terça-feira, 19 de agosto de 2014

9 tipos de pessoas que podem te trair, segundo a ciência (PESQUISA)



By Michelle Toglia for YourTango.com
Vamos ser sinceros, ninguém quer namorar para ser traído. Mas muitas vezes não enxergamos os sinais de que o nosso namorado ou namorada não passa de ummentiroso e cafajeste. Não estamos falando daquele telefonema que ele atende falando baixinho ou quando ela não é mais tão carinhosa como antes.
A sua namorada é loira? O seu gato é viciado no Twitter? Qual o nome dele? Através de publicações científicas e pesquisas com usuários em sites de infidelidade, a ciência parece saber exatamente o que torna alguém mais propenso a ser infiel.
Mas será que a altura ou nome da pessoa realmente aumenta (ou diminui) a probabilidade dela trair – ou será que são apenas coincidências estranhas? Bem, só quem já namorou com esses nove tipos de pessoas podem dizer se é verdade ou não. Até que você comprove na prática, vamos listar aqui os fatos e deixar que você tome uma decisão informada.
1. Caras Altos
Não estamos falando isso só porque temos uma queda pelos baixinhos. Uma pesquisa do site de traição e infidelidade IllicitEncounters.com mostrou que homens com mais de 1,78m têm duas vezes mais probabilidade de trair. A gente suspeitava que eles estavam aprontando alguma coisa lá em cima…
2. Fãs de Rock N' Roll
Outra pesquisa do site IllicitEncounter.com revelou que 41 por cento dos traidores preferem o rock do que outros gêneros de música. A melhor chance de achar um parceiro fiel? Escolha alguém que ama o Rap.
3. Os Franceses
O que você pode esperar de um relacionamento com os melhores amantes do mundo? Vinho, queijo e um caso extra-conjugal, segundo a ciência. De acordo com a LELO, uma marca de brinquedos eróticos de luxo que fez uma pesquisa global sobre os hábitos entre quarto paredes, 75% dos franceses admitem que são infiéis.
4. Mulheres Loiras
As loiras realmente se divertem mais? Se para você a traição é sinônimo de diversão, então, com certeza! Uma pesquisa do site CheaterVille.com revelou que 42 por cento das mulheres infiéis são loiras. Então, o que procurar em uma namorada, rapazes? Apenas 11 por cento das mulheres com cabelos pretos são infiéis.
5. Usuários do Twitter
Alerta: as mídias sociais podem prejudicar o seu relacionamento amoroso! Apesar disso não ser exatamente novidade, uma pesquisa da University of Missouri mostra que os tuíteiros traem. Quanto mais a pessoa usa o Twitter, maior a frequência dos conflitos nos relacionamentos, como casos extra-conjugais. #HoraDeDesligarOLaptop.
6. Professoras
Que tipo de profissional tem mais tendência de trair? De acordo com uma pesquisa dos usuários do site AshleyMadison.com, a esposa que tipicamente é infiel é professora. Alguém precisa ensinar essas mulheres como devem se comportar – só não ligue para o departamento de suporte técnico…
7. Caras Que Trabalham Com T.I.
Não se engane com os moletons, óculos descolados e paciência quando eles conseguem recuperar os dados do seu iPhone (você realmente precisa começar a fazer back up!) — esses caras são maridos infiéis, de acordo com a mesma pesquisa do siteAshleyMadison.com.
8. Consumistas
AshleyMadison.com também revelou que o perfil típico da mulher adúltera no site é de uma consumidora voraz. Mais do que um terço das mulheres entrevistadas disseram que gastam mais tempo com a aparência desde que começaram a ser infiéis. E 27 por cento usa um cartão de crédito secreto para fazer suas compras. E a marca queridinha das traidoras? Banana Republic.
9. Caras que tem "Wayne" no nome
Como descobrir facilmente se o cara está dormindo com outra? O nome dele. Uma pesquisa com 2.000 mulheres revelou que o nome Wayne era o que gerava mais desconfiança quando se tratava de relacionamentos amorosos.
Agora, e o rapper Lil Wayne, que na vida real se chama Dwayne? Bem, não temos certeza de onde ele se encontra na escala do adultério. Será que o D neutraliza a tendência? Por enquanto, tente não namorar o Lil Wayne. Quando a ciência desvendar esse mistério, nós contamos para vocês.

Nenhum comentário:

DST pouco conhecida preocupa especialistas

A 'Mycoplasma genitalium' (MG), bactéria causadora de doença sexualmente transmissível, já tem mostrado resistência aos antibióti...