Com Dilma e sem alvará, Universal inaugura megatemplo

Cerca de 10.000 pessoas foram ao evento no Templo de Salomão. Fornecimento de energia foi interrompido três vezes antes do início da cerimônia

Mariana Zylberkan
Edir Macedo inaugura Templo de Salomão da Igreja Universal no Brás, região central de São Paulo
Edir Macedo inaugura Templo de Salomão da Igreja Universal no Brás, região central de São Paulo - Dário Oliveira/Código19/Folhapress
Atualizado às 12h20*
Obra milionária do bispo Edir Macedo, o Templo de Salomão foi inaugurado na noite desta quinta-feira em São Paulo com a presença de diversas autoridades de todo o país, entre elas a presidente Dilma Rousseff. O megaempreendimento foi construído de forma irregular, com alvará de reforma expedido pela prefeitura de São Paulo em 2008. A obra, orçada em 685 milhões de reais, é a maior construção religiosa do país. Com 74.000 metros quadrados de área construída, é três vezes maior que o Santuário Nacional de Aparecida, no interior de São Paulo.
Edir Macedo, fundador da Igreja Universal, acompanhou a cerimônia de inauguração ao lado da presidente Dilma. O vice-presidente Michel Temer, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad e o ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, também participaram da cerimônia. Governadores do Distrito Federal, Mato Grosso do Sul, Paraná, Bahia, Goiás, Rio Grande do Norte, Acre, Roraima, Pará, Rio Grande do Sul, Alagoas e Rio de Janeiro também compareceram.
Diante de 10.000 pessoas, a lotação máxima da igreja, Macedo pregou e pediu paz em Jerusalém. Durante a cerimônia, a Arca da Aliança – réplica da relíquia sagrada que guardava a tábua com os dez mandamentos segundo a tradição – cruzou o tapete vermelho e foi recebida no templo, marcando o ponto alto do evento.
No breu – Antes do início da cerimônia, houve sucessivas falhas no fornecimento de energia. A fachada, com um imponente sistema de iluminação, ficou às escuras três vezes. Até a presidente Dilma sofreu com a falta de luz e teve que subir a pé três andares que separam a garagem da área especial destinada a autoridades. 
No entorno do templo, dezenas de jovens fiéis, uniformizados com camisetas brancas estampadas com o símbolo da nova igreja, impediam que curiosos se aproximassem. A maioria integra o grupo Força Jovem Universal. Os jovens ficaram enfileirados também na calçada oposta à entrada do templo, na Avenida Celso Garcia, no Brás, bairro na região central de São Paulo. 
Alvará –  A cerimônia de abertura do templo foi realizada graças a um alvará de evento emitido pela prefeitura de São Paulo no dia 19 deste mês. As outras licenças que o prédio da Igreja Universal do Reino de Deus deveria ter para funcionar, como as aprovações do projeto de reforma e o relatório do impacto de vizinhança, continuam sob análise na Secretaria Municipal de Licenciamentos. O megatempo funcionará, pelo menos provisoriamente, sem o atestado do Corpo de Bombeiros que garante o cumprimento das normas de segurança no local.
* Ao contrário do que foi publicado nesta quinta-feira, o ministro do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski não compareceu ao evento. De acordo com sua assessoria, ele foi convidado, mas não pôde comparecer pois esteve durante toda a quinta-feira analisando pedidos de medidas liminares na presidência do STF. O nome do ministro foi informado durante a leitura das autoridades presentes à cerimônia.


 by Veja

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo