Exército deve receber R$ 400 milhões para prevenção de "guerra cibernética"


Departamento criado pelo ministério da Defesa tem grandes eventos internacionais no país para proteger nos próximos anos.

     20 de Março de 2013
Exército deve receber R$ 400 milhões para prevenção de General responsável pela Defesa Nacional Cibernética diz que nenhuma nação está preparada para conflitos no mundo virtual. (Fonte da imagem: Reprodução/Olhar Digital)
Você já deve ter ouvido alguma coisa sobre guerra cibernética em algum lugar. Trata-se de fato de uma batalha travada no campo virtual que, provavelmente, teria a função de enfraquecer e causar o caos no território do inimigo. EUA e China já possuem agências desenvolvidas para lidar com esse tipo de ação, e o Brasil deve investir R$ 400 milhões nessa área para se manter seguro.
As informações são do General do Exército Brasileiro José Carlos dos Santos, que assumiu em 2012 o Centro de Defesa Cibernética do país, o CDCiber. A cifra que o centro receberá até 2015 deve preparar o país para a proteção de redes públicas em grandes eventos, como a Copa do Mundo FIFA e os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. “Cerca de dez projetos receberão esses recursos”, explicou o general Santos.
Mesmo com investimentos grandes como o esperado para o CDCiber, o general afirma que nenhuma nação está hoje completamente blindada contra ataques virtuais massivos a fim de realmente promover uma guerra nesse campo. “O atacante tem que ter condições técnicas e políticas para realizar tal tipo de ataque, o que necessita de uma conjuntura internacional de guerra tradicional.”

Uma guerra na internet

Sendo assim, o foco da defesa virtual brasileira é o de basicamente resistir e prevenir esse tipo de ataque. Ainda assim, o general explica que, mesmo com esse foco, o país também se prepara para retribuir tais ofensivas, realizando inclusive treinamentos e simulações. Contudo, esse tipo de agressão não faz parte da filosofia de paz internacional adotada pela constituição brasileira.
Mesmo com toda essa preparação, as ações do CDCiber se voltam primariamente para a defesa de redes em grandes eventos, mantendo a segurança delas. Além disso, o centro deve também organizar as instituições que trabalham com a internet no país para manter a rede mais segura no geral.
Fonte: Olhar Digital


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo