Só é impossível para quem não quer mudar!



Sociedade marginal, esse é nosso retrato, é o retrato da geração de agora, criada pelo descaso e pela falência política, nasceu da falta de limites e da perda dos valores, vivemos na sociedade do caos, onde o direito de ter é barrado pela vontade inescrupulosa do outro de subtrair o que não lhe pertence. O descaso pelas camadas menos favorecidas criou um novo ser, aquele que não experimenta sentimentos adversos ao de raiva e da maldade empregada pela violência sem limites. Aqueles que hoje sustentam esse país com suor, trabalho, dedicação e muita coragem, porque para se conquistar com esforço algo em um país que tem uma das cargas tributárias mais altas do mundo não pode ser para qualquer um.

Somos heróis, guerreiros que vencem dia-a-dia essa batalha absurda de se ter uma vida digna para nós e nossa família. Poder preservar valores, como; O ato de compartilhar, ajudar,compaixão pelo problema do próximo, cada dia vai se perdendo perante as calamidades que nos toca a cara. Nossa raiva talvez tenha ultrapassado o limite da razão de fazer justiça pelas próprias mãos, amarrar bandidos em postes, espanca-los, o que não vem nos fazendo diferente deles. Compartilho da mesma indignação, mais vejo que o caminho não é esse, apesar do ímpeto de levar a fazer isso, em uma visão mais humana, essa ação só gera mais desastre. O que deve ser feito é uma cobrança e participação geral da população nas decisões que nos afetam diretamente, sejam elas relacionas a segurança pública, educação, saúde, finança, por que o governo somos nós, e para nós que deve ser revertido, não podemos nos eximir da responsabilidade de ajudar na administração da nossa nação.

Esse país é lindo, de ponta a ponta nos presenteia com paisagens de tirar o fôlego, gigante, vasto, uma terra rica que alimenta todos os brasileiros e milhões de pessoas no mundo, temos cientistas fazendo nome lá forá, empreendedores cheios de criatividade, muitos talentos das artes, arquitetos, pensadores e pessoas que fazem valer apena viver e lutar por uma vida melhor nesse pedaço de chão. Falta para nós, assim como vejo que falta para mim é ousadia no bem, vejo muitos reclamarem, dizendo que vão morar em outro país que aqui não dá mais. Já pensei nisso, só que se desistirmos de ter uma terra boa e justa qual será o sentido da nossa existência? Ela será covarde! deixamos nossa terra prometida como o país do futuro, virar o país obsoleto, sem vida, sem cor, que não cria, não desenvolve, não gera novas perspectivas. Estamos descrentes, é natural, pois vemos todos os dias a baderna que fazem com o dinheiro público, enquanto isso sofremos com a instabilidade e mal atendimento da prestação pública que deveria ser exemplar e ilibada.


Por outro lado, devemos levar em consideração que parte dessa culpa também é nossa, pois vivemos décadas deixando a política de lado e nos preocupando com futebol e cerveja, com aquisições, com o melhorar de vida, vivendo o lado exacerbado do capitalismo, não que eu seja contra o capitalismo, não é o melhor sistema que existe, porém com ele você gera competição, renda, qualificação e cada um pode ter aquilo que consegue produzir com o que faz, trabalho gerando resultado. O bom seria uma economia solidaria, mais falaremos disso em outro dia. Não fugindo do assunto, entendo que parte da culpa da corrupção e da violência que nos assola é nossa, foi deixando de olhar para os lados, de tanto olhar para o próprio umbigo que a gente se esqueceu que uma sociedade só vai bem, quando todos os organismos e componentes estão bem. Quando um órgão do nosso corpo fica doente todo o nosso corpo padece. Então se um único individuo não estiver amparado por nós, e o deixarmos “adoecer” esse contamina todo o nosso corpo, ou seja contamina a sociedade, levando prejuízo, dizimando famílias, por que lá no passado de alguma forma faltou atenção de autoridades responsáveis e da sociedade civil. Se nós não pensarmos assim, estaremos fadados ao fim próximo. Por que nesse ritmo estamos caminhando para um suicídio coletivo. Que cada um de nós, enquanto ser humano e espiritual possa cumprir com o seu dever cívico, e que cada um com o mínimo de entendimento que possa ter, seja luz para aquele que se encontra na escuridão. E que durante e ao final de tudo isso você possa ser feliz!

by boca que fala nao cala

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo