Lula: O Educado



Em comício em Belo Horizonte, onde o PT atingiu o maior nível de baixarias da história da campanha, Lula disse que Aécio não tinha educação de berço, atingido sua mãe e sua avó. Confira fatos que mostram quem afinal não tem qualquer traço de educação.posted on Oct. 21, 2014, at 6:33 p.m.


1. Pelotas é exportadora de “veados”



Em conversa nos bastidores de uma gravação, Lula diz que o município de Pelotas, no Rio Grande do Sul, é uma cidade polo: “exportadora de veados”. Não é um poço de educação este rapaz?

2. Adversários são “babacas desconectados da realidade”.

Adversários são “babacas desconectados da realidade”.

Na primeira reunião ministerial de 2010, Lula, indignado com a oposição que realizava seu papel de se contrapor ao governo, Lula chamou o falecido presidente nacional do partido, deputado Sergio Guerra de “babaca” e “desconectado da realidade”. Como se vê, educação é tudo para Lula.

3. Baixarias no comício de Belo Horizonte.

Baixarias no comício de Belo Horizonte.

Completamente alucinado em comício realizado em Belo Horizonte, Lula proferiu a maior sequência de xingamentos e baixarias já registrada na história recente das eleições no Brasil. Acusou Aécio de agredir mulheres e chamou-o de filhinho de papai. No mesmo comício, Aécio foi xingado de cafajeste, playboy mimado e ser desprezível. E o PT ainda tem a coragem de acusar o candidato tucano de estar praticando uma campanha agressiva. Este é o Lula, o homem que exige respeito e educação dos adversários.

4. Agride a imprensa e chama jornalistas de doentes.




Junto com a governadora Roseana Sarney, Lula ataca repórteres, chama-os de doentes, sugere tratamento e no fim, levanta a bola para Roseana tentar posar de vítima por ser mulher. Como se nota, a tática de atacar, agredir, xingar e no final posar de vítima não é nova.

5. Agride jovem: “Pra quê esporte da burguesia, porra?!”.

Um jovem morador de uma comunidade no Rio de Janeiro chamado Leandro aproveitou a visita do Presidente Lula para realizar cobranças sobre a situação do centro poliesportivo na comunidade. Primeiro que a dita quadra fica fechada. Cabral tenta negar e o jovem desmascara o governador na frente de Lula. Lula passa um sabão em Cabral dizendo que se a imprensa visse a situação ele teria um “prejuízo político enorme”. No final, Cabral, ladeado por um Lula que ri do jovem, chama Leandro de “babaca” e “otário”. É ou não é educado este Lula?

6. Lula mente sobre declaração de FHC para atacá-lo.





Lula mentiu vergonhosamente sobre uma declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para poder acusa-lo de “preconceito contra os nordestinos”. FHC se defendeu e contra-atacou, expondo o mentiroso. Você acha que Lula pediu desculpas? Está até agora quietinho, como se não devesse nenhuma explicação. Mentir não é coisa de gente sem caráter e sem nenhuma educação?

7. Lula incita o ódio e à agressão a jornalistas.

Lula incita o ódio e à agressão a jornalistas.

No último comício de que participou em São Paulo, Lula atacou diretamente jornalistas que considera “inimigos” do partido. Em discurso virulento, inflamou a militância nominalmente contra William Bonner e Míriam Leitão. Vale lembrar que Míriam, na juventude, foi militante de esquerda. Presa, acabou fisicamente torturada. Mas nada disso interessa para Lula. Fica claro que boa educação, para ele, não inclui o respeito aos adversários.

8. Lula e o estupro: brincadeirinha?

Lula e o estupro: brincadeirinha?

Em artigo publicado pela Folha de São Paulo, Cesar Benjamin, jornalista que foi coordenador das primeiras eleições presidenciais do petista relatou uma história estarrecedora. Segundo ele, durante a eleição de 1994, Lula comentou na mesa a história do “menino do MEP”. O Movimento de Emancipação do Proletariado foi uma das dezenas que surgiram para combater a ditadura e era formado basicamente por jovens de classe média. O tal “menino” estava na mesma cela para onde Luís Inácio foi levado por ter liderado as greves de São Bernardo do Campo. Segundo o próprio Lula, no relato de Benjamin, após alguns dias “seca” ele resolveu tentar “aliviar” com o tal do “menino do MEP”. E teria ficado muito surpreso com a reação violenta do menino, que resistiu e acabou conseguindo se defender. Não é um poço de educação este Lula? A propósito: até hoje Lula não processou nem desmentiu o relato de Benjamin. Ainda: o tal “menino” foi identificado e, ouvido por jornalistas, preferiu não falar nada sobre a tal história, certamente muito traumática. Lula insistiu, ao fim, que tudo não tinha passado de uma grande “brincadeira”, mal interpretada por Benjamin. Brincadeira de péssimo gosto, vamos combinar

9. O “maior ladrão da Nova República”.

O “maior ladrão da Nova República”.

Antes de se aliar a José Sarney, Lula era um de seus maiores opositores. A ponto de qualificar o então Presidente da República como “o maior ladrão da Nova República”. Como se nota, Lula só aprendeu esta história de “respeitar políticos como instituições, graças ao cargo que ocupam” somente quando chegou na Presidência. Hoje, Lula e Sarney são praticamente melhores amigos.

10. Mandando a então ministra Marina Silva enfiar o dedo no …

Mandando a então ministra Marina Silva enfiar o dedo no ...

Em audiência com a então Ministra do Meio-Ambiente, Marina Silva, Lula demonstrou toda sua boa educação e mandou bala: “Marina, essa coisa de Meio Ambiente é igual a um exame de prostata. Não dá para ficar virgem toda a vida. Uma hora eles vão ter que enfiar o dedo no ** da gente. Companheira, se é para enfiar, é melhor enfiar logo”. É de se imaginar a reação da evangélica Marina nesta hora. O relato está no livro “Viagens com o Presidente”, dos jornalistas Eduardo Scolese (na época correspondente da Folha de São Paulo em Brasília) e Leonencio Nossa (correspondente do Estadão).
by buzzfeed.com

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo