sábado, 28 de julho de 2012

O eterno, Carlos que amava Dora, que amava Rita, que amava Paulo que amava...

"Registra-se que o ministro Paulo Bernardo, das Comunicações, é marido da bonita senadora Gleisi Hoffmann, a ministra chefe da Casa Civil.  Registra-se que o secretário geral da Presidência, Gilberto Carvalho, é irmão de Miriam Belchior, a ministra do Planejamento, que foi casada com Celso Daniel, o assassinado ex-prefeito de Santo André.  Registra-se que a doutora Elizabete Sato, delegada nomeada para investigar o tal assassinato, é tia de Marcelo Sato, marido de Lurian Cordeiro da Silva, filha do ex-presidente Luiz Inácio da Silva. Sim, aquela do escândalo arquitetado por Fernando Collor na campanha eleitoral de 1989.  Registra-se que Marcelo Sato é o titular de uma empresa de assessoria que presta serviços ao federalizado Banco do Estado de Santa Catarina, presidido pelo marido da senadora Ideli Salvati, e tem como diretor Jorge Lorenzetti, o churrasqueiro oficial do então presidente Luiz Inácio da Silva e um dos protagonistas do escândalo da compra de dossiês.  Fica registrado, pois, nestas poucas e suficientes linhas, o entrelaçamento de apaniguados e parentes em apertados laços de família." 
AGORA DESENHANDO!!!
POUCA GENTE SABE DISSO:
VAMOS ESCLARECER... ACREDITE SE QUISER!
O PAULO BERNARDO
- MINISTRO DAS COMUNICAÇÕES -

É MARIDO DA SENADORA
GLEISI HOFFMANN
 - CHEFE DA CASA CIVIL. - 
O GILBERTO CARVALHO
"SECRETÁRIO GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA" 
É IRMÃO DA 
MIRIAN BELCHIOR
MINISTRA DO PLANEJAMENTO
ESSA MIRIAN BELCHIOR 
JÁ FOI CASADA COM 
O CELSO DANIEL
EX-PREFEITO DE SANTO ANDRÉ, 
QUE MORREU ASSASSINADO. 
VOCÊ SABIA 
E NÃO CONTOU PRA NINGUÉM? QUE A DOUTORA 
ELIZABETE SATO
DELEGADA DA DIVISÃO DE HOMICÍDIOS 
que foi escalada para investigar 
o processo sobre o assassinato 
do Prefeito de Santo André, 
CELSO DANIEL, 
é tia de MARCELO SATO.
E MARIDO DA LURIAN DA SILVA
que, apenas por coincidência,  é filha do ex-presidente 
LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA.
Exatamente:  MARCELO SATO, 
O genro do ex presidente da República,  é sobrinho da Delegada ELIZABETE SATO, 
Titular do 78º DP,  que demorou séculos para concluir  que o caso CELSO DANIEL foi um "CRIME COMUM, sem motivação política.
Também, apenas por coincidência,  MARCELO  SATO  é dono de uma empresa de assessoria, que presta serviços ao  BESC - Banco de Santa Catarina (federalizado), no qual é dirigente 
JORGE  LORENZETTI
(CHURRASQUEIRO OFICIAL 
DO PRESIDENTE LULA)
e um dos petistas envolvidos  no escândalo da compra de DOSSIÊS)
E ainda, por outra incrível coincidência, 
O marido da senadora 
IDELI  SALVATTI  (PT).
É O PRESIDENTE DO BESC.
CONCLUSÃO:
"O POVO ESTÁ DORMINDO. 
NÓS ESTAMOS ACORDADOS. 
NÓS COMPANHEIROS DA INTERNET
SOMOS VERDADERAMENTE UNIDOS,
PARA FAZER O QUE NUNCA ANTES 
FOI FEITO NESSE PAÍS:
"OU A CORRUPÇÃO PARA, 
OU NÓS PARAMOS O BRASIL!"

Será que isso tudo é verdade?
by blog do Mourão 

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Big monthly stipend (Mensalão) na revista The Economist. É a quadrilha do PT nas manchetes internacionais. É os Petralhas sendo Noticia Internacional... Enfim minha recompensa. by Deise


by DtheEconomist, 
uma das mais prestigiadas revista do mundo


A reputação Sleazy historicamente tem sido impedimento pouco para uma longa carreira na política brasileira. Fernando Collor, ex-presidente cassado em 1992 e considerado culpado de corrupção durante seu mandato, está de volta ao Senado. Paulo Maluf, que foi acusado nos Estados Unidos com o roubo relacionado a um esquema de propina durante seus mandatos como governador e prefeito de São Paulo, é agora um congressista. Permissão do Congresso é necessária para ministros e parlamentares a serem investigados por crimes cometidos no cargo, e apenas o Supremo Tribunal pode experimentá-los. Isso permite que os políticos fugir com o assassinato, às vezes literalmente. Arnon de Mello, senador (e pai Sr. Collor) disparou e matou outro político no Senado em 1963, mas nunca foi julgado.

Neste contexto, o julgamento, previsto para começar em 02 de agosto, das 38 pessoas acusadas de envolvimento no escândalo de corrupção do Brasil o maior dos últimos anos é uma raridade. A acusação central do " mensalão "(grande pagamento mensal) caso é que, após a chegada ao poder em 2003, o Partido dos Trabalhadores (PT) desviou dinheiro dos orçamentos de publicidade e de pensões de empresas estatais para pagar os legisladores de partidos aliados, em troca de seu apoio. As alegações vieram à tona em 2005, eo Supremo Tribunal Federal assumiu o caso em 2007. Só agora é que os juízes prontos para experimentá-lo.

Nesta secção
» Justiça atrasada
Cowboys e índios
Nossa cidade
Reprints
Tópicos relacionados
A corrupção política
Política
Brasil
Governo e política
A política mundial
Os acusados enfrentam uma série de acusações, incluindo corrupção, formação de quadrilha, peculato, lavagem de dinheiro e uso indevido de fundos públicos. Alguns admitem que ajudou a financiar os partidos políticos fora dos livros, o que é ilegal, mas comum no Brasil. Outros negam qualquer papel nos pagamentos ilícitos.

Basta ouvir as acusações, provas e demonstrações vai demorar meses. O processo pode ser amarrado para fora mais: alguns advogados dos réus argumentam que provavelmente vai tentar os seus clientes no Supremo Tribunal nega o seu direito constitucional de recorrer de qualquer sentença condenatória. (Apenas alguns poucos réus ocuparam cargos de alta, mas a Suprema Corte vai julgá-los todos juntos, uma vez que as acusações estão interligados.)

Tal manobra legal poderia empurrar muitos dos crimes do passado estatuto penal do Brasil-friendly de limitações. Os réus poucos ainda ativos dentro do PT também pode querer adiar o veredicto até depois das eleições municipais ainda este ano, para não ferir quaisquer convicções do partido em corridas apertadas.

A consequência política do mensalão julgamento provavelmente será modesto. O escândalo desfiado pedido do PT para representar um novo, a política mais limpas, e os brasileiros dizem em pesquisas que desaprovam corrupção. No entanto, diz Alberto Almeida, do Instituto Análise, uma consultoria política, eles também assumem que a maioria dos políticos são sujo e, portanto, ignorar mesmo enxerto flagrante quando eles votam. Luiz Inácio Lula da Silva, o presidente quando ocorreram os pagamentos, foi reeleito um ano após a notícia. Ele era popular para melhorar a vida dos pobres, não para uma cruzada contra a corrupção, e nem seus amigos nem seus inimigos são susceptíveis de mudar suas opiniões com base nas mensalão veredictos.

O sucessor escolhido por Lula, Dilma Rousseff, é ainda menos propensos a sofrer dano político. Nenhum dos réus no processo está próximo a ela. E por demitir uma série de ministros acusados de corrupção no início de seu mandato, ela se amplamente protegidos da ameaça de mácula por associação.

Em vez disso, o principal efeito do julgamento será a desbastar a cultura do Brasil de impunidade para os poderosos. Os políticos utilizam regularmente a sua imunidade para bloquear investigações envolvendo seus aliados. Malfeitores Outros permanecer livre enquanto seus advogados astutos montar recurso após recurso. Antônio Pimenta Neves, jornalista condenado em 2006 de matar sua ex-namorada em 2000, apelou todo o caminho para o Supremo Tribunal e foi preso no ano passado.

