Brasil renegocia dívida senegalesa



21/03/2013 - 17h34

Carolina Sarres
Repórter da Agência Brasil
Brasília – O ministro de Negócios Estrangeiros do Senegal, Mankeur Ndiaye, agradeceu hoje (21) ao ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, a renegociação da dívida senegalesa de R$ 6,5 milhões com o Brasil. A proposta foi aprovada na última terça-feira pela Comissão de Assuntos Econômicos e precisa passar por votação no plenário do Senado.
Pela proposta, o Brasil perdoará 45% da dívida – cerca de R$ 2,9 milhões – e o restante será pago em dez parcelas semestrais. O reescalonamento dos débitos do Senegal é esforço brasileiro em cooperar para que países pobres endividados possam retomar a trajetória de desenvolvimento e combate à pobreza, segundo o documento de justificativa assinado pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega.
De acordo com o ministro Patriota, a renegociação da dívida senegalesa permitirá que o país faça novos negócios com o Brasil. A compra de tratores brasileiros e de aeronaves Super Tucano são possibilidades estudadas.
Outra parceria é na área de estatística, com o objetivo de aperfeiçoar o sistema de recenseamento no Senegal, por meio da experiência brasileira e a importância dos tiveram na implementação das políticas de combate à fome e à pobreza no Brasil. Em abril, está agendada uma visita de um grupo de trabalho do Ministério de Desenvolvimento Social ao país.
O ministro explicou que durante encontro no Itamaraty foram tratadas questões da agenda multilateral com Ndiaye, como a participação do Senegal da próxima cúpula dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), em Durban, na África do Sul, nos dias 26 e 27 de março. Foi discutido também o apoio do país africano à candidatura do brasileiro Roberto Carvalho de Azevêdo à direção-geral da Organização Internacional do Comércio.

Edição: Beto Coura

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo