Genoino apela para Chico Buarque em recurso no STF


Cada um tem o herói que quer. O compositor e ícone número um da esquerda caviar brasileira, Chico Buarque, assinou carta em apoio ao réu condenado pelo mensalão, José Genoino. Este, agora, resolveu apelar para a fama do músico em seu recurso no STF, como se o apoio do compositor fosse argumento jurídico:
Em 25 páginas, sua defesa cita Chico Buarque e chama de ingênuo quem acreditou na história de compra de apoio parlamentar no primeiro governo de Luiz Inácio Lula da Silva.
Repleto de palavras de ordem, a defesa de Genoino intercalou frases de efeito sobre a inocência do deputado com versos da música Cancion por la unidad latinoamerica, de Chico Buarque e Pablo Milanés.
“José Genoino Neto não merece a pecha de bandoleiro. José Genoino Neto não integra quadrilha. José Genoino Neto, sem favor algum, merece absolvição”, diz o recurso, pouco depois de citar trecho da música: “a história é um carro alegre / cheio de um povo contente / que atropela indiferente / todo aquele que a negue”.
Mostrando indignação não somente por sua condenação por formação de quadrilha, na qual obteve os quatro votos necessários para apresentar o novo recurso, conhecido como embargos infringentes, Genoino também critica a mídia, para ele “panfletária e reacionária”, e diz que “brigará até o fim de sua existência pela causa de sua inocência” também no crime de corrupção: “(Genoino) não se resigna nem nunca se resignará. Não aceita e jamais aceitará sua condenação (…) brigará hoje e até o fim de sua existência (…) quando for e onde for pela causa de sua inocência”.
É uma vergonha mesmo! Só no Brasil esse tipo de coisa ocorre com essa naturalidade toda. Um réu julgado e condenado pelo STF, ex-presidente do partido que deu aval para Marcos Valério irrigar as contas de políticos com recursos públicos do mensalão, posando de vítima da “imprensa golpista” e recebendo apoio de celebridades.
José Genoino ainda tem a cara de pau de enaltecer seu passado de luta pela “liberdade” e “democracia”. Qual? Só se for aquela liberdade toda e aquela democracia incrível existentes em Cuba! Que Chico Buarque também admira! Teu passado te condena, Genoino! E o teu também, Chico!
Por muito tempo vocês gozaram da blindagem na imprensa, e da intensa propaganda dos “intelectuais” em defesa de um revisionismo histórico ridículo. Mas acabou. Agora há vozes levantando a poeira da desinformação e expondo os fatos como eles são. Vocês sempre defenderam o socialismo, cujo resultado jamais é democracia ou liberdade, e sim miséria e escravidão.
O mais assustador de tudo é pensar que há ministros, ou petistas disfarçados de ministros, no próprio STF que também apelam para essas mentiras históricas. Posso até imaginar um deles endossando a carta e citando a música de Chico para aceitar o recurso e desfazer a justiça.
Seria um soco no estômago de todos os brasileiros decentes, claro. Mas Chico Buarque, lá de Paris, ficaria feliz da vida. Poderiam celebrar, juntos, com um refinado caviar, esse escárnio que somos obrigados a aturar enquanto nossa República ainda engatinha no fortalecimento de suas instituições…
by Rodrigo Constantino

Comentários

Postagens mais visitadas