Abolir tais táticas exige reformas ambiciosas, que provavelmente no futuro próximo. Sem eles, os esforços para limpar o governo deve trabalhar dentro do quadro jurídico existente. Que o mensalão caso veio mesmo a julgamento é o progresso: prisão por políticos corruptos ainda pode ser improvável, mas já não é impensável.

Enquanto isso, uma maior transparência sobre os gastos públicos está a fazer o roubo do tesouro mais difícil. Organismos reguladores fortes pode encerrar projetos do governo, se suspeitarem orçamentos foram preenchidos (embora essas garantias podem ser ignorados em situações supostamente urgentes, como a construção de estádios para a Copa de 2014). Uma lei de liberdade de informação nova deve tornar mais difícil para os políticos a encher a folha de pagamento do público com os seus amigos. "A boa notícia", diz João Castro Neves, do Eurasia Group, uma consultoria ", é que para ser corrupto no Brasil você precisa ser mais criativo agora do que dez ou 15 anos atrás."

terça-feira, 24 de julho de 2012

O Lulismo e a Censura (Poema)


O Lulismo e a Censura

(Poema para o Presidente LULA)

A liberdade de expressão sangra!
Está literalmente em risco de vida
A facada – quase fatal – emigra
Do Nordeste e fere a mãe querida

Ó, ingrato filho, dei-te o leite das Liberdades
Fiz de ti o primogênito da Democracia
Agora feito Vulcano cravas-me sem dignidade
Os ferros agora presentes em tua lulocracia

Prendendo-me às rochas da ignomínia
Pretendes-me excluir da sociedade
Jamais imaginei, Ó filho ingrato, serdes
Capaz de procederdes em tamanha maldade

Neste teu vulgar pedido contra as Liberdades
Deixaste claro o quanto e tanto de vulgaridades
Residem no teu espírito demoníaco de cordeiro
Enclausurado na sacristia d’um governo vil

Abandonastes a mecânica dos nobres ideais
Transformastes o corpo na máquina dos cardeais
Vitupérios que sangram a livre expressão
- Mesmo a expressão d’um mercado de opressão –

Ó filho das minhas entranhas democráticas
Esquecestes a paixão pelas Liberdades
Amas agora a deusa das iniqüidades
Por ela pedes que se esqueçam as verdades

Por ela Ó filho das minhas Liberdades
Tomas o cetro do divino Stalin e
Impõe num mágico pedido deblaterativo
Teu mais puro horror das pudicas obviedades

Quanta desgraça! Quanta ironia!
Jamais imaginara nos teus braços – um dia –
Acabar em estádio de miserável agonia
Eu – a Liberdade – que por ti morreria 

domingo, 22 de julho de 2012

AGÊNCIA - NOTÍCIAS CIDADÃ: Fagulhas da Ilha


APRESENTAÇÃO

O projeto tratará de ir ao encontro da comunidade, o foco do projeto está na diversidade das realidades dos bairros e localidades, seus problemas e atividades, na exposição os modos como estão a se dá a vida pública da comunidade de São Luís, à priori, à procura de soluções e sugestões efetivas. Encontrá-la e ouvi-la e, a partir das denúncias de abusos aos direitos constitucionais e humanos, visa-se transformar os frutos deste contato em produtos culturais da comunicação (matérias, reportagens, peças de publicidade, vídeos reportagens). Aliando além das fontes da própria sociedade, comunidades a se integrarem num coletivo único, em um processo que visa transformar as sociedades contando com a comunicação como aliada, ter nos problemas enfrentados, matéria prima de nossas produções que impedem seu desenvolvimento e emancipação. Por “uma política mundial de livre acesso dos agentes culturais da comunicação às fontes de informação, sem o que a liberdade de conhecimento e expressão não passará de letra morta nos códigos internacionais” (BELTRÃO & QUIRINO. 1918 – Summus, 1986. P. 19). Realizar-se-á pautas a partir das localidades (bairros) para registrar o ponto de vista não apenas de estudantes e seus trabalhos acadêmicos, mas o ponto de vista da sociedade em geral, utilizada enquanto fonte das informações, mais especificamente as famílias como foco, com ênfase a estes núcleos sociais: Famílias ludovicenses, seus aspectos e visões peculiares. Consiste a idéia central do projeto o estudo do contexto social em si, utilizando-se da observação participante, conceito antropológico, para as nossas atividades jornalísticas e cidadãs, tendo em vista levar o direito e a voz, e espaço às comunidades (famílias, associações, bairros, etc). Enquanto iniciativas interdependentes, as propostas são a criação de uma Agência para promover pesquisas e trabalhos comunitários na área da Comunicação Social, em ambiente /espaço on-line de divulgação (sítio eletrônico); dada a carência observada de iniciativas em Comunicação social além de suporte jurídico e sobre desenvolvimento sustentável, na formação de um coletivo complexo, coeso e consciente.

Amparados nos respaldos constitucionais federais dos artigos e incisos: 218 – 224, são eles, da Ciência e Tecnologia e da Comunicação Social, e também na lei de nº. 10.973 de 2 dezembro de 2004, que estabelecem medidas de incentivo à inovação e à pesquisa científica e tecnológica no ambiente produtivo, com vistas à capacitação e ao alcance da autonomia tecnológica e ao desenvolvimento cientifico e industrial, da Comunicação social do País, em nosso caso em nível regional, à priori.

PROBLEMATIZAÇÃO

Quanto à construção do próprio homem social/político e de suas instituições de vida e trabalho social, este projeto propõe contribuir à sociedade de modo geral, na mutação dos costumes na realidade, proporcionando interação entre produtores e receptores das produções comunicacionais, também da capacitação/formação de profissionais e consequentemente formulem-se posteriores respostas em comunicação social para o desenvolvimento da sociedade ludovicense.

A massa é atingida em seus lares pelas notícias dos telejornais e outras mídias publicitárias diariamente. Ao sair das instituições de formação de ensino superior, os estudantes estarão prontos enquanto formadores de opiniões, prontos para alimentar esta massa local, sem o contato direto com a mesma população?

Como o estudo de casos (famílias) o apoio jurídico e campanhas ambientais em São Luís, irão contribuir para o entendimento da atual realidade e situação da comunicação social brasileira, e ainda, como irão contribuir no crescimento do discernimento da/na sociedade como um todo?

OBJETIVO DO PROJETO AGÊNCIA DE NOTÍCIAS CIDADÃ "A FAGULHINHA"

O objetivo primeiro do projeto é trabalhar a possibilidade de um renovo à sociedade de São Luís, com trabalhos que priorizem a ampliação do contato do público com os reprodutores (nosso grupo), a partir da construção de um enfoque nas famílias ludovicenses, com a produção de matérias e pautas (pesquisas) que abordem as problemáticas cotidianas da cidade pelos prismas das sociedades (famílias), através de questionários (entrevistas familiares), objetivas e relacionadas à visão do estudante concatenando as realidades do ambiente de aprendizado (salas de aula) com o mundo externo (os bairros), com vistas a construir uma interpretação da realidade social como um todo, de nossa cidade, no momento agora, contribuindo desta maneira no desenvolvimento tanto da sociedade quanto da própria área (comunicação social).

3.1 ESPECÍFICOS

A priori, dar enfoque as famílias, visa-se fortalecer as estruturas mesmas da sociedade primeiras, que são elas;
Servir de fontes aos trabalhos presentes e futuros da instituição e, por conseguinte ao curso de Comunicação Social e demais áreas, funcionando cada estudante um olho, um agente, deflagrando as formas como as coisas sociais estão se dando em seu bairro, utilizando-se desse modo, da observação participante.
Em específico, com a reunião das produções textuais, na montagem de uma agência de notícia online, tornar-se fonte de notícias em rede (internet), denúncias e matérias a respeito de nossa região, buscando os relevos dos fatos que noticiáveis e, no entanto passam à distância da grande mídia, acontecidos relativos à capital do Maranhão, concedendo e recebendo material mutuamente aos demais meios de Comunicação social.

4. PROPOSTA DE FORMATO

O potencial da rede mundial de computadores é uma realidade pra muitos, aproveitar-se deste potencial é um dos objetivos do formato deste projeto, levando esta realidade à população da cidade. Formato este de Agência, que visa revolucionar o nicho do jornalismo local, por não se destinar apenas ao trivial das agências, mas pretende ir à busca de notícias e soluções às questões noticiadas. Fazendo de cada cidadão e família, uma fonte. Outro diferencial a que se propõe este formato de Agência é a realização de campanhas publicitárias que visem à conscientização e consequente sensibilização das mesmas comunidades no que concerne a desenvolvimento sustentável, e ainda a intermediação entre população e poder público, possibilitando o acesso à informação.

Fazer com que sejam notáveis os direitos humanos, os invioláveis e todos os outros. Propomos o projeto que agrega comunicação, apoio jurídico e sustentabilidade através de campanhas publicitárias, denúncias transformadas em matérias e eventual cobrança de direitos dos cidadãos, junto a órgãos competentes percebendo os dois lados da realidade das cidades, Povos e Estados/Governos. E também este formato se justifica por constituir-se numa fonte a mais aos estudos socioculturais desenvolvidos na cidade, de fato, numa tentativa de entendimento do coletivo (realidade brasileira regional), buscar-se-á uma compreensão da real conjuntura do país, a partir desta amostra regional, bairros de São Luís.

Os conceitos: contribuição mútua, jornalismo cidadão e observação participante, em conjunto darão formas ao projeto, junto às parcerias que se farão.

BENEFÍCIOS ESPERADOS

A visão que norteia este projeto é a de desenvolver um trabalho inovador, que possa desenvolver a sociedade da Ilha do Maranhão, através das atividades que seguirão descritas, e a formação de agentes (fagulhas), serão possíveis como se perceberá no plano de ação e no orçamento, que se anexará neste exposto projeto.

Através de nossas atividades permanentes e em contato com outras instituições sérias na busca de uma atividade comunicacional efetiva, através de oficinas à priori, na comunidade, e em seguida com a instalação de postos (Um tablet e um agente cultural - “Fagulhas, um fagulha”) localizados no bairro, com pessoal (voluntariado); cabe perceber no momento, em defesa e na busca do desenvolvimento da comunicação social, de sociedade e de profissionais liberais, agentes culturais da comunicação, livres de diplomas, dispostos na construção de uma nova realidade para a cidade/patrimônio da humanidade, capital da cultura brasileira e latino americana.

Esperamos com estes trabalhos (Não só a alimentação do site da Agência FAGULHAS, e o estabelecimento de contato com a população na apuração e investigação dos eventos, e acontecimentos, que incomodam e que lhe dão satisfação; também através de campanhas de sustentabilidade, importâncias da Reciclagem, etc.). Ainda mais, pretende-se até por tratar de cidadania, o projeto, a referência das prováveis parcerias, na organização de eventos de cidadania (marchas e petições abaixo assinadas), com respaldo jurídico, com instituições jurídicas como OAB, Ministério Público, entre outras. Em um processo de cimentar as relações das populações (bairristas) na execução das políticas e jurisprudências, como lhes são de direito, através da comunicação social, e seus diversos produtos gráficos áudio e visuais, multimidiaticos e a sua devida exposição possibilitada na/pela rede mundial de computadores.

RECURSOS NECESSÁRIOS PARA EXECUÇÃO E ASPECTOS TÉCNICOS

Os principais recursos, os mais necessários são os recursos humanos, tanto os que serão agentes como as famílias ademais (comunidades).
Quanto aos recursos materiais será basicamente, um tablet e a garantia de serviço de acesso à rede, claro.
Os aspectos técnicos se darão com oficinas nas comunidades durante 2 (dois meses) da execução do projeto, quando da definição dos dez pontos (bairros/cidades) na Ilha do Maranhão. Em cada ponto teremos um tablet com acesso à internet, à disposição, para captação de informações, fotos e vídeos. Base para as produções. Os estudos que serão realizados com as famílias em especial se darão sob a forma de pesquisas/entrevistas a respeito de suas perspectivas, no tocante às questões que as envolvem direta e indiretamente, de modo a render desse contato interativo imediato gerar produções mediadas em arquivos, o aumento da sensibilidade em geral, da sociedade para com a comunicação social. Visam-se também ações integradas na busca de direcionamentos entre os integrantes, que auxiliem a mudança das mesmas posturas, gerando trabalhos amparados com inclusão e responsabilidade social, e nas relevâncias feitas pelos mesmos, a partir da execução do projeto, tecer um exemplo de jornalismo comprometido com a coletividade brasileira, assegurando o direito ao acesso a informações.

Enfim, visando desempenhar a função de formadores de opinião, é importante que se encontrem as fontes primárias, e com elas sim, estaremos diante dos problemas de verdade, participando de modo mais incisivo nos bairros, mostrando a percepção das comunidades, das demandas sociais, onde a conjuntura real é observada na direta, é aonde irá se colher o material necessário para a produção das propostas de soluções, acolhidas em matérias jornalísticas, a fim de transformar as condições e posições rígidas dos poderes, conduzidos pelo regime sistêmico do capitalismo, em possíveis demonstrações do trabalho consciente do profissional da Comunicação em conjunto com a sociedade; propõe-se o projeto, estar aberto a outras atividades, que proporcionem cobertura a tais eventos cotidianos e promovendo outros (pesquisas regionais por exemplo).

PLANO DE ATIVIDADES E CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO

Descrição das Atividades
cronograma
Meses
Oficinas *

1º e 2º meses/
Setembro e outubro
Trabalhos** comunicacionais

3º, 4º, 5º, 6º meses
Novembro, dezembro, janeiro, fevereiro, março

1ª campanha 
6º mês
Março

Trabalhos comunicacionais

7º, 8º, 9º meses
Abril, maio, junho,

2ª campanha

9º mês
Junho

Trabalhos comunicacionais 

10º, 11º, 12º meses
Julho, agosto, setembro

3ª campanha
12º mês
setembro

* Oficinas de preparação de agentes fagulhas;
** Trabalhos comunicacionais são todas as produções (notícias, artigos, reportagens multimídias realizadas, as quais alimentarão a agência).

ORÇAMENTO

Duas duplas responsáveis pelas oficinas em dois meses-
R$ 5.000,00
10 tabletes -
R$ 13.000,00
Materiais de escritório durante 10 meses-
R$ 4.000,00
Despesas adicionais -
R$ 3.000,00
Total
R$ 25.000,00



                                                                                                      by André Sioux Soares Zulu

Palhaçolândia. Venha viver nela. Não ha lei, não ha regras, e o lema é levar vantagem em tudo. País cujos requisitos básicos para conseguir o visto de permanência é ser desonesto, imoral, mentiroso, abusador, corrupto, safado e se possível descender de canalhas. Ou ser adepto desde sempre de tal comportamento. A IMPUNIDADE IMPERA neste Sertão. Você acha que este País é miragem? Nãoé não. É conhecido pela alcunha de B R A S I L ! by Deise


TEORIA DOS (3N'S3P'S)




A partir deste momento começaremos a delinear, ou seja, tentaremos explicar ou esboçar o que é ou o que seria a TEORIA DOS (3N’s&3P’s) – nada mais nada menos do que você não depender de NADA, NADICA de NADA deste PODER PÚBLICO PODRE!

Na conjuntura atual o fato de irmos às urnas não nos dar nenhuma garantia que teremos as nossas necessidades básicas garantidas como, por exemplo, Saúde, Moradia, Educação e Segurança (sem contar da desconfiança da manipulação das urnas, ou seja, forjamento de resultados) Veja no endereço Ser cidadão tem um preço. E que Preço!
Na prática tem-se demonstrado ao contrário, o que vemos é um verdadeiro caos. Mais na verdade na outra ponta os fdp’s – FAMIGERADOS PELO DINHEIRO PÚBLICOS – tem todas as suas necessidades plenas com o cargo que colocamos em vossas mãos a começar pelos altos salários, mordomias, planos de saúde, passagens de ida e volta para o seus Estados, uso de telefone sem limite e a tal da Imunidade Parlamentar (STF pede permissão para investigar o governador do DF acusado de praticar desvios de dinheiro), isso é um absurdo! É ladrão e tem que pedir licença!

E pra nós os eleitores – morremos nas filas dos hospitais, rios de dinheiros são desviados e nenhum fdp’s destes são presos, então eu pergunto, pra que votar? Tem alguma coisa errada, Porque para colocarmos eles lá, os “nossos Representantes” é:

- Economicamente Inviável – O poder público injeta dinheiro para sua eleição: FUNDO DE PARTICIPAÇÃO.
- Socialmente Injusto – Legislar em causa própria.
Vejam que situação que nós chegamos. Imaginem a sangria dos recursos públicos que são desviados por dia no Brasil. Até os jogos das Loterias da CEF tem roubo! (depois que fiquei sabendo nunca mais fiz uma fezinha). Precisamos de uma Reforma Política urgente! Porque se esta Reforma Política não acontecer o único que não é beneficiado nesta história é o Eleitor. O Deputado Reguffe protocolou na Comissão Especial da Reforma Política 07 (sete) proposta que concordo que mudaria a cara da Política: não concordando plenamente com o item 05.
01. Fim da Reeleição para Cargos Executivos
02. Instituição do Voto Facultativo/Fim do Voto Obrigatório
03. Instituição do Voto Distrital
04. Instituição de um Sistema de Revogabilidade de Mandatos
05. Instituição do Financiamento Exclusivamente Público
06. Instituição das Campanhas Avulsas
07. Separação dos Poderes
Eu acrescentaria aqui o fim da Proporcionalidade do Voto, ou seja, o Voto Proporcional. Para ouvir a explicação de cada item, veja vídeo aqui!

Acredito estarmos no caminho certo lançando a TEORIA DOS (3N’s&3P’s), ou pelos menos termos na consciência a afirmativa: “nós os Não Votantes não o colocamos lá”! Afirmamos aqui que não somos contra o voto, pelo contrário, teríamos um verdadeiro Exército ao nosso favor convencê-los a todos tornarem Naovotantes Votantes num futuro bem próximo onde somos hoje 37 milhões, veja noendereço – Entendendo os Não Votantes I - e aí num futuro bem próximo criar até o nosso Partido e daí propor a REFORMA POLÍTICA porque sem ela não vamos chegar a lugar nenhum, ou seja, sair da PROPORCIONALIDADE! É isso o motivo dos fdp's denominação nossa para os FAMIGERADOS PELO DINHEIRO PÚBLICOS falarem abertamente em público que não estão nem aí para a OPINIÃO PÚBLICA porque serão eleitos com ela ou sem ela devido a PROPORCIONALIDADE DO VOTO, veja o caso do TIRIRICA quantos ele levou lá para Câmara! Tirar o FAMIGERADO FUNDO DE PARTICIPAÇÃO, TIRAR AS DOAÇÕES EM DINHEIRO PARA AS CAMPANHAS PELOS EMPRESÁRIOS. Porque se isso não acontecer os últimos a serem beneficiados seremos nós osELEITORES! Portanto só voltaremos a ser Votantes com tivermos essa Reforma Política aprovada no Congresso!
A execução da TEORIA DOS (3N's&3P's) será direcionada para os Não Votantes que não vota mais "nem que a vaca tussa", pelo menos por enquanto! Queremos criar o FUNDO DE PENSÃO DOS NÃO VOTANTES no estilo da PREVÍ que é o Fundo de Pensão dos Funcionários do BB; só para vocês terem uma ideia a Preví acumulou a liderança no ranking das entidades fechadas de Previdência Complementar da América Latina. Alcançou a 24a. colocação em nível mundial com mais de 160 bilhões em ativos e só com 190 mil participantes funcionários do BB... agora imaginem nós com 37 Milhões de Não Votantes! (click aqui e veja este vídeo)...
Fizemos vários telefonemas com a Sede da PREVI no Rio de Janeiro e não conseguimos descobrir qual o valor que é repassado por cada funcionário participante do BB. Vamos imaginar que cada Não Votantes contribuíssem com R$ 1,00 (HUM REAL) por dia, no mês seriam R$ 30,00 (TRINTA REAIS), no trimestre R$ 90,00 (NOVENTA REAIS), no semestre R$ 180,00 (CENTO E OITENTA REAIS), e no ano R$ 360,00 (TREZENTOS E SESSENTA REAIS), R$ 360,00 X 37.000.000 = R$ 333,2 Milhões de arrecadação no ano! Parece um sonho! Mais não impossível!
É isso aí! Vamos transformar INDIGNAÇÃO em uma AÇÃO DIGNA, vamos chegar ao primeiro MILHÃO de participantes colando este link em seu navegador e assinando a petição (Clique aqui para assinar). Os Não Votantes em Parceria com a AVAAZ trazendo até você a solução para os nossos problemas e VOCÊ ficando para sempre independente destes fdp’s FAMIGERADOS PELO DINHEIRO PÚBLICO...
...”Não pergunte o que seu País poderá fazer por você mais sim o que você poderá fazer pelo seu País!”

by Nao Votantes

STF custará R$ 2 milhões por dia em 2018.

       O Supremo Tribunal Federal (STF) tem um orçamento de R$ 714,1 milhões previsto para este ano. O montante representa um custo de...