É noticia hoje


O Globo

Manchete: Ameaça iminente: Estado tem 36 mil pessoas em áreas de alto risco
Estudo revela que há pontos com perigo de deslizamento em 67 dos 92 municípios

Situação é mais critica nas cidades de Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Angra dos Reis e Niterói. Ocupação de encostas onde já houve desmoronamento é um dos principais problemas identificados.

O Estado do Rio tem áreas com alto risco de deslizamento de encostas em 67 dos seus 92 municípios e pelo menos 36 mil pessoas vivendo sob perigo iminente. É o que mostra um levantamento do Serviço Geológico do Estado, ligado à Secretaria estadual do Ambiente. Segundo o estudo, para que ocorram tragédias, não é preciso nem mesmo que as chuvas sejam mais intensas que a média histórica. Um dos problemas é que há um grande número de construções em encostas onde já ocorreram desmoronamentos. A situação é mais crítica em Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Angra dos Reis e Niterói, cada uma com mais de 200 pontos de risco. Em Xerém, Duque de Caxias, onde uma enxurrada na quinta-feira deixou mais de mil pessoas desalojadas e desabrigadas, moradores sofrem com a poeira levantada pela lama seca e, com medo de doenças, estão saindo às ruas com máscaras. (Págs. 1 e 7)

Oposição a Chávez apela a militares
Diante da defesa que a cúpula do chavismo vem fazendo de uma extensão do mandato do presidente Chávez, a Mesa da Unidade Democrática conclamou os militares a defender a Constituição da Venezuela, que prevê a posse no dia 10. Os chavistas alegam que a cerimônia é um formalismo, pois Chávez - em estado grave em Cuba — já é presidente. (Págs. 1 e 20)
Rejeição total a novo plano de Assad
Uma nova "proposta de paz" de Bashar al-Assad, da Síria, foi imediatamente rechaçada pela oposição e criticada por governos no exterior. (Págs. 1 e 21)

Atraso emperra projeto espacial
Depois de receber R$ 391,5 milhões da União e conviver com sucessivos atrasos, projeto comercial para lançar satélites a partir do Brasil corre risco de não se viabilizar. Governo busca saída “estratégica’'. (Págs. 1 e 3)
Mantega poderá ser convocado
Parlamentares da oposição vão chamar o ministro Mantega para esclarecer, no Congresso, manobras fiscais do governo para cumprir, em 2012, a meta de superávit. A maquiagem na contabilidade chegou a R$ 200 bi. (Págs. 1 e 17)

Na Copa, internet 4G sob ameaça
Problemas como instalação de 9.500 antenas e demora para conceder licenças ameaçam o início da Quarta Geração da Telefonia Móvel (4G), em abril, nas seis capitais da Copa das Confederações e nas cidades da Copa de 2014. (Págs. 1 e 14)
BRT: reparos feitos às pressas
A prefeitura começou no fim de semana a tapar buracos no BRT Transoeste. O prefeito Eduardo Paes disse que os problemas se devem à má qualidade do serviço e que pode obrigar a empreiteira Sanerio a refazer a pista. A empresa diz que foi obrigada a entregar a obra antes do tempo. (Págs. 1 e 9)

Inscrição do Sisu começam hoje. (Págs. 1 e 6)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: ‘Orçamento paralelo’ do governo federal chega a R$ 200 bilhões
Conta de restos a pagar indica ‘bagunça orçamentária’, segundo especialistas

Despesas do governo roladas de um ano para o outro, chamadas de restos a pagar, devem chegar a R$ 200 bilhões em 2013, segundo estimativa do portal Contas Abertas. Essas sobras cresceram tanto que são tratadas pelos especialistas como um orçamento paralelo do governo federal. Desde 2002, o valor desta conta foi multiplicado por dez. Para o economista Raul Velloso, especialista em contas públicas, o aumento é uma combinação de “dificuldades financeiras para acomodar gastos, inoperância dos ministérios e bagunça orçamentária”. (Págs. 1 e Economia B1)

BCs aliviam exigências para os bancos
Após uma longa disputa, os reguladores do sistema financeiro mundial decidiram dar um alívio para os bancos. Reunidos na Suíça, os representantes dos Bancos Centrais adiaram por quatro anos e afrouxaram as regras para os bancos elevarem suas reservas. As regras, conhecidas como Basiléia III, foram criadas para evitar novas crises financeiras como a de 2008. (Págs. 1 e Economia B4)
Assad rompe silêncio e pede ‘guerra a traidores’
O ditador da Síria, Bashar Assad, rompeu ontem seis meses de silêncio e voltou a falar numa transição negociada com opositores “que não traíram a nação”. Assad propôs uma reforma da Constituição e eleições. Líderes da oposição recusaram o plano. “A iniciativa é excelente e só falta um aspecto crucial: que ele renuncie”, afirmou Kamal Labwani, da Coalização Nacional Síria. (Págs. 1 e Internacional A9)


Diário de prisão detalha relação de Vieira com Rose
Em diário escrito nos sete dias de cárcere, o ex-diretor da ANA Paulo Vieira diz como pretende rebater acusações contra ele e descreve amizade com ex-assessora da Presidência. (Págs. 1 e Nacional A4)
No meio do fogo cruzado
Enéas Pestana, presidente do Grupo Pão de Açúcar, conta como administra a empresa, em meio à disputa travada há um ano e sete meses entre os sócios Jean Charles Naouri, do Casino, e o empresário Abílio Diniz. (Págs. 1 e Negócios)

UFRF descobre elo de Alzheimer e depressão
Cientistas da UFRJ descobriram o mecanismo responsável pela associação entre Alzheimer e depressão. O uso de antidepressivo no início da demência será estudado. (Págs. 1 e Vida A11)
Fim das férias
A presidente Dilma Rousseff circulou pela Baia de Todos os Santos com o governador da Bahia, Jaques Wagner. (Págs. 1 e Nacional A7)

Venezuela deve enfrentar impasse constitucional (Págs. 1 e Internacional A8)

Duque de Caxias demolirá 150 casas em área de risco. (Págs. 1 e Cidades C3)

José Roberto de Toledo: Chavismo, lulismo e El Cid
Ambos lideraram movimentos populares, mas quão duradouros? Por vias diversas, os legados de Chávez e Lula estão à prova. (Págs. 1 e Nacional A6)
Notas & Informações: Mais um ano de inflação
A presidente e sua equipe tratarão a alta de preços como assunto secundário, como até agora. (Págs. 1 e A3)

Nicholas D. Kristof: O que muda na China
Favorece o novo líder, Xi Jinping, o fato de seu antecessor não ter correspondido à expectativa. A urgência de mudança é muito grande (págs. 1, Visão Global e A10)
------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: O fim do jeitinho para entrar na universidade
Resolução do Conselho de Educação do DF veta a conclusão antecipada do ensino médio com o objetivo de matricular alunos em faculdades antes do término do curso regular. A prática tornou-se comum em Brasília. Desde 2011, 900 estudantes aprovados no vestibular sem terem concluído o segundo grau ingressaram na Justiça pelo direito de assumirem a vaga. Sindicato das escolas particulares afirma que as instituições privadas também vão seguir a determinação. (Págs. 1 e 17)
A ferrovia que não saiu do papel
Falhas técnicas na elaboração e na execução do projeto, desvios de recursos públicos e abandono marcam a história da Ferrovia Norte-Sul, tema da segunda reportagem da série “O Brasil fora dos trilhos”. Iniciada há 25 anos, a via férrea que ligaria o Maranhão a São Paulo nunca foi concluída. O adiamento interminável da obra preocupa empresários e especialistas, pois a chegada dos trens estimularia o desenvolvimento econômico. (Págs. 1, 7 e 8)
A boa vida do bicheiro
Nas redes sociais, internautas interpretaram como “escárnio” a lua de mel do contraventor Carlinhos Cachoeira e de sua mulher, Andressa Mendonça, num resort de luxo, na Península de Maraú (BA). Apesar dos processos na Justiça, Cachoeira pode viajar dentro do Brasil. (Págs. 1 e 5)
Estão abertas as inscrições para as vagas do Sisu. (Págs. 1 e 6)

Fotolegenda: Desafio à lei seca no Lago Paranoá
Apesar do anúncio de uma punição mais rigorosa, os pilotos de lanchas continuam desrespeitando as leis. Na tarde de ontem, a reportagem do Correio flagrou um homem bebendo cerveja enquanto conduzia uma pequena embarcação. Frequentadores do lago afirmam que é comum avistarem usuários que misturam bebidas alcoólicas e direção. (Págs 1 e 19)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico

Manchete: Desafio da Petrobrás em 2013 é conter a queda na produção
O grande desafio da Petrobras neste ano é tentar conter a queda na produção de petróleo. Uma produção menor significa maiores dificuldades para transformar os pesados investimentos da companhia em receitas. Segundo cálculos de especialistas, a estatal pode ter registrado no ano passado a terceira queda de produção em seus 59 anos de existência.

A primeira aconteceu em 1990, durante o governo de Fernando Collor, e a segunda em 2004, quando a companhia produziu 3% menos que no ano anterior. Apesar de ter registrado um aumento de 1,5% na produção em novembro, a Petrobras deve encerrar 2012 e passar todo o ano de 2013 sem nenhuma grande alteração nos volume de produção pelo terceiro ano consecutivo. Até novembro, a produção de 2012 estava em 1,968 milhões de barris diários, 2,3% abaixo dos 2,021 milhões de barris registrados em 2011. (Págs. 1 e B1)

Ibama perto de liberar linhões da Região Norte
Os dois maiores empreendimentos de linhas de transmissão em construção no país estão prestes a receber as licenças ambientais de operação, o que permitirá o início de atividade das redes. Até junho, o Ibama vai liberar a licença do chamado “linhão do Madeira”, de quase 2.400 quilômetros, que liga as usinas de Santo Antônio e Jirau, em Rondônia, até Araraquara, em São Paulo. A segunda obra é a linha de transmissão Tucuruí/Macapá/Manaus, de aproximadamente 1.800 km. Os prazos para liberar a operação dos projetos foram confirmados pelo coordenador de infraestrutura de energia elétrica do Ibama, Thomaz Miazaki de Toledo. “Esses dois linhões estão entre as nossas prioridades neste início do ano. Trabalhamos para que os dois projetos recebam a licença de operação ainda neste semestre”, disse. (Págs. 1 e A4)
Candidato a presidente sob suspeita
Favorito para vencer as eleições presidenciais no Paraguai, em abril, o empresário Horacio Cartes, de 56 anos, do Partido Colorado, dedica boa parte de suas entrevistas e de sua propaganda para tentar convencer os eleitores de que não é um narcotraficante, contrabandista, doleiro e nem está envolvido em lavagem de dinheiro.
Cartes filiou-se ao partido apenas em 2009. Seu poder, como dono de um conglomerado de 26 empresas e cartola do clube de futebol campeão de 2012 no Paraguai, o Libertad, se tornou a credencial para sua candidatura. Ele atribui a adversários dentro de seu próprio partido as acusações que o mantém na defensiva. (Págs. 1 e A11)

Investimentos em PE favorecem candidatura de Eduardo Campos
Uma das prováveis bandeiras do governador Eduardo Campos (PSB), se for candidato à Presidência da República em 2014, é o portfólio de investimentos que o Estado de Pernambuco conseguiu atrair durante sua administração. Campos soube aproveitar esse movimento e construiu uma sólida relação com o empresariado, o que poderá lhe render um poder de fogo importante no futuro.

O outro lado dessa moeda é a dificuldade que a situação cria para um rompimento da aliança de seu partido com o governo federal para o lançamento de sua candidatura. Uma parte significativa dos grandes investimentos que desembarcaram em Pernambuco nos últimos anos teve participação petista, sobretudo durante o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. (Págs. 1 e A10)

O marketing do fundo garantidor
Cientes do impacto negativo para o segmento dos recentes problemas como o Cruzeiro do Sul, bancos médios e corretoras estão usando um instrumento de marketing inusual: a garantia oferecida pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC). A mensagem que os bancos médios querem passar às pessoas físicas é que o risco de suas instituições pode ser igual ao das grandes, graças ao seguro do FGC, se o investidor aplicar até R$ 70 mil em Certificados de Depósitos Bancários (CDBs). (Págs. 1 e C1)
Tecnologia leva petroleiras cada vez mais fundo
Equipada com uma nova geração de tecnologias digitais, a Noble Bully 1 — um monstro de 30.270 toneladas, do tamanho de dois campos de futebol — pode guiar uma broca de 21,5 polegadas a milhares de metros abaixo da superfície do oceano para o centro de um alvo com um metro quadrado. A nova plataforma de perfuração desenvolvido pela Shell é parte de uma revolução tecnológica que está impulsionando o boom de petróleo e gás da América do Norte, aumentando a independência energética do continente. (Págs. 1 e B3)

Desafio de Maduro é convencer Venezuela que pode levar revolução adiante. (Págs. 1 e A11)

Abilio Diniz diversifica
O ex-controlador do Pão de Açúcar, Abilio Diniz, investiu R$ 155 milhões obtidos na venda de ações para o sócio Casino. Cerca de RS 60 milhões foram aplicados na BRF-Brasil Foods; e o restante dividido entre o setor financeiro e energia alternativa. (Págs. 1 e B4)
Zamin foca negócios no Brasil
O Brasil é a chave nos planos de expansão da mineradora suíça Zamin Ferrous, diz seu fundador, o indiano Pramod Agarwal, que na semana passada comprou a mina Amapá, no norte do país. (Págs. 1 e B7)
Corr Plastik constrói fábrica
A Corr Plastik, produtora de tubos e conexões, de Cabreúva (SP), vai construir uma fábrica no Centro-Oeste, provavelmente em Goiás. A empresa ainda não definiu o município que receberá o investimento. (Págs. 1 e B7)
China comanda o algodão
Maior consumidora de algodão e com estoque de 10 milhões de toneladas da pluma, a China ditará o comportamento do mercado e os preços devem ser cair para ainda mais perto das médias históricas. (Págs. 1 e B10)

BB assume a ponta em CDBs
Em seis anos, o Banco do Brasil pulou da 5ª posição para a liderança no ranking dos maiores emissões de depósitos a prazo, com 23,2% da captação total com Certificados de Depósitos Bancários (CDBs). (Págs. 1 e C1)

Cresce ganho com emissão de dívida
Emissões de renda fixa foram a alternativa dos bancos de investimentos para compensar parte da queda de receita com ofertas de ações e fusões e aquisições. O ganho com emissões de dívida aumentou 69,7% no ano passado, para US$ 282,09 milhões. (Págs. 1 e C10)

Fundos de inflação lideram ganhos
Apesar da queda dos juros, não foi a renda variável que ocupou o topo da rentabilidade na indústria de fundos em 2012. 0 destaque foram os chamados “renda fixa índices”, com ganho médio de 21,7%. Mas os retornos não devem ser tão expressivos neste ano. (Págs. 1 e D1)
Caçada no ninhal
Antes praticamente restrita a bancos e consultorias, a busca de talentos em escolas de negócios estrangeiras toma-se uma prática cada vez mais comum em empresas de outros segmentos no Brasil, como a TAM e o laboratório Sanofi. (Págs. 1 e D3)
Gustavo Loyola
Não há mais uma idéia clara das prioridades da gestão macroeconômica, o que pode levar à retração do investimento. (Págs. 1 e A13)

Jean-Pierre Lehmann
Mais que o Oriente Médio, o Extremo Oriente pode se tornar o ponto geopolítico mais conturbado do planeta. (Págs. 1 e A13)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: A Pampulha sem o brilho da Copa
Obras ainda não chegaram a vias importantes da região e estão paralisadas no Mineirinho

Enquando o Mineirão desponta revigorado, pronto para fazer da Pampulha o epicentro das copas das Confederações e do Mundo em Minas Gerais, seu vizinho Mineirinho padece do abandono. Como espécie de “primo pobre”, o ginásio está com as obras de restauração suspensas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e o que se vê no seu entorno são máquinas paradas, terra revolvida e lixo.
Em ruas pelos bairros da região, o cenário é parecido, com calçadas esburacadas e asfalto em péssimas condições. Moradores temem piora com o aumento do fluxo de pessoas e veículos durante as competições esportivas. Eles aguardam intervenções capazes de reduzir o impacto dos jogos, que devem atrair 540 mil turistas a BH no ano que vem, segundo a Secretaria de Estado Extradorinária da Copa do Mundo (Secopa). (Pág. 1 e 18)

Escárnio: boa vida de Cachoeira cai na rede
Internautas se indignaram com as fotos do bicheiro Carlinhos Cachoeira, flagrado num resort ao lado da mulher, Andressa. Condenado a 39 anos e oito meses de prisão, mas beneficiado por hábeas corpus, ele curte lua de mel no sul da Bahia. (Págs. 1 e 5)


Expansão dos supermercados do interior
Redes mineiras que atuam fora de Belo Horizonte investirão este ano R$ 270 milhões na abertura de 39 lojas. Em 2012, elas faturaram quase R$ 10 bilhões, cerca de 70% das vendas do setor no estado. (Págs. 1 e 10)

Consumidor: Dá para ganhar dinheiro com viagem ao exterior. (Págs. 1 e 12)

Saúde: Desvendada ação de gene que leva ao alcoolismo. (Págs. 1 e 24)

Faculdade: Mensalidades na capital sobem até 15,72% em um ano
Levantamento em Belo Horizonte constata alta quase duas vezes acima da inflação. (Págs. 1 e 12)

Vestibular: Sistema de seleção unificada está com inscrições abertas
São 129 mil vagas em universidades públicas para candidatos que fizeram o Enem. (Págs. 1 e 19)

Prostituição no caminho dos jogos
A exemplo do que fez a Alemanha, projeto quer legalizar a atividade no Brasil para evitar abusos durante a Copa com a vinda de turistas estrangeiros. (Págs 1 e 7)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Calçada sem trato vai pesar no bolso
PCR tem projeto para fazer manutenção dos passeios públicos, obrigação dos proprietários, e cobrar pelo serviço com acréscimo no IPTU. População poderá fiscalizar a gestão pela internet. (Págs. 1, 3 e 9)
Concursos com melhores salários (Págs. 1)

Al-Assad se recusa a deixar o poder e oferece diálogo. (Págs. 1 e 5)

Produtividade da Petrobras cai com privilégio ao pré-sal (Págs. 1)

Inscrições para o Sisu começam hoje pela internet (Págs. 1)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Usuário sofre para acessar internet 3G no Litoral Norte
Teste ZH em quatro praias comprova que metade das operadoras tem conexão ruim. Baixo investimento em rede e aumento de consumidores estão na origem do problema. (Págs. 1, 4 e 5)
Os gastos do seu deputado em viagens
Valor de diárias na Assembléia chegou a R$ 1,1 milhão em 2012, cerca de R$ 300 mil a menos do que no ano anterior. (Págs. 1 e 6)
Após o juro, governo quer baixar tarifas
Alta no preço de serviços, como saques, está na mira do Planalto, que exige mais transparência. (Págs. 1 e 14)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Óleo e gás, infraestrutura e varejo vão alavancar a economia este ano
Depois do resultado modesto de 2012, os economistas apostam em melhor desempenho do PIB, com base nas concessões públicas, na exploração de petróleo e na renda das famílias. Na agricultura, os destaques são café, milho e fertilizantes. (Págs. 1 e P8)
Congresso terá pauta polêmica no fim do recesso
Além da eleição das novas mesas do Senado e da Câmara, estão na fila de votações temas essenciais como os royalties, o Orçamento e o fim do fator previdenciário. (Págs. 1 e P10)
Governo quer ampliar vendas para os Brics
Hoje, a pauta de exportações está concentrada em matérias-primas, mas o objetivo do MDIC é incluir no comércio itens industrializados, de valor agregado, como aviões. (Págs. 1 e P11)
Empresa média vai manter o brilho na bolsa
Com o crescimento no consumo interno, analistas acreditam que, assim como aconteceu em 2012, as “small caps” serão o destaque nos pregões neste ano. (Págs. 1 e P30)

Termelétrica se queixa de limites para expansão
Embora as empresas estejam operando a pleno vapor, executivos do setor dizem que acesso difícil à matéria-prima inibe investimentos em novas usinas. (Págs. 1 e 18)
“O Brasil não pode ser xiita e fechar mercado”
Laércio Cosentino, fundador da Totvs, maior empresa brasileira de softwares, diz que nem toda tecnologia pode ser desenvolvida aqui e cobra investimentos do governo na qualificação de mão de obra. (Págs. 1 e 4)

Air France – KLM mais perto de assumir Alitalia
A companhia franco-holandesa está em negociações “avançadas” para controlar a Alitalia. A Air France-KLM já tem 25% das ações da aérea italiana. (Págs. 1 e 23)

Voltou a andar
Ás vésperas da Couromoda, calçadistas confiam na reposição de estoques no varejo para retomar crescimento. (Págs. 1 e 22)

by http://clipping.radiobras.gov.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

PALETES E CAIXOTES DE MADEIRA NA SUA CASA JÁ!

Reencarnação e Alma dos Animais por Chico Xavier

A flor mais rara do mundo