Amor na Net

Virtuais
Beijos
Eletrônicos
Digitados
Impressos
Na tela que mostra
Essas Bocas
Sem língua
Nem gosto
Sem rosto
Nem lábio
Amor
Cibernético
Que inventa
Suores
Em CORES
E gritos
Sem dores
E coitos
Sem tato
E corpos
Sem alma
Sem calma
Sem nada
Paixão
Digital
Animal
Que ri
Da razão
Fincando
 Raízes
Gerando
O ensejo
Criando o desejo
De que o beijo
Seja Lábio
E tenha vida
De que a Boca
Seja Rosto
E tenha Gosto
De que o Grito
Seja Coito
E cante um Hino
E que o Tato
Seja Corpo
E mostre a Alma...

                           

 
 

Comentários

Postagens mais visitadas