sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Processos contra PT, PMDB, PP e, provavelmente, PSDB exigem que Brasil promova Mudança Política já

sexta-feira, 12 de agosto de 2016



Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net

Terça-feira, 23 de agosto, poderá entrar para a História como o Dia do Desgosto para a politicagem tupiniquim. Os ministros do Superior Tribunal Eleitoral decidirão quem serão os relatores das investigações sobre irregularidades financeiras cometidas pelo PT, PP e PMDB nas prestações de contas eleitorais. Se documentos da Operação Lava Jato também pegarem o PSDB, o que parece próximo de se tornar público -, ficará ululante que o Brasil precisa passar imediatamente por uma profunda reforma político partidária.

A corregedora do TSE, ministra Maria Thereza, chamou a atenção, por escrito, para a "completa distorção no sistema da democracia representativa”. Sobre as provas de corrupção contra os partidos políticos, a ministra não poupou palavras: “Notícias de fatos como estes causam indignação e a apuração é fundamental, não só para a aplicação das sanções devidas, mas também para que o país vá virando suas páginas na escala civilizatória”.

Maria Thereza ponderou: “Uma vez comprovadas tais condutas, estaríamos diante da prática de crimes visando a conquista do poder e/ou sua manutenção, nada muito diferente, portanto, dos períodos bárbaros em que crimes também eram praticados para se atingir o poder”. E acrescentou: “Mais do que desequilibradores de qualquer disputa, são atentatórios a inúmeros princípios, não só constitucionais, mas também aqueles mais básicos que se espera devam nortear a convivência humana em sociedade”.

Não basta tirar Dilma Rousseff da Presidência da República e continuar com o mesmo sistema eleitoral corrupto que colocará novos bandidos no poder - legitimados pelos votos de cidadãos incautos ou tão canalhas quanto os eleitos. Passou da hora de a sociedade brasileira debater e exigir algumas medidas básicas: 1) Fim do voto obrigatório; 2) Adoção do voto Distrital e Distrital misto; 3) "Recall" para tirar do poder, depressa, o político que atentar contra a lei e a ordem pública; 4) Fim do foro privilegiado parra julgamento de crimes cometidos por políticos; 5) Eleição eletrônica com impressão de voto para auditoria completa ou parcial por fiscais eleitorais; 6) Candidaturas livres e independentes dos "cartórios" partidários. 7) Redução no número de vereadores, deputados e senadores; 8) Diminuição da máquina dos parlamentos, junto com a redução da remuneração dos políticos.

A crise política brasileira só tem solução se tais medidas forem adotadas imediatamente. Por isso, é imprescindível uma inédita Intervenção Cívica Constitucional. A Constituição de 1988, com mais de 80 emendas, dá margem a qualquer interpretação que seja conveniente aos poderosos de plantão. Na letra fria da lei, finge que parece a cidadania. Na prática cruel da aplicação legal, falam mais alto o rigor seletivo e a injustiça.

Mudança Política é para "hontem"! O problema é que os políticos não querem essas mudanças essenciais. Só a pressão popular intensa conseguirá exigir que a política seja passada a limpo no Brasil. Enquanto isto não acontecer, a politicagem continuará coordenando o desgoverno do crime organizado - gerenciado de fora para dentro para manter o País artificialmente como mera colônia de exploração, na miséria e subdesenvolvimento.

Enquanto a pressão popular por mudança não aumenta, o interino Michel Temer, prometeu a um seletp grupo de empresários que não será candidato à reeleição e dará prioridade ao ajuste fiscal para garantir a retomada do crescimento da economia brasileira. Foram testemunhas oculares e auriculares da promessa de Temer: Carlos Alberto Sicupira (Ambev/Inbev), Carlos Jereissati (Grupo Jereissati), Edson de Godoy Bueno (Grupo Amil), Josué Gomes da Silva (Coteminas), Jorge Gerdau Johannpeter (Grupo Gerdau), Luiz Carlos Trabuco (Bradesco), Pedro Moreira Salles (Itaú Unibanco) e Pedro Passos (Natura). Temer só faltou jurar a eles que sua prioridade é a "reforma fiscal" e redução de gastos...

A aprovação da PEC 241 (que limita os gastos da União) é crucial para o futuro de Michel Temer. Se a redução da gastança não passar, e ocorrer na prática, o investimento direto estrangeiro não dará o amplo ar de sua graça por aqui, apesar dos juros altos para garantirem a remuneração dos rentistas. Haverá apenas a compra, a preço de banana, de algumas empresas estratéticas sobretudo no setor energético, e nada mais.

Se o desempenho econômico ficar ruim como está ou piorar, Michel Temer terá sua saída acelerada. Como em um passe de mágica, no País do Rigor Judiciário Seletivo, aquele processo que condena a chapa reeleitoral de 2014 andará na velocidade da luz para lhe tirar da Presidência da República. Por isso fica maior, a cada vacilada econômica, o risco de termos eleições indiretas, em 2017, para a escolha de um novo Presidente tampão até 2018.

Aos 75 anos de idade, Temer sabe que tem prazo de validade curtíssimo para acertar na Presidência, logo que a "réa" Dilma for finalmente detonada. Se ele errar e não mudar, vai dançar...

Quem vai aparecer?


A maior dúvida do Congresso Nacional é:

Haverá presença massiça de deputados para votar pela cassação de Eduardo Cunha na sessão marcada para dia 12 de setembro?

Vale lembrar que a data cai em uma segunda-feira - dia que suas excelências não costumam bater ponto na Câmara...

Apelação geral

Do Mago da fotografia Carlos Ebert, no Facebook:

"PT estuda apelar para a Fada do Dente, Papai Noel e o Coelhinho da Páscoa contra o impeachment de Dilma".

Cuidado, Dilma. De Presidenta para detenta basta mais alguns processos com rigor seletivo para pegá-la como "boda expiatória"...

Lula incomparável



Tecnologia Musical


No País da submúsica, o pragmatismo da Rio 2016 já conseguiu reduzir o tamanho do nosso hino nacional - atrapalhando quem tenta acompanhar e cantar. O Brasil aceita tudo...

Intervenção Militar na Olimpíada


Até agora, três dos 140 atletas militares do Brasil ganharam uma medalha de ouro, outra de prata e outra de bronze.

Enquanto isso, os militares continuam cumprindo o papel de caçar bandidos de facções criminosas e terroristas amadores durante a Rio 2016.

Versão atualizada da juris-imprudência suprema


Haja saúde


Colabore com o Alerta Total

Os leitores, amigos e admiradores que quiserem colaborar financeiramente com o Alerta Total poderão fazê-lo de várias formas, com qualquer quantia, e com uma periodicidade compatível com suas possibilidades.

Nos botões do lado direito deste site, temos as seguintes opções:

I) Depósito em Conta Corrente no Banco do Brasil.
Agência 4209-9, C/C: 9042-5, em favor de Jorge Serrão.

II) Depósito em Conta Poupança da Caixa Econômica Federal ou em agências lotéricas: 2995 013 00008261-7, em favor de Jorge Serrão.

OBS) Valores até R$ 9.999,00 não precisam identificar quem faz o depósito; R$ 10 mil ou mais, sim.

III) Depósito no sistema PagSeguro, da UOL, utilizando-se diferentes formas (débito automático ou cartão de crédito).

IV) Depósito no sistema PayPal, para doações feitas no Brasil ou no exterior.

Vida que segue... Ave atque Vale! Fiquem com Deus. Nekan Adonai!


O Alerta Total tem a missão de praticar um Jornalismo Independente, analítico e provocador de novos valores humanos, pela análise política e estratégica, com conhecimento criativo, informação fidedigna e verdade objetiva. Jorge Serrão é Jornalista, Radialista, Publicitário e Professor. Editor-chefe do blog Alerta Total: www.alertatotal.net. Especialista em Política, Economia, Administração Pública e Assuntos Estratégicos. 

A transcrição ou copia dos textos publicados neste blog é livre. Em nome da ética democrática, solicitamos que a origem e a data original da publicação sejam identificadas. Nada custa um aviso sobre a livre publicação, para nosso simples conhecimento.

Nenhum comentário:

DST pouco conhecida preocupa especialistas

A 'Mycoplasma genitalium' (MG), bactéria causadora de doença sexualmente transmissível, já tem mostrado resistência aos antibióti...