Em ato contra Dilma, manifestantes pedem intervenção militar


01 de novembro de 2014

Manifestantes se reuniram na tarde deste sábado na Avenida Paulista, região central de São Paulo, para protestar contra a reeleição de Dilma Rousseff (PT). Enquanto parte dos participantes carregava faixas defendendo o impeachment da presidente, outra parte levava cartazes com pedidos de intervenção militar no País.

Alguns homens chegaram a ser fotografados exibindo a frase "Agradeço as Forças Armadas do Brasil por nos livrarem do terror comunista em 1964" em referência ao golpe que instaurou a ditadura.

Entre o público estava o músico Lobão, conhecido por ser crítico assíduo do PT. Em suas redes sociais, ele compartilhou com os fãs alguns registros. "Fora Dilma", "Vai pra Cuba" e "Aéciooo" foram algumas das legendas de suas fotos.


De acordo com a CET, a via foi interditada no sentido Consolação e, em seguida, Paraíso. Atos semelhantes foram realizados em outras regiões do País, como em Brasília, na Esplanada dos Ministérios, e em Curitiba, na UFPR.

Protesto pede impeachment de Dilma Rousseff


Manifestantes se reuniram por volta das 14h na Avenida Paulista, em frente ao MASP, e seguiram sentido Consolação

Foto: Fernando Zamora / Futura Press

Lances da mobilização em Sao Paulo, Paraná e Brasília









Comentários

Postagens mais visitadas