sábado, 25 de fevereiro de 2017

50 perguntas que irão libertar sua mente

     Estas perguntas não têm respostas certas ou erradas.
          Muitas vezes a pergunta certa é a melhor resposta.
1. Quantos anos você teria se você não soubesse quantos anos você tem?
2. O que é pior, falhar ou nunca tentar?
3. Se a vida é tão curta, por que fazemos tantas coisas que não gostamos e gostamos de tantas coisas que não fazemos?
4. Quando tudo já está dito e feito, será que você disse mais do que fez?
5. Qual é a coisa que você mais gostaria de fazer para mudar o mundo?
6. Se a felicidade fosse a moeda nacional, que tipo de trabalho o tornaria rico?
7. Você está fazendo o que você acredita, ou você se contenta com o que está fazendo?
8. Se a expectativa de vida humana média fosse de 40 anos, você viveria sua vida de forma diferente?
9. Até que ponto você realmente controlou o curso da sua vida?
10. Você está mais preocupado em fazer as coisas direito ou está fazendo as coisas certas?
11. Você está almoçando com três pessoas que respeita e admira. Todos começam a criticar um amigo íntimo seu não sabendo que é seu amigo. A crítica é de mau gosto e injustificada. O que você faz?
12. Se você pudesse oferecer a um recém-nascido só um conselho, qual seria?
13. Será que você quebraria a lei para salvar uma pessoa amada?
14. Você já viu insanidade onde depois viu criatividade?
15. Pense em algo que você sabe  e que você faria diferente da maioria das pessoas?
16. Como podem as coisas que fazem você feliz não fazerem todos felizes?
17. Qual a coisa que você não fez e que você realmente quer fazer?  O que está prendendo você?
18. Você está se apegando a algo que precisa deixar de ir?
19. Se você tivesse que se mudar para um estado ou país além do que você vive no momento, para onde você iria e por quê?
20. Você aperta o botão do elevador mais de uma vez? Você realmente acredita que isso fará o elevador chegar mais rápido?
21. Você prefere ser um gênio preocupado ou uma pessoa simples e alegre?
22. Por que você está onde está?
23. Você é o tipo de amigo que quer como amigo?
24. O que é pior, quando um bom amigo se afasta, ou perder o contato com um bom amigo que mora bem perto de você?
25. Qual a coisa pela qual você é mais agradecido na vida?
26. Você prefere perder todas suas velhas memórias ou nunca ser capaz de fazer novas amizades?
27. Será que é possível saber a verdade sem desafiá-la primeiro?
28. Alguma vez o seu maior medo se tornou realidade?
29. Você se lembra daquela vez cinco anos atrás, quando você estava extremamente chateado? Será que aquilo realmente importa agora?
30. Qual é a sua memória mais feliz infância? O que a torna tão especial?
31. Em que momento no últimos tempos você se sentiu mais apaixonado e vivo?
32. Se não for agora, então quando?
33. Caso você não tenha conseguido ainda, o que você tem a perder?
34. Alguma vez você já esteve com alguém , não disse nada, mas depois que se afastou sentiu que tinha tido a melhor conversa da sua vida?
35. Por que as religiões que apoiam o amor causam tantas guerras?
36. É possível saber, sem sombra de dúvida, o que é bom e o que é mau?
37. Se você ganhar um milhão de dólares, você sairá do seu trabalho atual?
38. Você prefere ter menos trabalho para fazer, ou mais trabalho que você realmente gosta de fazer?
39. Você sente como se você tivesse vivido o dia de hoje cem vezes antes?
40. Quando foi a última vez que você seguiu um caminho apenas com o brilho suave de uma ideia em que você acreditava fortemente?
41. Se você soubesse que todos que você conhece morreriam amanhã, quem você visitaria hoje?
42. Você estaria disposto a reduzir sua expectativa de vida em  10 anos para se tornar extremamente atraente ou famoso?
43. Qual é a diferença entre estar vivo e realmente viver ?
44. Quando é hora de parar de calcular riscos e recompensas, e ir em frente para conseguir o que se quer?
45. Se aprendermos com os nossos erros, por que estamos sempre com medo de cometer um erro?
46. O que você faria de forma diferente se soubesse que ninguém iria julgá-lo?
47. Quando foi a última vez que você notou o som da sua própria respiração?
48. O que você ama? Algum de suas ações recentes expressou abertamente esse amor?
49. Em 5 anos a partir de agora, você vai se lembrar o que você fez ontem? E sobre o dia antes disso? Ou no dia anterior?
50. As decisões estão sendo feitas agora. A pergunta é: Você está as tomando por si  ou você está deixando que os outros as tomem por você?
Via Marc and Angel Hack Life
Traduzido e adaptado por Josie Conti

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Câmara aprova documento único para brasileiros

Projeto vai ser enviado ao Senado e, se aprovado, ainda passará  pela sanção do   presidente Michel Temer


Por Bárbara Ferreira Santos


                  RIC: documento do Registro de Identidade Civil, que substituiu o RG

São Paulo – A Câmara dos Deputados aprovou ontem um projeto para criar o Documento de Identificação Nacional (DIN), um documento único que reuniria todos os dados dos brasileiros por meio de uma tecnologia de chip. O texto ainda vai ser enviado para o Senado e, se aprovado, passará pela sanção do presidente Michel Temer (PMDB).
O projeto de lei, que tem o número 1775/15, foi enviado ao Congresso pela União. O texto aprovado ontem, contudo, era um substituto feito pelo deputado Julio Lopes (PP-RJ).
De acordo com o projeto, o DIN iria dispensar a apresentação de outros documentos nacionais (como o RG, CPF e título de eleitor). Ele seria emitido pela Justiça Eleitoral ou por delegação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a outros órgãos, podendo inclusive substituir o título de eleitor.
O documento seria impresso pela Casa da Moeda e teria o número do CPF como base para identificação do cidadão. Já os documentos emitidos pelas entidades de classe somente seriam validados se atendessem os requisitos de biometria e de fotografia conforme o padrão utilizado no DIN. As entidades de classe teriam ainda dois anos para adequarem seus documentos aos requisitos exigidos pelo novo documento.

Identificação nacional

O projeto prevê ainda que o documento seja emitido com base na Identificação Civil Nacional (ICN), um cadastro que usaria a base de dados biométricos da Justiça Eleitoral, a base de dados do Sistema Nacional de Informações de Registro Civil (Sirc), da Central Nacional de Informações do Registro Civil (CRC – Nacional), da Justiça Eleitoral, dos institutos de identificação dos estados, do Instituto Nacional de Identificação, entre outros órgãos.
Essa nova base de dados seria armazenada e gerida pelo TSE, que teria de garantir o funcionamento simultâneo entre os sistemas eletrônicos governamentais, ou seja, uma comunicação eficiente sem problemas de compatibilidade.
O TSE garantiria à União, aos estados, ao Distrito Federal, aos municípios e ao poder legislativo o acesso à base de dados da ICN, de forma gratuita, exceto quanto às informações eleitorais. A integração da ICN ocorreria ainda com os registros biométricos das polícias Federal e Civil.
Seria proibida a comercialização, total ou parcial, da base de dados da ICN, com pena de detenção de 2 a 4 anos e multa para quem descumprir essa proibição.
Além disso, o projeto prevê a criação um comitê da ICN, composto por três representantes do Executivo federal, três representantes do TSE, um da Câmara dos Deputados, um do Senado Federal e um do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).
Se o projeto for aprovado no Senado e sancionado por Temer, o comitê teria a atribuição de recomendar os padrões técnicos da ICN e as diretrizes para administração do Fundo da Identificação Civil Nacional (FICN), que custearia o desenvolvimento e a manutenção do cadastro.
*Com informações da Agência Câmara.

Ideias geniais para casa de campo











































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































































DST pouco conhecida preocupa especialistas

A 'Mycoplasma genitalium' (MG), bactéria causadora de doença sexualmente transmissível, já tem mostrado resistência aos antibióti...