Nova empresa de brasileiro ex-Google mostra smartphone e TV na IFA 2013




(Fonte da imagem: Divulgação/Xiaomi)
Ainda pouco conhecida do público mundial, a fabricante chinesa Xiaomi apresentou dois novos aparelhos durante a IFA 2013. A companhia revelou e demonstrou o smartphone MI3 e um modelo de televisão inteligente, chamado apenas de Xiaomi TV. Ambos são relativamente baratos para as especificações que carregam.
Caso você não tenha ligado os fatos, a companhia é a nova empresa do brasileiro Hugo Barra, ex-chefe da divisão Android da Google. Há algumas semanas, ele deixou a empresa por conta de uma polêmica envolvendo um suposto triângulo amoroso: ele teria um relacionamento com uma funcionária que havia se envolvido também com um dos fundadores da empresa, Sergey Brin.

MI3

(Fonte da imagem: Divulgação/Xiaomi)
  • Tela LCD IPS de 5" (Full HD)
  • Processador Tegra 4 de 1,8 GHz ou Snapdragon 800 (depende da operadora)
  • Câmera digital de 13 MP e frontal de 2 MP
  • Memória RAM de 2 GB
  • 16 GB de armazenamento interno
  • Bateria de 3.050 mAh
Com a possibilidade de escolha entre dois dos melhores processadores do mercado atual, o smartphone foca na qualidade do áudio (o chip é o mesmo usado no iPhone) e na tela sensível a toque, que suporta até o uso de luvas ou movimentos de dedos molhados. Os modelos variam entre US$ 330 e US$ 410 e o lançamento acontece até outubro

Xiaomi TV

(Fonte da imagem: Divulgação/Xiaomi)
Processador quad-core Snapdragon 600
  • 2 GB de memória RAM
  • 8 GB de armazenamento interno
  • Conectividade WiFi e Bluetooth 4.0
A Smart TV possui uma tela de 47", suporte para conteúdos 3D e seria originária da mesma fábrica de componentes dos aparelhos da Sony. O modelo roda uma interface alternativa do Android e traz um controle remoto "fácil de usar" com apenas 11 botões. Ela custará US$ 490 (cerca de R$ 1 mil) e também sairá em outubro de 2013.
FONTE(S)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo