Postagens

Mostrando postagens de Novembro 2, 2014

Mais de 1.500 cidades do Nordeste estão em situação de emergência por causa da seca

Imagem
Maioria nos Estados da PB, RN e PE; esta é a pior estiagem dos últimos 50 anos  Do R7, com Jornal da Record             Sol forte já acabou com plantações e rebanhos inteiros morreramReprodução/Rede Record O Ministério da Integração Nacional reconheceu situação de emergência em 1.567 cidades do Nordeste. A maioria nos Estados da Paraíba, Rio Grande do Norte e Pernambuco. Esta é a pior estiagem dos últimos 50 anos. O sol forte já acabou com as plantações e rebanhos inteiros morreram. O gado que sobreviveu se alimenta com palma porque o pasto secou. Em Gravatá, a 100 km de Recife, a prefeitura decretou duas vezes situação de emergência em menos de um ano, como explica o secretário de defesa social de Gravatá, Alesandro Andrade. — Muitos deles até dividem com o gado a sua própria comida porque o dinheiro de fazer sua feira, diminui um pouquinho e compra ração para o gado.  Governo reconhece situação de emergência em 225 cidades de Pernambuco, Paraíba e Paraná 

Petrolão: PPS pede convocação de sócios de agência que teria intermediado propina

Imagem
O líder do PPS na Câmara, deputado federal 
Rubens Bueno (PR), protocolou nesta  terça-feira requerimento para ouvir na CPI  Mista da Petrobras os empresários Ricardo  Marcelo Vilani e Luciana Mantelmacher,  sócios da agência de publicidade  Muranno Marketing/Brasil. A empresa,  segundo depoimento do doleiro Alberto  Youssef, teria recebido, a mando do  ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva,  R$ 1 milhão para não revelar o  esquema do “petrolão”.  Além da convocação, o parlamentar pediu  também a quebra de sigilos bancário, fiscal  e telefônico da empresa.
O caso foi revelado na última sexta-feira pela revista Veja e esmiuçado com mais detalhes no sábado pelo
 jornal O Estado de S. Paulo. Segundo a reportagem, a Polícia Federal identificou dois repasses, num total
 de R$ 1,7 milhão, à agência Muranno via MO Consultoria, empresa do doleiro de Youssef. “O repasse é
 datado de 22 de dezembro de 2010. Houve ainda outros três depósitos à agência, num total de R$ 509
 mil, nos dias 12 e …

Doleiro diz que Lula ordenou pagamento a agência suspeita

Imagem
Por Ricardo Brandt e Fausto Macedo
O doleiro Alberto Youssef afirmou nos termos de sua delação premiada que o então presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva teria dado uma ordem em 2010 ao então presidente da Petrobrás, José Sergio Gabrielli, para que ele resolvesse uma pendência com uma agência de publicidade suspeita de integrar o esquema de corrupção na Petrobrás.
Foto: Tasso Marcelo/Estadão “O Lula ligou para o Gabrielli e falou que tinha que resolver essa merda”, revelou o doleiro em um dos seus vários depoimentos que vem prestando à Justiça a fim de tentar reduzir sua pena ao colaborar com as investigações da Operação Lava Jato. Youssef, que está preso sob acusação de integrar um megaesquema de lavagem de dinheiro que envolvia contratos milionários da Petrobrás, não deu detalhes sobre como ficou sabendo desse suposto telefonema.
No depoimento, Youssef afirmou que, depois da suposta ordem, Gabrielli teria acionado o então diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Rober…

Algumas charges do Escândalo "Petrolão"

Imagem

Como as leis contra a corrupção nos EUA obrigaram a direção da Petrobras a se mexer; já não basta Graça Foster fechar a cara em depoimentos previamente ensaiados; agora, a coisa ficou feia!

Imagem
A Petrobras está numa encalacrada, e a questão, agora, deixou de ser local. Não dá mais para fingir que se investigam isso e aquilo. Já não basta mais à presidente da empresa, Graça Foster, ir ao Congresso e responder a perguntas a que teve acesso previamente, transformando o que deveria ser esclarecimento em pantomima. A seriedade da coisa subiu de patamar. O busílis é o seguinte: a PricewaterhouseCoopers, auditoria responsável por avaliar os balanços da estatal, resolveu pressionar a direção da empresa a aprofundar as investigações das roubalheiras na estatal, segundo critérios das leis anticorrupção dos EUA. Ou a gigante brasileira fazia isso, ou a Price deixaria de analisar seus balanços. E que consequências isso teria? A auditoria informaria ao conselho da Petrobras a sua decisão; se, ainda assim, nada fosse feito, a Price informaria à SEC (órgão que regula o mercado de capitais nos EUA) o rompimento do contrato. Seria um golpe gigantesco na credibilidade da estatal no mercado int…

Petrobras: uma década de história em sete gráficos

Imagem
Lucro cai, investimentos aumentam e endividamento não para de crescer; veja um raio-x da estatal nos últimos dez anos Marília Carrera Presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster. Estatal envolveu-se em escândalos nos últimos anos (Marcello Casal/Agência Brasil/VEJA) A Petrobras tem sido alvo de repetidas notícias ruins: ora denúncias de corrupção, ora resultados financeiros ruins. Contudo, não é de hoje que a estatal dá sinais de que as coisas não andam bem. Nos últimos dez anos, pode-se notar a ascensão e decadência da empresa retratada em muitos de seus indicadores. O site de VEJA separou sete gráficos que mostram quando, exatamente, as coisas começaram a funcionar mal. Confira. Leia também:
Alto endividamento faz Moody's rebaixar nota da Petrobras
Acusações de corrupção levam EUA a investigar Petrobras, diz jornal
Petróleo mais barato ameaça investimentos da Petrobras no pré-sal
VEJA