Furacão fecha Disney e outros parques de Orlando, e cancela voos no Brasil


Imagens de satélite coletadas pela NASA.
Imagens de satélite coletadas pela NASA: maior furacão da última década
Após atingir o Haiti, a República Dominicana e Cuba, no Caribe, o furacão Matthew, o mais poderoso no Oceano Atlântico em quase uma década, deve atingir o estado da Flórida, nos Estados Unidos, nas próximas horas desta quinta-feira (6). Até agora, a tempestade, que ganhou força na última madrugada, quando passava pela região das Bahamas, já deixou uma trilha de inundações, vários estabelecimentos destruídos, milhares de pessoas desabrigadas e 108 mortos, todos no Haiti.
Publicidade
O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos, prevê ventos de até 209 quilômetros por hora, alcançando o número 4 na escala de intensidade Saffir-Simpson e tempestades fortes com até 38,1 centímetros de chuva.
Infográfico do percurso do furacão Matthew. (Foto: Estadão Conteúdo)
A possível ameaça fez com que as autoridades americanas mandassem um alerta a cerca de duas milhões de pessoas da costa leste americana, pedindo que elas deixassem suas casas e procurassem um abrigo no interior do estado.
Em Orlando, os parques temáticos mudaram sua programação e horário de funcionamento. O Walt Disney Resort e o Universal Studios ficarão abertos até as 17h de hoje e permanecerão fechados nesta sexta-feira, (7). O SeaWorld e fechou às 14h desta quinta, e também não abre na sexta, assim como o Legoland Florida, a cerca de uma hora e meia de Orlando. Ainda não se sabe se os visitantes que teriam ingressos para esse dia serão ressarcidos, ou se poderão visitá-los em outro dia.
Magic Kingdom, da Disney, em Orlando: fechado na sexta-feira (Foto: divulgação)
O incidente também fez com que três voos que seguiriam de São Paulo para a Flórida fossem cancelados: dois rumo a Miami, pela American Airlines; e um da LATAM, para Orlando. De acordo com a assessoria do Aeroporto Internacional de Guarulhos, outros dois voos da LATAM estão com atrasos: o 8094 e 0 8090 – este último deve decolar somente na madrugada de sexta (7).
Em Miami e Orlando, lojas e shoppings estão fechando mais cedo, e não há mais água para comprar em vários supermercados das duas cidades.
Confira algumas medidas de segurança divulgadas pelo governo americano para quem mora ou estará na Flórida nos próximos dias:
-Fazer um estoque de alimentos não perecíveis para, no mínimo, três dias;
-Congelar água em sacos e garrafas plásticas, a fim de mantê-las geladas por mais tempo;
-Carregar todos os celulares;
-Encher o tanque de gasolina, para o caso de evacuação da cidade;
-Colocar protetores em portas e janelas;
-Não estacionar carros perto ou embaixo de árvores;
-Ter um kit de emergência com produtos de higiene, algumas peças de roupa, cobertor, medicamentos, lanterna, fósforos e rádio de pilha.
Por Laís Franklin

Comentários

Postagens mais visitadas