Mentiras que Dilma conta

 


Por que mais conteúdo focado em desmascarar mentiras do PT? Sim, eu sei que já existe o ótimo site oficial Aécio de Verdade, e também o excelente É mentira do PT, dentre outras iniciativas.
Mas aqui esta série se inicia com um foco diferente: não apenas rebater as mentiras do PT, mas rebater as mentiras do PT dentro do conceito de guerra de frames, ou seja, assumindo a ótica do jogo político, com busca do “posicionamento”, em termos dialéticos, através da dialética política. Quer dizer, se o PT lança mísseis teleguiados contra o PSDB, deve receber mísseis teleguiados de volta, não apenas como “defesas”, mas efetivos contra-ataques.
Comecemos:
Mentira de Dilma: “Denúncias do Petrolão” são golpe da oposição
Dilma entra em contradição sempre que aparece dizendo besteiras como estas, ao afirmar que “denúncias do Petrolão são golpe da oposição”, pois sempre vive inventando a história de que o PT é que manda investigar. Na verdade, ela não manda investigar nada. A PF é uma entidade autônoma que encontrou escândalos de corrupção do PT.
Mentira de Dilma: O governo do PT vai lutar contra a corrupção
Isso é uma piada. O que estamos assistindo é o exato oposto. Enquanto toda a população fica estarrecida com as denúncias de corrupção vistas pela imprensa (e investigadas pela PF, apesar do PT, e não por responsabilidade dele), o PT tem a cara de pau de dizer que o problema é que “os vazamentos são políticos”. Decida-se Dilma: o PT manda ou não manda investigar? Mas se manda investigar, por que está errado divulgar as informações na época de eleição? Se o escândalo do Petrolão foi para financiar eleições, por que nas eleições atuais não podemos saber de corrupção que financiou campanhas anteriores? Ela entra tanto em contradição que se perde. A verdade é que Dilma não tem autonomia sobre a PF e não é responsável pelas corrupções terem sido encontradas. Outra evidência disso é que quando o governo petista tentou obter acesso às delações, tomou com a cara na porta pela PF. Essa gente do PT mente tanto quando fala de corrupção que a situação seria cômica se não fosse trágica.
Mentira de Dilma: O governo FHC engavetou todos os casos de corrupção
O Governo Lula/Dilma não conseguiu reabrir nenhum desses inquéritos que teriam sido “engavetados de maneira errada”, portanto faz uma acusação vazia e leviana, indigna de candidatos à presidência. É coisa de moleque. Não passa de mais uma mentira orientada por marqueteiros incapazes de lidar com a verdade. E fica o desafio: por que eles não reabrem os inquéritos que dizem ter sido indevidamente encerrados? Resposta: eles não reabrem pois sabem que não possuem evidências. Assim, é uma mentira deslavada afirmar que FHC engavetou casos de corrupção indevidamente. Se fosse verdade, os petistas reabririam os inquéritos. Enquanto isso, as evidências dos casos de corrupção do PT não param de aparecer. E quando aparecem, o PT ainda tem a cara de pau de reclamar que “é golpe”. O PT declaradamente quer engavetar o caso Petrolão, mas as evidências são tão claras que ele não vai conseguir.
Mentira de Dilma: Existe a privataria tucana que o PSDB ainda tem que responder
O governo que levou a Petrobrás e os Correios para as páginas policiais obviamente tem que inventar escândalos que não existem em outros governos. Por exemplo, a tal “privataria”, termo propagado por um jornalista militante do PT, este sim cheio de processos judiciais. Basta perguntarmos para os petista questões incômodas. Qual inquérito? Quem são os réus? Eles não possuem absolutamente nada disso para trazer ao debate. É claro que eles falam de um caso que não existe. Se existisse, a PF poderia investigar e denunciar os responsáveis. Não existe nada disso. Provavelmente o PT apenas se revoltou com a eficientíssima privatização de estatais ineficientes que hoje rendem muito mais ao Brasil e não puderam ser aparelhadas pelo PT. Muitas vezes, na Internet, os militantes do PT surgem desse jeito: “E a privataria tucana? Responde aí. Responde. Respondeeeeee. Viva! É privatariaaaaaa!”.
Mentira de Dilma: Agora PF investiga, antes PF não investigava
Sempre quando fala da atuação da PF, o PT mente tanto que precisamos ficar atentos. Eles dizem que hoje em dia a “a PF executou 50 vezes mais operações na época do PT do que de FHC”. Na verdade, essa foi apenas uma mudança de função. Mas a verdade é que temos que avaliar a PF em sua atuação relacionada à corrupção (e não quanto as operações em gerais). E em relação à corrupção, a PF tem reduzido as operações de investigação nos últimos anos, especialmente desde 2007. O Relatório da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) informa que “a PF reduziu drasticamente as operações de combate à corrupção nos últimos anos. O documento aponta queda significativa em investigações dos crimes de peculato, concussão, emprego irregular de verba pública, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro, entre outros crimes que, em linhas gerais, indicam malversação de recursos públicos. O total de indiciamentos nesses crimes caiu de 10.164, em 2007, para 1.472, em 2013 — uma redução de 86%”. Ou seja, a corrupção aparece mais mesmo com uma redução do investimento da PF em casos de corrupção. Isso nos mostra que realmente existe muito mais corrupção agora do que em qualquer outro governo da história brasileira. A corrupção hoje no governo do PT é do nível de Stalin, Chavez e Castro.
Mentira de Dilma: O PT criou a CGU, e aí começou a investigação sobre corrupção no Brasil
O PT falando da CGU é ainda mais mentiroso do que quando fala da PF. Na verdade, quem criou a CGU foi FHC em abril de 2001 por meio da Medida Provisória n° 2.143-31. Desde essa época o foco era no combate a corrupção. Em 28 de março de 2002, ainda sob o governo FHC, a Secretaria Federal de Controle Interno (SFC) e a Comissão de Coordenação de Controle Interno (CCCI) foram integradas à CGU pelo Decreto n° 4.177, de 28 de março de 2002. O mesmo decreto transferiu para a Corregedoria-Geral da União as competências de ouvidoria-geral, até então vinculadas ao Ministério da Justiça. Em 2003, Lula editou uma medida provisória, convertida na Lei n° 10.683, apenas com alterações na CGU, criando mais um ministério (desnecessário), mas que não alterou em nada em termos de eficiência os trabalhos. Ou seja, Lula não tem nada do que se gabar sobre a CGU. Mas eles deveriam se envergonhar por que o ministro da CGU, Jorge Hage, afirmou que a redução de R$ 7,3 milhões no orçamento do órgão em 2014, em relação ao ano anterior, criou uma situação de “penúria orçamentária” na pasta. Despesas básicas foram comprometidas, como: água, luz e telefone, além de diárias e passagens aos auditores encarregados de fiscalizar a aplicação dos recursos federais no país, o que, afirmou, pode dificultar a identificação de eventuais irregularidades na administração pública.
Mentira de Dilma: O PT investiga, o PSDB varria para debaixo do tapete, e essa é a diferença (frame usado no programa de 10/10)
Conforme vimos até aqui, tudo o que o PT fala sobre PF e CGU é mentira deslavada. Depois da Constituição de 1988, nenhum partido teve autonomia para dizer o que a PF e a CGU podiam engavetar ou não, investigar ou não. Mas novamente, deve ficar o desafio: se o PT disse que o PSDB varria para debaixo do tapete, por que os petralhas não trouxeram de volta a “sujeira” do PSDB desde que o PT chegou ao poder em 2003? Resposta: por que eles não tem provas contra o PSDB. Ao mesmo tempo, as provas de corrupção do PT não cessam de aparecer.
Mentira de Dilma: Havia um engavetador geral da República no governo FHC
Quando uma presidente apela para esse tipo de baixaria, é sinal de que os petistas não possuem mais argumentos para se safar dos inúmeros casos de corrupção. Aqui o negócio é enfiar o dedo na cara e escrachar o PT. FHC dá a dica abaixo:Share

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo