FHC PODE SER VICE NA CHAPA DE AÉCIO

22 Dec 2013

Por Carlos Alberto Gonçalves

Construção de uma dupla puro-sangue do PSDB para as eleições de 2014 pode envolver o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; até agora, ele e Aécio vinham defendendo que o vice fosse de São Paulo e também tucano, o que faria a escolha recair sobre o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP); no entanto, aliados afirmam que uma chapa 100% tucana só seria aceita se o vice fosse o próprio FHC; "ninguém melhor do que ele próprio para defender o legado dos seus oito anos de governo", diz o deputado Eduardo Giomes (SSD-TO), que migrou do PSDB para o Solidariedade, mas continua próximo a Aécio e a FHC.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, principal conselheiro do senador Aécio Neves (PSDB-MG), pode estar prestes a mergulhar de vez na disputa presidencial de 2014, colocando seu nome na chapa tucana. Na construção que já começa a ser cogitada por Aécio, FHC e por aliados, o sociólogo que governou o Brasil entre 1995 e 2002 seria o vice de Aécio em 2014. "Ninguém melhor do que ele para defender o legado dos seus oito anos de governo", disse ao 247 o deputado Eduardo Gomes (SSD-TO).

Até recentemente, o PSDB vinha considerando apresentar uma chapa puro-sangue nas eleições de 2014, levando em conta outras possibilidades. O primeiro nome a ser levantado foi o do ex-governador paulista, José Serra, mas todos sabem, no ninho tucano, que ele e Aécio dificilmente chegariam a um denominador comum. Depois, o próprio ex-presidente FHC passou a estimular o nome do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP).

Nos dois casos, são políticos paulistas porque os tucanos trabalham com a convicção de que Aécio precisa se tornar mais forte em São Paulo para ser competitivo e capaz de chegar a um eventual segundo turno – hoje, com 47% nas pesquisas, contra 19% de Aécio Neves e 11% de Eduardo Campos, a presidente Dilma Rousseff se reelegeria no primeiro turno, com relativa facilidade.

O deputado Eduardo Gomes, que foi tucano e deixou o PSDB para fundar o Solidariedade, juntamente com o sindicalista Paulo Pereira da Silva (SSD-SP), afirma que só FHC será capaz de conter a pressão dos aliados para que o vice venha de outro partido. Paulinho, por exemplo, defendia que o vice de Aécio fosse um trabalhador, egresso do Solidariedade, partido que já sinalizou apoio a Aécio em 2014. "O vice natural nesse processo de construção de uma chapa puro-sangue, com entrada forte em São Paulo, é FHC", diz Eduardo Gomes.
:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo