Em reunião com mandatários do PMDB, Lula não ouviu nada além de críticas ao seu partido — e concordou com todas

by Ricardo Setti

(Foto: Roosewelt Pinheiro/Agência Brasil)
Nem Lula está satisfeito com o PT, aparentemente (Foto: Roosewelt Pinheiro/Agência Brasil)
TEORIA DA CONSPIRAÇÃO
Nota publicada na seção “Holofote” de edição impressa de VEJA
Tão logo o senador José Sarney confirmou que não disputaria a eleição, a cúpula do PMDB se reuniu para uma avaliação de cenário. Presentes, além do próprio Sarney, alguns dos principais líderes do partido — Renan Calheiros, Eduardo Braga, Eunício Oliveira e Vital do Rêgo.
Todos reclamaram muito do PT, que não teria cumprido os compromissos assumidos com o PMDB antes da montagem dos palanques estaduais. Lula apareceu na reunião para prestar solidariedade ao amigo Sarney, acabou ouvindo a parte das queixas e, para surpresa de alguns poucos, concordou com tudo.
“Agora vou parar de falar, senão vão achar que estou fazendo oposição a Dilma”, disse o ex-presidente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo