O que leva Tarso Genro a empurrar a culpa pela tragédia na boate sobre a prefeitura de Santa Maria



Jogo imundo – Enterrados em sua maioria em Santa Maria a e outras cidades do Rio Grade do Sul, os corpos das vítimas da tragédia ocorrida em uma casa noturna, na madrugada do último domingo (27), ainda não esfriaram, mas a sordidez da política já começa a tomar conta do cenário.
Esse tipo de atitude por parte dos governantes já era esperado, pois não foi por acaso que a presidente Dilma Rousseff ordenou a ida de inúmeras autoridades à cidade da região central do estado gaúcho. Como antecipou o ucho.info, o segundo maior incêndio da história brasileira cedeu o lugar das chamas para que um governo paralisado e letárgico mostrasse serviço à parcela incauta da população. Lágrimas foram de encomenda, semblantes de tristeza eram encenação. Acima da dor dos familiares estão os interesses políticos.
Logo de início este site noticiou que em algum momento a responsabilidade recairia sobre o governo estadual, comandado pelo peremptório petista Tarso Genro, um incompetente conhecido que abusa da arrogância. O fato de o laudo de funcionamento ter sido emitido pelo Corpo de Bombeiros, que está sob o guarda-chuva do Executivo estadual, transferiria ao Palácio Piratini parte da responsabilidade pelo ocorrido.
O governo do Rio Grande do Sul é petista, mas a prefeitura de Santa Maria está sob o comando do peemedebista Cezar Schirmer. PT e PMDB sempre rivalizaram politicamente na terra de chimangos e maragatos, por isso não causa espécie a atitude de Tarso Genro de querer culpar a prefeitura de Santa Maria. Por trás dessa tentativa absurda de Genro estão interesses terceiros e escusos que a população sequer desconfia.
Homem sério e político honrado – é importante lembrar que aqui no ucho.info não se faz esse tipo de elogio por encomenda – Cezar Schirmer, enquanto deputado federal, foi o relator do processo de cassação do mensaleiro João Paulo Cunha. No plenário da Câmara dos Deputados o preciso relatório de Schirmer foi rejeitado, até porque a base aliada estava comprada, mas a documentação seguiu para a Procuradoria-Geral da República e para o Supremo Tribunal Federal, que na Ação Penal 470 condenou João Paulo Cunha à prisão.
Em outras palavras, agora já não mais importa o que ocorreu em Santa Maria, mas o PT não pode perder a oportunidade de dar o troco em alguém que ousou apontar o dedo a um corrupto do partido. Pobre Brasil, onde nem os mortos são respeitados!
by Ucho.info
Obs minha: No Brasil pode ser. No RS, nem a pau juvenal

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo