segunda-feira, 23 de junho de 2014

Ficha médica de Schumacher foi roubada, diz assessora

23/06/2014 -
























Ladrões querem 50.000 euros por documentos, segundo imprensa europeia

Foto 1 / 18
AMPLIAR FOTOS
Michael Schumacher em Madonna Di Campiglio, em  janeiro de 2006, na Itália
Michael Schumacher em Madonna Di Campiglio, em janeiro de 2006, na Itália - Alessandro Bianchi/Reuters
A assessoria do alemão Michael Schumacher revelou nesta segunda-feira, em comunicado, que a ficha médica do ex-piloto foi roubada do Hospital Universitário de Grénoble, na França, onde ele estava internado. Segundo a nota, os responsáveis estariam tentando vender as informações contidas na ficha. Diversos meios de comunicação europeus afirmam que os ladrões ofereceram os documentos à imprensa por 50.000 euros. 
“Não podemos dizer se esses documentos são autênticos. Porém, eles foram roubados”, disse a assessora Sabine Kehm. Ela também garantiu que está proibida a compra e a publicação deste tipo de documento já que a ficha médica é privada e confidencial.
Depois de ficar em coma por quase seis meses, em decorrência de um acidente enquanto esquiava nos Alpes franceses, Schumacher deixou o hospital há uma semana. Desde então, a assessoria do heptacampeão da Fórmula 1 não deu mais detalhes sobre seu estado de saúde.  
Foto 1 / 14
AMPLIAR FOTOS
Fãs da Ferrari participam de um tributo pelo aniversário do ex-campeão mundial de Fórmula 1, Michael Schumacher na frente do hospital CHU unidade de emergência em Grénoble
Fãs da Ferrari participam de um tributo pelo aniversário do ex-campeão mundial de Fórmula 1, Michael Schumacher na frente do hospital CHU unidade de emergência em Grénoble - Jean-Pierre Clatot/AFP
(Com agência EFE)

Nenhum comentário:

DST pouco conhecida preocupa especialistas

A 'Mycoplasma genitalium' (MG), bactéria causadora de doença sexualmente transmissível, já tem mostrado resistência aos antibióti...