Apenas metade dos computadores de Cuba tem conexão à internet

15 de agosto de 2014 12h50

Acesso à rede em lares e residências só é liberado para determinados profissionais; maioria da população usa a web em centros públicos

Por Agências
Maioria dos cubanos acessa a rede por salas de navegação públicas. FOTO: Reuters
HAVANA – Cuba superou em 2013 a marca de um milhão de computadores, mas apenas metade deles tem conexão à internet, enquanto o número de usuários da rede se aproximou dos três milhões, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Escritório Nacional de Estatística (ONE).
O número de “usuários de serviços de internet” foi no ano passado de 2,9 milhões, o que representou um aumento de 1,8% em relação a 2012 e situa a média em 261 usuários por cada mil habitantes.
Em Cuba não se permite o acesso à rede nos lares, exceto para determinados profissionais como médicos, jornalistas, acadêmicos, intelectuais e artistas, e os moradores da ilha acessam a internet em salas de navegação públicas ou hotéis a preços caros para a maior parte da população.
O aumento em 52 mil internautas aconteceu em um ano em que o governo de Raúl Castro ampliou o número de locais para conectar-se com a abertura de 118 salas de navegação em todo o país.
De acordo com o relatório sobre tecnologias da informação e as comunicações divulgado pela ONE, no ano passado se contabilizaram mais de um milhão de computadores pessoais na ilha, o que representa 90 computadores por cada mil habitantes, apesar de apenas 514.400 estarem conectados à rede.
Em 2012 já havia sido ultrapassada a barreira dos 800 mil computadores pessoais, um dado que foi crescendo paulatinamente desde os 630 mil de 2008, quando o governo autorizou a venda livre destes equipamentos a particulares.
A aquisição destes computadores segue longe do alcance da maioria dos cubanos, já que são vendidos a preços que oscilam os 600 CUC e 800 CUC (moeda forte equivalente ao dólar).
O relatório do ONE indica também que o número de assinantes de telefones celulares se aproximou dos dois milhões, com 1.995.700 clientes, o que representa uma cobertura de 85,3%.
Embora esta porcentagem seja a mesma de 2012, a telefonia celular é um dos serviços mais dinâmicos no setor das telecomunicações desde que o governo autorizou o acesso livre, também em 2008.
/EFE

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo