quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Americanos assinam petição pedindo a Trump para expulsar Soros dos EUA

Mais de 9.000 pessoas assinaram uma petição on-line pedindo ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que expulse o bilionário americano-húngaro George Soros dos Estados Unidos, bem como o proíba, e aos membros de sua família, de financiar e influenciar políticos americanos.

George Soros é um bilionário, bem como o fundador da organização filantrópica Open Society Foundations, que "apoia a democracia e os direitos humanos em mais de 100 países". Os opositores de Soros acusam-no de interferir nas relações internas de países estrangeiros e apoiar revoluções lá.
Além disso, Soros estará alegadamente financiando os protestos anti-Trump por todos os EUA.
"Presidente Trump, nós o povo estamos lhe pedindo para banir George Soros do nosso país. Pedimos-lhe para proibir tanto George Soros como todos os membros da sua família de fazer todo e qualquer negócio em nosso país e de contribuir para os políticos ou suas fundações a fim de influenciar e manipular os nossos políticos corruptos", disse a petição.
Os autores da petição também pediram a Trump para tornar crime fazer negócios com Soros e seus familiares, bem como aceitar dinheiro dele.
"Estamos lhe pedindo para emitir um mandado de prisão pela contratação de pessoas com intenções de provocar tumultos e protestos, ferindo nosso povo e danificando nossas propriedades… Como George Soros tornou claro que ele está trabalhando para destruir o nosso país, devem ser imediatamente introduzidas restrições contra toda a família Soros nos Estados Unidos para impedir mais traição contra o nosso país", disse a petição.

Nenhum comentário:

STF custará R$ 2 milhões por dia em 2018.

       O Supremo Tribunal Federal (STF) tem um orçamento de R$ 714,1 milhões previsto para este ano. O montante representa um custo de...