"A assessoria de imprensa do STF justificou a atitude de Barbosa afirmando que ele não precisava cumprimentar Dilma ao lado do Papa porque eles já haviam conversado mais cedo. Segundo o STF, os dois estavam juntos na sala VIP do palácio antes da cerimônia de boas-vindas do Pontífice".





Joaquim Barbosa ignora Dilma e cumprimenta o papa

Lula e alguns petistas não queriam que Dilma fosse à posse de Joaquim Barbosa porque ele foi o algoz da Turma do Mensalão. Mas prevaleceu o bom senso. Faz parte dos rituais da harmonia entre os três poderes, a presidente da República prestigiar a posse do presidente do Supremo, e vice-versa. Então Dilma foi, mas suas caras durante toda a cerimônia não deixaram margem para dúvidas. Houve até quem interpretasse que foi uma forma de Dilma cumprir o cerimonial da República, mas ao mesmo tempo mostrar um certo descontentamento, uma espécie de solidariedade ao petistas condenados. Bem, isso é especulação.

O fato é que a expressão amuada de Dilma, que não esboçou sequer um sorriso de cortesia chamou a atenção de todos. Não sei porquê exatamente Dilma agiu assim. É claro que toda a opinião pública sabe que não era uma festa de confraternização de final de ano, nem uma reunião de amigos, tratava-se apenas de um rito da República. Não havia portanto motivo para que quem quer que seja pudesse interpretar a presença de Dilma na posse de Joaquim Barbosa como uma demonstração de apoio à sua postura implacável no caso do Mensalão. Logo, também não havia necessidade da cara fechada o tempo todo. Mas, Lula certamente deve ter gostado dessa parte.

Joaquim Barbosa ignora Dilma e cumprimenta o papa



Joaquim Barbosa ignora Dilma e cumprimenta o papa

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo