sábado, 3 de setembro de 2016

44° Festival de Cinema de Gramado premia vencedores neste sábado

03/09/2016 

Após oito dias de exibições, 44ª edição do evento chega ao fim.
Cerimônia de premiação será às 21h, no Palácio dos Festivais.

Rafaella FragaDo G1 RS, em Gramado
Festival de Cinema de Gramado termina neste sábado (2) (Foto: Edison Vara/Pressphoto)Festival de Cinema de Gramado termina neste sábado (3) (Foto: Edison Vara/Pressphoto)

























Após oito dias de exibições de filmes e debates sobre cinema, a 44ª edição do Festival deGramado chega ao fim neste sábado (3), na Serra do Rio Grande do Sul. No período, foram projetados na telona 50 títulos, entre curtas e longas-metragens, nacionais e estrangeiros, dentro da mostra competitiva.
Serão distribuídos diversos prêmios, entre kikitos e menções especiais. A cerimônia de premiação será às 21h, no Palácio dos Festivais.
Os troféus são divididos em três categorias: longas-metragens brasileiroslongas-metragens estrangeiros, curtas-metragens nacionais. A premiação dos curtas da mostra gaúcha ocorreu no último domingo (28). Saiba os vencedores.
Andreia Horta vive Elis Regina em filme de Hugo Prata (Foto: Divulgação)Andreia Horta vive Elis Regina em filme de Hugo
Prata (Foto: Divulgação)
Entre os longas nacionais, estão seis obras. A cinebiografia “Elis”, de Hugo Prata, abriu a mostra competitiva e foi bastante aplaudida. A obra de ficção é baseada na vida da cantora Elis Regina e protagonizada pela atriz Andreia Horta, cuja atuação foi muito elogiada e apontada como uma das favoritas ao Kikito da categoria.
O drama "O Silêncio do Céu", uma coprodução com o Uruguai e dirigido por Marco Dutra, aborda a questão da violência doméstica. Traz Carolina Dieckmann no papel de uma mulher vítima de estupro, mas que esconde do marido a agressão. O homem, vivido pelo ator argentino Leonardo Sbaraglia ("Relatos Selvagens"), no entanto, também preserva um segredo, e esse silêncio compromete a vida do casal.
Concorrem ainda a comédia “O Roubo da Taça”, de Caito Ortiz, cujo pano de fundo é o roubo da Taça Jules Rimet, em 1983, no Rio de Janeiro. “El Mate” de Bruno Kott, narra uma noite na vida de um assassino de aluguel portenho em São Paulo. A outra comédia “Tamo Junto”, de Matheus Souza, acompanha a vida de Felipe (Leandro Soares), que termina um namoro de anos e precisa reaprender a lidar com a vida de solteiro. Ele pede abrigo na casa do ex-colega Paulo Ricardo, que é vivido pelo próprio diretor.
Domingos de Oliveira e equipe apresentam filme Barata Ribeiro, 716 (Foto: Edison Vara/Pressphoto)Domingos de Oliveira e equipe apresentam filme
'Barata Ribeiro, 716' (Foto: Edison Vara/Pressphoto)
O veterano Domingos de Oliveira encerrou a mostra na corrida pelo Kikito com “Barata Ribeiro, 716”. Caio Blat vive o alterego do cineasta, em uma história sobre a intensa boêmia carioca que termina no golpe de 64. A atriz Sophie Charlotte, que também atua em "Tamo Junto", é um dos destaques do longa.
Entre os latinos, são sete longas-metragens. A Argentina aparece em quatro produções, mas há ainda representações de Bolívia, México, Venezuela, França, Cuba, Chile e Uruguai (confira a lista completa abaixo).
A 44ª edição homenageou ainda quatro personalidades. As distinções foram conferidas para Sônia Braga (Troféu Oscarito), Tony Ramos (Troféu Cidade de Gramado), Cecilia Roth (Kikito de Cristal) e José Mojica Marins (Troféu Eduardo Abelin).
Ao todo, 13 longas concorrem nas mostras nacional e latina (Foto: Edison Vara/Pressphoto )Ao todo, 13 longas concorrem nas mostras nacional e latina (Foto: Edison Vara/Pressphoto )

























- Serviço
Premiação do 44ª Festival de Cinema de Gramado
Data:
 Sábado, 3 de setembro
Onde: Palácio dos Festivais (Av. Borges de Medeiros, 2697)
Quanto: R$ 100
- Todos os filmes da mostra competitiva
Longas-metragens brasileiros

- "Barata Ribeiro, 716" (RJ), de Domingos Oliveira
- "El Mate" (SP), de Bruno Kott
- "Elis" (SP), de Hugo Prata
- "O Roubo da Taça" (SP), de Caíto Ortiz
- "O Silêncio do Céu", (SP), de Marco Dutra
- "Tamo Junto" (RJ), de Matheus Souza
Longas-metragens estrangeiros
- "Guarani" (Paraguai/Argentina), de Luis Zorraquín
- "Campaña Antiargentina" (Argentina), de Ale Parysow
- "Carga Sellada" (Bolívia, México, Venezuela e França), de Julia Vargas
- "Espejuelos Oscuros" (Cuba), de Jessica Rodrigues
- "Esteros" (Argentina/Brasil), de Papu Curotto
- "Sin Norte" (Chile), de Fernando Lavanderos
- "Las Toninhas Van al Leste" (Uruguai/Argentina), de Gonzalo Delgado e Verónica Perrotta
Curtas-metragens brasileiros
- “A Página” (SP), de Guilherme Andrade
- “Aqueles Anos em Dezembro” (SP), de Felipe Arrojo Poroger
- “Aqueles Cinco Segundos” (MG), de Felipe Saleme
- “Black Out” (PE), de Adalmir da Silva, Felipe Peres Calheiros, Francisco Mendes, Jocicleide Valdeci de Oliveira, Jocilene Valdeci de Oliveira, Martinho Mendes, Paulo Sano e Sérgio Santos
- “Deusa” (SP), de Bruna Callegari
- “Horas” (RS), de Boca Migotto
- “Ingrid” (MG), de Maick Hannder
- “Lembranças do Fim dos Tempos” (SP), de Rafael Câmara
- “Lúcida” (SP), de Fabio Rodrigo
- “Memória da Pedra” (BA), de Luciana Lemos
- “O Ex-Mágico” (PE), de Mauricio Nunes e Olimpio Costa
- “O Que Teria Acontecido ou Não Naquela Calma e Misteriosa Tarde de Domingo no Jardim Zoológico” (RJ), de Gugu Seppi e Allan Souza Lima
- “Rosinha” (DF), de Gui Campos
- “Super Oldboy” (SP), de Eliane Coster
Entrega dos troféus do Festival de Cinema de Gramado será no sábado (3) (Foto: Cleiton Thiele/Pressphoto)Entrega dos troféus do Festival de Cinema de Gramado será no sábado (3) (Foto: Cleiton Thiele/Pressphoto)

Nenhum comentário:

STF custará R$ 2 milhões por dia em 2018.

       O Supremo Tribunal Federal (STF) tem um orçamento de R$ 714,1 milhões previsto para este ano. O montante representa um custo de...