O túnel mais longo do planeta

SUPER NOVAS


por Carlo Cauti


Ele é mais comprido que a distância entre São Paulo e Campinas. Passa embaixo do fundo do mar. E vai custar dez vezes mais que todos os estádios da Copa. Conheça a obra mais audaciosa de todos os tempos


A China é a rainha das obras gigantes. Acabou de inaugurar a maior ferrovia do mundo (Pequim-Cantão, com 2.298 km) e a maior construção do planeta (o Global Center de Chengdu, um prédio que tem 1,7 milhão de m2 e é maior que o Parque do Ibirapuera). Agora, quer fazer algo ainda mais ousado: construir o maior túnel submarino do planeta. Ele vai ligar as cidades de Dalian e Yantai, no norte do país, e terá incríveis 123 km de extensão - mais que o dobro do Eurotúnel, que liga a França à Inglaterra. O projeto já foi apresentado ao governo comunista chinês, e deve ser aprovado pelo Parlamento nos próximos meses. "As obras começarão em 2015 e terminarão em 2026", afirmou o engenheiro Wang Mengshu, um dos responsáveis pelo projeto. O custo estimado é de R$ 85 bilhões, dez vezes mais do que o Brasil gastou em todos os estádios da Copa 2014. Um oceano de dinheiro. Mesmo assim, os chineses pretendem ter lucro - com o pedágio que será cobrado no túnel, a expectativa é recuperar o investimento em 12 anos.

O túnel será composto por três galerias. Em duas delas, passarão trens de alta velocidade (veja no infográfico). Apesar da empolgação dos chineses com a obra, há preocupação quanto à sua segurança. O túnel, que será construído 30 metros abaixo do fundo do mar, passa por uma área geologicamente instável - onde, em 1976, um terremoto matou centenas de milhares de pessoas. Também há dúvidas sobre o investimento. Dalian e Yantai são cidades médias (somadas, têm apenas 5 milhões de habitantes), que talvez não justifiquem uma obra tão cara. E isso se, como é comum em grandes construções, o custo final não acabar sendo maior ainda.
Números sobre o túnel

R$ 85 bilhões - É o orçamento inicial da obra, cuja construção deverá consumir 11 anos.

220 km/h - É a velocidade dos trens-bala, que trafegarão em tubos com 10 metros de diâmetro.

40 minutos - É o tempo que o trem levará no percurso (hoje feito de balsa, em 8 horas).
7,5 graus na escala Richter foi a força do terremoto que atingiu a região em 1976.

Imagem: thinkstockphotos

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo