José Dirceu, debocha descaradamente da ação do STF no Julgamento do Mensalão quando afirma "O petista disse ainda que sua condenação foi instrumento de vingança da direita contra o governo do PT. E que a ação ainda não foi finalizada. “A Ação Penal 470, o mentirão, e não mensalão, não foi concluída. Se estivesse, estaríamos presos. Há os embargos, os embargos declaratórios, os embargos de revisão?. Dirceu se mostrou confiante e disposto a espalhar a verdade. Irei percorrer o Brasil todo e não vou me calar, pois estamos juntos na luta política. Sou um militante do Partido dos Trabalhadores". Caso ele se atreva, a aparecer em meu estado, estarei lá. E levantarei o chicote e baixarei em Dirceu. Que me venha pois a Punição. Pois nasci mulher, e sei o que posso aguentar. Não nasci frouxa, nem preciso de uma base de partido para me sentir alguma coisa. Não se atreva Dirceu, a sujar meu Estado, e a fazer de nossos ouvidos, tua eterna latrina. by Deise


Militantes do PT de Minas se unem em torno da defesa do PT e dos direitos democráticos
 01/02/2013



Dirceu afirmou em discurso que a ação penal 470 fere os princípios da Constituição Federal e, consequentemente, os direitos democráticos. O ex-ministro voltou a lembrar que o julgamento é político. ?É evidentemente que o debate é político, mas o debate também é jurídico. Nós queremos os embargos declaratórios, infringentes e revisão criminal. Acredito na Justiça tanto que constituí um advogado. Mas tem um problema grave. As provas quanto à nossa inocência estão nos autos.?

O petista disse ainda que sua condenação foi instrumento de vingança da direita contra o governo do PT. E que a ação ainda não foi finalizada. “A Ação Penal 470, o mentirão, e não mensalão, não foi concluída. Se estivesse, estaríamos presos. Há os embargos, os embargos declaratórios, os embargos de revisão?. Dirceu se mostrou confiante e disposto a ?espalhar a verdade?. ?Irei percorrer o Brasil todo e não vou me calar, pois estamos juntos na luta política. Sou um militante do Partido dos Trabalhadores?, disse.

Vários oradores presentes afirmam que a teoria do Domínio do Fato, que se baseia na presunção quando não há evidências no caso, foi adotada no julgamento do mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) de forma abusiva e distorcida. Isso se deve, segundo os petistas, aos meios de comunicação, que atualmente tem exercido um controle midiático ao se subjugarem a direita e a elite, criminalizando os movimentos populares e os direitos democráticos.

O deputado estadual Durval Ângelo afirma que somente a luta popular é capaz de transgredir a fantasia midiática que vem desconstituindo a imagem da presidenta Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula, e completa ?O ataque do STF mostra o quanto é necessário realizar a reforma política no Brasil, mas como conseguiríamos com esse cenário??, questiona. Durval lembrou ainda que o Supremo já errou em momentos históricos. ?O mesmo Judiciário que entregou Olga Benário para os nazistas e legitimou a escravidão no século XIX comete outro erro agora”.

A secretária de finanças do PTMG, Gleide Andrade, retoma a necessidade da união da militância de esquerda em prol da união do Partido dos Trabalhadores pela defesa dos direitos democráticos. ?A maior unidade do PT de Minas se consolidou no dia em que os nossos companheiros foram injustamente condenados.? Gleide afirmou ainda que o PTMG irá realizar debates em nas 13 macrorregionais em defesa do legado do governo Lula e Dilma.

O líder do PT na Assembleia Legislativa de Minas, deputado estadual Rogério Correia, cobrou do Ministério Público uma posição sobre denúncias entregues em 2011 contra o senador Aécio Neves (PSDB). Elas estão paradas nas mãos do procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Correia também cobrou o julgamento, no STF, do que a imprensa chama de mensalão mineiro.
Participaram do Ato os movimentos sociais representados pela CUT, MST, MAB, Consulta Popular, as bancadas federal e estadual do PT em Minas, prefeitos e vereadores petistas, além de centenas de militantes.

(Site PT-MG)

Comentários

Postagens mais visitadas