Ou Dilma faz o tema de casa, ou a casa vai cair. #piadapronta


(Compartirlhado de aluizioamorim.blogspot.com)


Que piada! O FT descobre o país da piada pronta e se esbalda de tanto rir. Agora sim o riso de Dilma está globalizado. A insistência da presidente em querer falar, sem fundamento algum, sobre como “superamos a crise” e de como o Brasil “é um exemplo para a Europa em crise” teve uma resposta bem a altura, uma piada, uma galhofa, um texto que faz rir. O conto natalino do FT que compara Dilma com a Rena do Nariz Vermelho e Guido a um Elfo seria um texto muito engraçado para os Brasileiros se não fossemos o motivo da piada, o “butt of the joke” do jocoso texto do jornal britânico. O menos engraçado de tudo isso é que eles estão cobertos de razão. Fazer intervencionismo econômico indiscriminado, esquecer de fazer o tema de casa com a infraestrutura, a energia, os impostos e a (des)burocratização atrapalha o desenvolvimento econômico brasileiro e faz o time de Dilma parecer muito com algum episódio trágico dos Trapalhões. É bom lembrar ao nosso genial time econômico que não existe contexto favorável que resista a tanta falta de competência, falta de norte econômico, falta de um projeto de desenvolvimento que seja sério, objetivo e resultado de uma ampla coalizão nacional. Miséria, fome e o abismo social que existe no Brasil não se combate com discursos e populismo sem limites. O Brasil precisa fazer o que é simples, reforçar sua infra estrutura, reduzir impostos, simplificar a burocracia, dar ênfase a governança das empresas de capital aberto, intervir menos e ser mais claro quanto as regras de mercado; sem conchavos e sem beneficiar grupos econômicos ligados ao governo e aos negócios da União Federal. Mas isto não está no projeto de poder do PT, que vê somente seu umbigo ideológico e esquece da população, da economia, despreza problemas reais como o da saúde, educação e segurança. Ou Dilma faz o tema de casa, ou a casa vai cair. Detalhe, desta vez não tem como expulsar os jornalistas estrangeiros que identificaram a piada pronta, eles já estão fora do país. Segue a reportagem publicada no Estadão sobre o conto de Natal do FT com Dilma de Rena.
Dilma tem nariz vermelho e Mantega é elfo em conto de Natal de blog do ‘FT’

No conto, o Papai Noel avisa que a equipe do trenó será a mesma do ano passado, com exceção do representante da América Latina, que será Peña Nieto, presidente do México
LONDRES – A presidente Dilma Rousseff e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, são personagens centrais do conto de fim de ano de um dos blogs do jornal britânico Financial Times. No texto do “beyondbrics” – especializado em mercados emergentes -, a presidente brasileira é uma rena chamada de “Roussolph” e Mantega é chamado de “Guido, o Elfo”.
O conto começa com o Papai Noel avisando a todos que a equipe do trenó será a mesma do ano passado, com exceção do representante da América Latina. “Será Peña Nieto (presidente do México), que assume o lugar de Roussolph.”
Ao ouvir a troca, Roussolph, indignada, questiona Papai Noel. “Você não pode me largar. E o meu maravilhoso nariz vermelho brilhante?”, pergunta. Papai Noel argumenta que esse mesmo nariz vermelho é o problema, pois crianças não confiam em socialistas. Roussolph questiona, então, a presença do líder chinês Xi Jinping, que é comunista. “Mas ele diz todas as coisas certas”, retruca Papai Noel.
Roussolph volta a argumentar. “Mas lembre-se dos meus chifres. Eles são os sextos maiores do mundo”, diz, ao ser interrompida por David “Camerolph” – referência ao primeiro-ministro inglês Cameron. “Não são mais. É terrivelmente triste, mas esse posto é nosso”, responde “Camerolph”.
Nesse momento, entra “Guido, o Elfo”. “Ótima notícia. No próximo ano, os seus chifres vão crescer um metro”, anuncia o ajudante de Roussolph. “Mas como você sabe?”, questiona a chefe. “Eu fiz um cálculo completo. Tenho a previsão de todos os outros elfos e multipliquei por dois”, diz. Já resignada, Roussolph diz que Guido é mais persistente que um investidor de títulos argentinos e pergunta: “Por que eu não demito você?”. “Porque a The Economist disse isso a você?”, responde Guido.
Triste com a situação, Roussolph se pergunta “onde deu tudo errado?”. “O que aconteceu com o brilhante ‘B’ dos mercados emergentes, rico em recursos, amado pelos investidores e que finalmente está superando a corrupção?”
Papai Noel interrompe e pergunta: “Você quer dizer a Bir…?”.
Roussolph se irrita: “Não. Não quero dizer a Birmânia. E a Birmânia vai sediar a Copa do Mundo?”.
Autor: Fernando Nakagawa, correspondente de O Estado de S. Paulo
by auizioamorim.blogspot.com)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo