Acampada na Zona Sul, torcida holandesa faz festa rumo a Itaquera

23/06/2014 10h32 - Atualizado em 23/06/2014 12h46

Acampamento foi montado perto da Represa de Guarapiranga. 

Eles usam transporte público para chegar à Arena Corinthians.

Ana Carolina MorenoDo G1 São Paulo









A hora do rush na Linha 9 - Esmeralda, da CPTM, foi colorida de laranja na manhã desta segunda-feira (23) por um grupo de cerca de 700 holandeses que saíram de um acampamento na Represa Guarapiranga, na Zona Sul, rumo à Arena Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste (assista ao vídeo acima).
(O G1 acompanha em tempo real o clima de Copa em São Paulo nesta segunda-feira)
Os holandeses madrugaram para iniciar o longo trajeto, e às 7h15 a maioria já estava nas ruas. Os programadores Tim e Rob, de 28 anos, se atrasaram e pediram uma carona para a reportagem para alcançar o grupo. "Meu celular estava sem bateria e então não tinha alarme. Mas ele também foi preguiçoso", justificou Tim.
Eles percorreram o caminho até a Estação Autódromo da CPTM a pé durante quase uma hora e meia e depois levaram cerca de uma hora para chegar à Estação Pinheiros.
 
Holandeses caminharam pelas ruas da Zona Sul (Foto: Ana Carolina Moreno/ G1)Holandeses caminharam pelas ruas da Zona Sul
(Foto: Ana Carolina Moreno/ G1)
Lá, a baldeação para a Linha 4- Amarela, do Metrô, foi movimentada, mas sem percalços. Por coincidência, um grupo de músicos brasileiros que decidiram se vestir de laranja e ir ao jogo torcer para a Holanda topou com as centenas de holandeses "legítimos". O resultado foi um animado samba dentro do trem laranja. "Achamos legal, e o técnico do Chile falou muito mal do Brasil", disse Rodrigo Abud, um dos responsáveis pelo batuque.

Por volta das 10h, o grupo fez a baldeação na Estação Luz da CPTM cantando músicas em homenagem ao Brasil e viraram atração turística para os brasileiros que iam para o trabalho.
O empresário Jan, de 52, era o dono da fanfasia mais caprichada entre os holandeses . Vestido de Frau Antje, personagem que estampa uma famosa marca de queijos na Holanda, ele tinha vestido, máscara e peruca. Essa é a segunda Copa em que ele se veste assim. "Mas já estou pensando em outra", disse.

Atmosfera laranja
Holandeses fazem festa em estação da CPTM (Foto: Ana Carolina Moreno/ G1)Holandeses fazem festa em estação da CPTM (Foto: Ana Carolina Moreno/ G1)
As amigas Roxy Gouwswaard, de 22 anos, Demi van der Togt, 20, e Marleen Ruitenbeeh, 20, estudam marketing esportivo em Amsterdã e vieram para a Copa em um grupo de 20 alunos organizado pelos professores. "Queríamos sentir a atmosfera laranja", explicou ela sobre a escolha de ficar no acampamento.
Empresária gostou do contato com o samba (Foto: Ana Carolina Moreno/ G1)Empresária gostou do contato com o samba
(Foto: Ana Carolina Moreno/ G1)
Apesar de longe do resto das atrações, os holandeses preferiram um espaço seguro, à beira da represa e calmo como "quartel-general" em São Paulo. Muitos passaram apenas a noite de domingo (22) lá, quando o acampamento atingiu o maior número de membros e organizou uma grande festa madrugada adentro.

A engenheira Aida Jansma esteve lá depois de uma viagem ao Rio e Paraty. Ao lado do marido Jan no trem da CPTM, ela explicou que sua empresa organizou a viagem para cerca de 100 funcionários. Ela já esteve na Copa da Alemanha nesse mesmo esquema, mas não conseguiu dias livres para ir à Copa da África do Sul em 2010. O mundial na Alemanha de 2006 é incomparável com o do Brasil, diz ela. "Lá era tudo muito organizado, aqui temos a experiência do samba e o clima."
 
Torcedores coloriram de laranja plataformas da CPTM (Foto: Ana Carolina Moreno/ G1)Torcedores coloriram de laranja plataformas da CPTM (Foto: Ana Carolina Moreno/ G1)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo