Eclipse da Lua acontece na manhã desta quarta-feira

Fenômeno poderá ser visto apenas em alguns estados no norte do país



Eclipse solar anular
Eclipse solar anular - Hinode/XRT/Nasa/Divulgação/VEJA
Nesta quarta-feira, dia 8, ocorre um eclipse lunar, o segundo dos quatro que ocorrerão entre este ano e o próximo. O evento, porém, não terá visão privilegiada do Brasil: apenas alguns estados ao Norte do país poderão contemplá-lo.
O segundo eclipse lunar total do ano tem início por volta das 6h15 do horário de Brasília. Ele terá uma duração total de mais de quatro horas, mas apenas o início poderá ser visto no país. Para Gustavo Rojas, astrofísico da Universidade Federal de São Carlos, é possível que os momentos iniciais do eclipse sejam vistos nos estados do Acre, Amazonas, Roraima e Rondônia, principalmente a partir das 6h30 (horário de Brasília). 
Nesse horário, a Lua poderá ser vista na direção oeste, mas já estará muito baixa no horizonte, o que, associado ao fato de já estar amanhecendo, pode complicar a visão do fenômeno. Rojas estima que somente o início do eclipse, quando apenas uma “ponta” da Lua começa a escurecer, poderá ser visto, por um curto período de tempo.
"Lua de sangue" — Eclipses lunares totais são conhecidos como "Lua de sangue", em virtude da cor avermelhada que o satélite ganha durante o fenômeno. Isso acontece porque, no momento do eclipse, a luz do Sol não chega diretamente à Lua. A atmosfera da Terra age como uma lente e desvia alguns raios solares até o satélite. Como a nossa atmosfera tem partículas que espalham mais a luz azul e menos a vermelha, a luz que atinge a Lua é predominantemente vermelha. Esse fenômeno também explica porque o Sol fica avermelhado ao entardecer: nesse momento, a luz está atravessando uma camada mais grossa de atmosfera, de modo que sobra mais luz vermelha. Porém, como desta vez só vai ser possível ver de parte do Brasil o início do fenômeno, a Lua não deve chegar ficar avermelhada para os observadores do país. “Infelizmente, quando o fenômeno fica mais interessante já não vai mais ser possível ver o satélite”, comenta Rojas.
Os próximos — Os dois outros eclipses lunares que completam a tétrade vão ocorrer em 4 de abril e 27 de setembro de 2015. Dentre eles, o último terá uma boa visibilidade em todo o Brasil.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo