Três casos de superbactéria são confirmados em Santa Maria


Infectologista do Husm afirma que não existem outras 
suspeitas e  que os três pacientes com a bactéria estão isolados


Pedro Pavan





Liliane Pacheco, médica infectologista do Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), informou, no início da tarde desta quinta-feira, que foram confirmados três casos de contaminação pela bactéria KPC, a superbactéria.

Na manhã desta quinta-feira, um primeiro caso havia sido confirmado. Segundo Liliane, outros três casos estavam sendo analisados, e apenas um foi descartado.

As confirmações surgiram por meio de exames do Laboratório Central do Estado (Lacen). Ainda não se sabe como a bactéria apareceu no Husm, no entanto, conforme a infectologista, a bactéria já está controlada e não existem outros casos suspeitos.

A KPC


- Klebisiella Pneumoniae Carbapenemase (KPC) é um microrganismo que foi modificado geneticamente no ambiente hospitalar e resistente aos antibióticos existentes.

- Pode ser transmitido em ambiente hospitalar, por meio do contato com secreções de pacientes internados.

- A KPC pode causar pneumonia, além de infecções sanguíneas, em feridas cirúrgicas, no trato urinário e demais enfermidades que podem gerar um quadro de infecção generalizada.


DIÁRIO DE SANTA MARIA

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo