(...)"Finalizando, meu desejo deputado, é que V.Sa tenha realmente a benção, de poder dormir o sono reparador. Que realmente os boatos não procedam, e desta forma, assim como eu. V.Sa igualmente possa desfrutar do sono dos justos. Posso lhe afirmar com total veemência, que não existe uma só alma, que possa vir assombrar meu descanso". by Deise





Deputado Paulo Pimenta

No Brasil se tornou padrão dizer que as acusações são sempre mentirosas e injuriosas. Os condenados no mensalão, flanando pelas praias da vida e sendo empossado não dão credibilidade alguma a nenhum politico. Especialmente se estiver aliado ou for PT. 


A máxima do eu não sei, não vi ou não fui, adotada por Luiz Inácio já dói, quando repetida, em nossos ouvidos já tão abusados. Não se preocupe deputado com a Justiça. Não use um cargo lhe concedido por voto popular, contra este mesmo povo que lhe elegeu. É coisa de porco, cuspir no prato que comemos. É ingratidão morder a mão de quem nos alimentou. Não precisamos de mais processos de parlamentares contra civis. É desonesto. É canalha. É invertido. Seu partido nos deu frentes e frentes de escândalos e corrupção. E nos faz engolir diariamente o amargo da impunidade. 

O trabalho que V.Sa exerce, que deveria ser por ideologia e voluntariado, lhe rende proventos e regalias dignas de um Rei. V.Sa é apenas um integrante do Congresso nacional, eleito para cuidar dos interesses da sociedade. E não usar esta mesma sociedade, em prol de seus interesses pessoais. V.Sa tem motivos demais para agradecer ao povo gaúcho que lhe concedeu tantas beneficies, para ainda se sentir no direito de ficar ofendido com boatos. DESMINTA-OS COM ARGUMENTOS ALTAMENTE SUSTENTÁVEIS. É sua obrigação com a nação brasileira e com o povo gaúcho, o qual V.Sa representa. ESCLAREÇA, ao invés de ameaçar. Lembre-se Deputado Pimenta, que seu cargo não foi herdado de seus antepassados. Igualmente não é vitalício. Solicite à sua assessoria de imprensa, uma nota à nação brasileira, especialmente a gaúcha. Dirija-se aos pais que sofreram tão imensa e irreparável perda. Não lhe cabe a sensação e ofendido, porque V.Sa tem amplo direito, dever e poder DE DEFENDER-SE. Ninguém o está impedindo ou amordaçando. Responda, e cesse os boatos. Seu silencio só o incrimina. Não seja mais um representante eleito pelo povo, que usa de covardia (abusando seus poderes) de processar civis brasileiros, que com seu trabalho sustentam não só a sua mordomia. Mas as de uma infinidade de parasitas e traidores do povo. Seu silencio, seguido de sua improcedente ofensa chega a ser nauseante.

Ofendidos deputados estamos nós, com a negligência do Congresso Nacional, em permitir que se apropriem do que é nosso, sem reação, pelo contrário com a benção da maioria. Ofendissímos estamos com a sede no Nordeste, onde brasileiros morrem a míngua. Estarrecidos ficamos quando pelo terceiro ano consecutivo, assistimos a morte de outras dezenas de brasileiros nas enchentes do Rio de janeiro. Indignados. estamos com o ocorrido em  Santa Maria, cuja tragédia teve repercussão mundial. Explique-se. Calce a sandália da humildade, dobre-se. Vá a Santa Maria e desculpe-se. Caso não seja o proprietário, ainda assim desculpe-se por ser deputado e não ter tido competência ou ter permanecido tão ocupado com outros assuntos que não foi possível o cuidado com o povo que o elegeu. E que pela legislação pátria, é o verdadeira detentor de seu mandado. Açoite-se Deputado Pimenta, ao lembrar dos jovens que se foram, com certeza, muitos devem ser filhos de seus amigos. 

Nao cometa o erro escandaloso, de enfrentar uma população magoada, ferida e muito indignada. Lembre-se deputado não estamos sob o julgo do Direito Romano e não vejo nenhum César para que eu digamos AVE. Eu divulguei o questionamento. Não o inventei. Sou jornalista e comentei da mesma forma que vi comentários sobre o assunto em sites de jornalistas e cronistas renomados. V.Sa., vai processar todos? 

Partir para afronta ou quebra de braço é no mínimo estúpido. Se não sabe, aprenda a falar com o povo, o único ao qual V.Sa deve curvar-se. Poupemos dinheiro público, e pare de chorumelas e ameaças, uma vez que seus advogados é conta nossa também. Lembre-se deputado Pimenta, quando pensar em afrontar ou ameaçar a população com polícia e consequente processo, que não é, nunca foi e jamais será de bom tom (como gaúcho tenho certeza que esta lição lhe foi bem passada) um empregado ignorar ou enfrentar seu patrão. Reporte-se a quem paga seu salario e sustenta sua família com respeito, educação e gratidão. Abra esta boca e fale. Defenda-se. O papel de cinderela assustada, não lhe cai nada bem. Por favor, não emporcalhe mais, a cara no nosso Rio Grande. 

Quanto aos autores da nota, Revoltados On line, não os suporto. Sempre acreditei que não tinham credibilidade alguma. No entanto após ver estas pessoas em fotos, ao lado do Senador Sergio de Souza (PMDB-PR - suplente de Gleisi Hoffman) e com a ex corregedora Nacional de Justiça, Eliana Calmon, que posaram de “garotos propaganda” com estas pessoas, dei a mão á palmatória. Que eu discorde deles faz sentido. Nunca gostei das posturas, apologias e educação. No entanto, não faz sentido que V.Sa discorde e ameace estas pessoas. Muito menos duvide do que dizem ou escrevem. Quando o Senando Nacional e a Corregedoria Nacional de Justiça avalizam estas pessoas, estão dando TOTAL CREDIBILIDADE AO QUE DIZEM. . Se eles pariram Mateus, V.Sa. embale. 


Finalizando, meu desejo deputado, é que V.Sa tenha realmente a benção, de poder dormir o sono reparador. Que realmente os boatos não procedam, e desta forma, assim como eu, igualmente possa V.Sa , desfrutar o sono dos justos. Posso lhe afirmar com total veemência, que não existe uma só alma, que possa vir assombrar meu descanso. 


by ¨*Deise Mariani
* Jornalista e blogueira. por opção, Futura Filósofo por determinação,  Anarquista por vocação & Livre por  compreensão.

Comentários

Deise, não conhecia seu blog até poucos minutos atrás. Me sinto na pré-história do jornalismo. Não sou jornalista de "ofíco", mas por ter sido comunicador e radialista, não me cabe mais as corcovas do ex-engenheiro que desistiu de rezar à noite, para que as obras realizadas durante o dia, não caíssem. Escrevo diariamente em posts e comentérios de muitos amigos jornalistas que fiz ao longo do tempo. Sou um escritor medíocre, mas que (eventualmente) articula o vernáculo com alguma sagacidade. Fiquei apaixonado pelo seu blog. Me tornei instantaneamente fã, agora só me falta a carteirinha. Gilnei de Lima Duro.
Deise Brandão disse…
Obrigada Gilnei por colocações tão gentis. sinta-se a vontade para comentar e/ou mandar material. Qto a carteirinha... bem não deixa de ser uma idéia. Qdo estiver em prática eu te envio... Abç e bem vindo à minha casa. Aquela que ainda consigo manter inviolável.

Postagens mais visitadas