm fazem piadas da nossa gente.
  • Adriana diz:18 de março de 2012
    Dona Deise, além de "estrair', a senhora também se equivocou na digitação de "richa" (rixa), além da falta de vários acentos da língua portuguesa.
    Namastê!
  • Edenir Silva diz:18 de março de 2012
    Em nome da paz, acalmei-vos, gaúchos e catarinenas. No fim das contas, todos nos gostamos. A rivalidade é apenas da boca pra fora. Se nos juntarmos, todos que fizemos piadas ou críticas neste post, podemos comer primeiro um churrasco de primeira, uma costela só com sal grosso e fincada no chão, ao lado do braseiro feito no chão. Noutra ocasião, façamos uma tainha em folha de bananeira. Nas duas ocasiões, vamos contar piadas de gaúchos, catarinenses, pelotentes, lagunenses, campinenses e cada um cantar o hino do seu clube. Porque é isso que faz o Brasil. Abraço chinchado ou super apertado. Assinado: gaudério istepô.
  • Alexandre diz:18 de março de 2012
    Prezado Cacau Menezes:
    Essa mocinha, a Deise, deve ter batido forte a cabecinha em algum lugar bem duro. Ao contrário do que apregoa, não consegue “manter a língua dentro da boca” e muito menos deixar de “bancar a Ofélia”, senão vejamos.
    Após cantar loas à rígida educação gaúcha, ela caracteriza os barriga-verdes como ignorantes ao generalizar e dizer que “nem a história do seu próprio estado conhecem”.
    Generaliza novamente ao dizer que os catarinenses têm hereditária “bronca de gaúcho” e são xenófobos. Demonstrou, assim, que tem bronca de catarinenses (resta saber se é hereditária), além de não ter conseguido disfarçar sua invertida xenofobia. Ao falar em hereditariedade, ofende ainda nossas antigas gerações.
    Depois, vem com a história maluca de que a cada tragédia ocorrida por aqui os catarinenses “vão correndo pedir ajuda aos “boiolas, aos metidos, aos bem sucedidos”. De onde a mocinha tirou tão amalucada tese???!!!
    Sem se dar conta, escancara o motivo pelo qual muitos catarinenses – e não catarinenses – têm “bronca de gaúcho”. Segundo ela, morremos de inveja dos gaúchos. Não existe “bronca de gaúcho” propriamente dita, mas sim bronca de prepotência, de sentimento de superioridade e de desprezo às nossas coisas. Mas a maioria dos gaúchos que conheço não carregam consigo essas “qualidades”, ao contrário da Deise, que nos enxerga como invejosos. Gaúchos que pensam como ela nos incomodam, sim, e também envergonham seus conterrâneos.
    Para fechar com chave de ouro, a mocinha rogou praga aos catarinenses (cabeças de camarão, segundo ela), desejando-lhes diarreia e uma semana cinza e cheia de problemas. Paradoxalmente, desejou ainda que, “por castigo, passem a semana tendo que lidar com gaúchos por todos os lados”. Que alma abençoada! Que espírito elevado! Que criatura fascinante!
    Se for para passar a semana inteira com gaúchos bacanas, humildes, bem sucedidos ou não, boiolas ou não, porém diferentes da missivista Deise, tudo bem. Mas tudo bem mesmo!
    Mas se for pra viver perto de pessoas como a Deise, se for para ficar rodeado de gente babaca, amargurada, preconceituosa e infeliz, aí a praga começa a ganhar força... Troco fácil por uma caganeira.
    Acho que quem perdeu a chance de ficar com a boca fechada foi esta infeliz mocinha (prefiro acreditar que ela é muito jovem e inexperiente, pois do contrário o “status” dela ficará ainda pior).
    Falta-lhe um pai ou uma mãe para dizer que existem sim muitos gaúchos babacas, dentro e fora do Rio Grande do Sul; que existem muitos catarinenses da mesma estirpe, assim como paulistas, cariocas, alagoanos e quiçá marcianos...
    Enfim, falta alguém dizer a ela que existe muitas pessoas bacanas em todos esses lugares. Quem sabe um dia a Deise se torna uma delas.
    Não posso deixar de registrar a indisfarçável intenção da mocinha de pegar carona no sucesso deste blog, tanto que ela pede aos leitores, subliminarmente, que acessem seu próprio blog. Quer ter luz própria? Então não vem sugar a energia da CELESC, ô!
    Nãovaimastê, Deise!
    Valeu,
    Alexandre.
    Em tempo: Acho que sou mesmo um cabeça de camarão. Não acredito que dediquei tantas linhas a esta pobre mocinha.
  • Movimento ilha limpa diz:18 de março de 2012
    Deise Brandão Mariani... Não são os catarinenses que não gostam de vcs... Mas sim todo o Brasil!!!!
  • Alexandre diz:18 de março de 2012
    Em tempo: Falha nossa. Onde escrevi "existe muitas pessoas", leia-se "existem". Só me falta alguém "estrair" esse erro pra criar mais "richa".
  • Carlos A diz:19 de março de 2012
    Xará, o Gaúcho esqueceu que o tempo passa! Já vão longe as décadas de peleadas, de contratos de fio de bigode, de bons e exemplares políticos... Por brigas internas, tínhamos mesmo, uma cultura diversificada do resto do Bananal. Hoje, nossa administração pública é tão corrupta e ineficiente quanto aos Brasis! Nosso pensar é saudosista, mas nossa população cresceu tanto, que houve - nordestinação - de muitas cidades: PoA, Caxias, Pelotas, Canoas, SMaria, NHamburgo e SLeopoldo, não cresceram... incharam... E aí, sob a batuta do Plim Plim e do Sertanejo Universitário, tudo fica homegêneo: GELEIA GERAL! PS: acredito sim, há muito - gaucho babaca - todavia ..., ... assistam aos telejornais!!!
  • Carlos Cojeka diz:19 de março de 2012
    Eu tenho pena é do Uruguai, que fica entre a Argentina e o RGS.
  • Saulo diz:19 de março de 2012
    Falar o que para um povo que ainda tenta viver tarafeando, não tem identidade nenhuma, muito menos com o futebol, pois tem dois times que há muito tempo tentam ser alguma coisa. Trocaram metade da ilha por uma porção de geladeiras, pensam que são cariocaixxss, e quando falam, exxxvaziam pela boca.
    Mas, burros mesmo são os gaúchos, que vem para cá no verão serem explorados, afinal aqui se explora o turista. Se ficarem uma temporada sem vir para cá, a chiadeira vai ser grande, metade da ilha morre de fome, hoteleiros vão surtar e donos de restaurente vão dizer que a vida é cruel.
    Mal sabem os nativos, que ainda acham que a ilha é somente deles, que já perderam ela faz tempo. Meus respeitos as pessoas de bem, mas meu amigo "Mané" esta "Cê Perdeu".
  • t. José diz:19 de março de 2012
    Que gente diferente são os Gaúchos , estranho como estão sempre botando defeito em nos, vem eles de um estado decadente, na verdade fogem , mas não aprenderam nada com a experiência própria , não suportam mais viver La, por causa da criminalidade total e tudo de ruim que se posa ver e vem pra querendo trazer com sigo uma maneira de viver falida. Gaúchos! Ainda tem tempo aprendam conosco e vivam com simplicidade e bom senso falem menos pra começar. Lembrando pra quem não sabe que a uns 30 anos quando Catarinenses migravam Para o RS eram mau tratados e humilhados e naquele tempo La chamar alguém de Catarina era a maior das ofensas passível de reações agressivas, como as coisas mudam só eles que não se enxergam.
  • Giancarlo Martelli diz:19 de março de 2012
    Dei uma olhada no blog da \"moça\" e realmente é um caso para uma junta médica. Ela se diz respeitadora das \"casas alheias\" mas ataca tudo e a todos. Se diz \"letrada\", corrige erros de ortografia, mas escreve lage ao invés de laje. Digo isso sem entrar no mérito da acentuação. Define todos os catarinenses como vagabundos e preguiçosos. Ela realmente não conhece nem o próprio estado natal. Nos toma como xenófobos e o que escreve no seu blog é o mais puro xenofobismo. Cheio de contradições. Isto é desespero de quem assiste à decadência de uma cidade como Porto Alegre, que por sinal já perdeu para Curitiba o posto de maior cidade do sul. Além disso, está muito mal informada sobre os pedidos de esmola, segundo ela, aos riograndenses quando tragédias naturais acontecem. Se catástrofes por ventura assolarem nossos queridos vizinhos ajudaremos também. Não se preocupe cara Deise. Ninguém é autosuficiente. Para uma mulher com um nível avançado de amadurecimento, conforme nos mostra a foto no seu perfil, algumas das suas afirmações caberiam perfeitamente em uma discussão de colegiais. Porém conseguiste que alguns curiosos como eu visitassem o seu blog. Realmente acho que você tem alguns sintomas de esquizofrenia e de carência afetiva. Humildade faz bem para a alma e cultiva amizades verdadeiras. Pessoas arrogantes geralmente acabam sozinhas e dementes. Respeito acima de tudo. O resto é como palavras ao vento
  • Deise brandao Mariani diz:20 de março de 2012
    Caro Cacau
    Nao pensei que expor meu pensamento renderia tanto. E causasse tanto frisson. Eu passei a ser o foco da discussão? Se eu soubesse disso nem teria lido, porque sabia que me incomodaria.
    E o que dá, lidar com pessoas que nao conseguem e jamais conseguirão, COLOCAR PRINCIPIOS ACIMA DE PERSONALIDADES. Neste post nem vou me dar o trabalho de me esticar demais. Respeito teu trabalho e tua casa. Mas ofensas pessoais não vou aceitar “Jamé”. Quanto à minha saúde mental, que vai muito bem obrigada, prefiro discutir com meu terapeuta. A palavra esquizofrenia foi tirado de meu próprio perfil. Onde me defino como uma "esquizofrênica sadia". Porem acredite, minha loucura é controlada. E isso me torna livre, independente, e nada, mas nada carente mesmo. Nao tenho amarras alguma. E jamais precisei da preocupação de alguém com meu "final". Eu sou a capitã de meu destino desde sempre. E assim morrerei. Afirmo sempre: morrerei com meus dentes naturais (nao suporto a ideia de um dia usar dentadura, pois me recuso a ser reconhecida como mais uma do País dos desdentados como já tivemos o rotulo. E principalmente com minha sanidade mental. Por isso me trato. Cuido da minha cabeça. E nao tomo remédio). De qualquer forma, se meu blog fosse tudo isso e eu todo o mais, eu nao teria num blog que tenho por lazer (meus proventos vem de minha empresa de reformas de casas) eu nao teria cerca de 200 acessos dia...O que esta pra la de bom para quemnao ganha nada com isso financeiramente. Apenas meu espaço, onde posso dizer o que penso e que recentemente entraram com uma tutela tentando tirar do ar. E cujo sábio juiz de florianopolis negou. Eu nao estaria beirando os 40 mil acessos, e tampouco promotores acatariam as denuncias que faço. Como a recente das MAFIA DO DETRAN, CUJO TRABALHO VOLUNTARIO E GRATUITO estou prestando aos florianopolitanos. Embora toda a mídia saiba do assunto há um ano. E eu nem moro ai.
    Não ouvi um muito obrigado. Nem de quem visitou o blog por “curiosidade”. Deve ter mesmo muita gente igual a mim. Esquizofrênicos iguais. Ou por outro lado, são hienas. Como os que nao gostam de mim, mas vem na minha casa virtual, sorrateiros como ratos para deixar resposta SOBRE MIM em blogs alheios. Isso mostra o carater de cada um. O meu caráter diz e mostra quem sou. Minhas atitudes vai depender das ações das pessoas em relação a mim. Com mais de 50 mil fotos, onde registrei minha vida inteira desde meus 15 anos, se eu parecer alguma coisa do que já foi dito... Bem cada um vê a coisa como quer. Sou responsável pelo que digo. Nao pela forma como os outros entendem. E a proposito, percebo pelas postagens que muitos falam em respeito. Temos noções bem diferentes do que significa a palavra RESPEITO. Quem deseja respeito jamais exige. Não precisa. FAZ POR MERECER. E os comentários anteriores aos meus, abriram as portas para as respostas que levaram. Com certeza, na sua forma de pensar isso é impossível de ser compreendido. Toda vez que baterem em gaúchos e eu ver, vão levar de volta. Nao quer Tomar? Nao defequem pela boca. Além de nao entrar mosca ainda poderão quem sabe, fazer parte da festa no céu, sem serem descobertos. Ao contrario do estupido do jacaré. Que por não ficar na dele e se achar, ele sim esperto e “sissi”, levou um pontapé da festa e se esborrachou no chão. Mas com certeza poucos deve conhecer a historia. Deve ter sido entupido de presentes inúteis durante a vida. Meu pai me dava somente livros. Em qualquer data comemorativa. E eu o amo por isso.
    Quantos livros as pessoas que se manifestaram leram na vida? Portanto, não posso esperar nada de superior ou diferente. Logo, recolho-me a minha insignificancia. E para encerrar, me tenho por uma pessoa de sucesso. Porque estou exatamente onde desejo estar, fazendo o que adoro fazer e tendo perto de mim quem desejo que esteja. O resto, depois é so o resto. Afinal, não jamais conseguirei fazer surdo ouvir, mudo falar e burro desempacatar e entender.Sobre este assunto encerro aqui. Tenho coisas bem mais interessantes para fazer. E no teu proprio blog, para ler. Namastê Cacau. Para ti.
  • Alexandre diz:20 de março de 2012
    Pobre Deise!
    Fala em bocas defecadoras com conhecimento de causa, provavelmente porque já se acostumou com seu próprio hálito... Fala em “princípios”, mas parece desconhecer completamente o significado do vocábulo. Diz ter sido regalada com muitos livros. Imagino que ela: não os leu; ou não os entendeu; ou nada de bom absorveu. Também é possível que somente tenha lido porcarias. Gramática, ao que tudo indica, nunca deve ter consultado.
    Suas palavras são o chicote do próprio traseiro. Exala arrogância e prepotência típicas daqueles que, gaúchos ou não, tornam-se indesejados; age exatamente como as pessoas que critica. Nunca vi tanta contradição numa só pessoa.
    Acho que passar a usar remédios se apresenta como boa alternativa. Mas nada, nada mesmo, lhe será útil que um belo espelho.
  • Hiena Catarina diz:21 de março de 2012
    Deise
    Muito obrigado por você existir. Eu estava cego e você me fez enxergar. Eu estava perdido e você me mostrou o caminho. Sua humildade e inteligência infinita me fez sentir melhor. Agora eu sei de toda a verdade. Ele existe. Você é Deus. Nasceste em um lugar onde não há miséria. Onde as pessoas são honestas sem exceção. Onde todos são seres divinos e superiores. Onde ninguém é analfabeto. Onde ninguém precisa abandonar as raízes para ter um trabalho. Onde não existem analfabetos. Onde o Detran e todos os orgãos públicos funcionam perfeitamente. Onde todos lêem livros desde a infância e não escrevem errado. Onde há políticos sérios e comprometidos com o povo. Onde todo o mundo quer estar e ninguém quer sair. Onde não há cegos e nem surdos ignorantes.Tudo graças a você Deise. Que Deise a abençoe. Fica na paz e com Deise. Obrigado.
  • Movimento ilha limpa diz:22 de março de 2012
    Deise... Dê um presente a Floripa no seu aniversário voltando pro Rio Grande do Sul... Esse é o maior presente que um gaúcho pode dar a essa terra de DEUS!!!!
  • Everton Spolaor diz:26 de março de 2012
    Olá, pessoal.
    Sou o Everton Spolaor, AUTOR DO REFERIDO TEXTO, ou melhor, DO TEXTO REAL, pois o texto publicado aqui foi MODIFICADO pelo autor deste blog!
    Amigos, o texto original contém somente ELOGIOS ao povo catarinense.
    Infelizmente o autor deste blog cortou partes do meu texto original e o modificou para causar polêmica ou por algum outro motivo que somente ele mesmo deve saber.
    Vejam, em algumas ocasiões eu vi um ou outro gaúcho ficar irritado com certas piadas. Assim, eu escrevi o texto justamente para mostrar que na maioria das vezes tudo não passa de uma brincadeira para quebrar o gelo, e que não há motivos para ficarem brigando como cachorro disputando osso.
    É um simples texto, uma brincadeira que alguém resolveu MANIPULAR, MODIFICAR e publicar aqui como se fosse uma ofensa, quando em verdade é o oposto.
    Sempre elogiei o povo catarinense, onde tenho grandes amigos. É lamentável ter meu nome publicado neste blog com o teor alterado. Calúnia pura, mentira e insensatez.
    Se houvesse um pingo de bom senso aqui, já teriam removido esta abjeta publicação.
    Peço desculpas se causei algum desentendimento, mas em verdade a culpa é de quem MODIFICOU meu texto.
    Mantenho meu website há vários anos, e lá vocês podem encontrar DEZENAS DE ELOGIOS ao povo catarinense. Jamais falei mal de Santa Catarina e de seu povo,, mesmo porque não tenho motivos para isso. É lamentável saber que na RBS existe esse tipo de coisa. Alterar textos alheios! Que tosco! Total falta de profissionalismo. Enviarei emails à redação da RBS criticando este tipo de atitude.
    A propósito, eu adoraria morar em Florianópolis. Mas NÃO MORO e NUNCA MOREI nesta bela cidade, ao contrário do que o Cacau afirmou.
  • Sandra diz:
    14 de abril de 2012
    O querido NATIVO DA ILHA! Primeiramente você aprenda a escrever corretamente e depois quem sabe vc pode falar mal dos Gaúchos!!! Se não sabe escrever corretamente não escreve nada o IGNORANTE!!






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo