sábado, 30 de junho de 2012

A fortuna de Lula segundo a revista Forbes




Novidades nesta postagem de 21 de novembro de 2011.

ATUALIZANDO DADOS EM 17 DE JUNHO DE 2012

Vemos, ao lado, a mais recente informação da FORBES. Acrescento que a fortuna relacionada ao elemento em questão é muito maior, já que sabemos que em tudo existe a famosa comissão. Apenas um caso - Empréstimos a Cuba. Todos sabemos que muitos já garantem sua fortuna por lá, oriunda de cofres públicos, é claro. O bando está enriquecendo de forma vertiginosa e o número grifado no relatório ao lado é apenas o oficial. Imaginemos o que não está em declarações etc.

_________________________________________________

A censura já funciona. Esta é a razão da dificuldade de pesquisa sobre este grave tema.




quarta-feira, 6 de dezembro de 2006

2006 - Dossiê norte-americano adverte que Lula fará “populismo socialista” para conquistar a reeleição por mais 6 anos
Fonte: alertatotal.blogspot.com/
Por Jorge Serrão

A fortuna do Lula


A pobreza deste homem que não sabia e nem sabe de nada...


Por Giulio Sanmartini

Sobre o novo mimo que Lula está adquirindo para seu lazer, Cláudio Humberto escreve o seguinte. 'A casa comprada por Lula junto à cooperativa habitacional Bancoop, no Guarujá (SP), fica no condomínio Iporanga, onde veraneiam o ex-ministro Márcio Thomaz Bastos (Justiça) e a viúva do ex-ministro de FHC Sérgio Motta. Não custam menos de R$ 2 milhões, cada. O presidente e a mulher, d. Marisa, passaram boa parte das férias do verão passado na casa de Bastos, nesse condomínio de classe alta, quando decidiram comprar o imóvel '.
Lula, vamos dizer assim, 'trabalhou' 22 anos e foi aposentado por ter estado um dia inteiro como preso político. Recebe do Instituto de Previdência o valor liquido MENSAL de R$ 6.956,40.
Um simples mortal HONESTO que como ele não foi funcionário público, terá que trabalhar 35 anos para aposentar-se e receberá o benefício máximo pago hoje pela Previdência de R$ 2.894,28.

Trecho do artigo de Giulio Sanmartini


"...O estudo revela que a fortuna pessoal de Lula da Silva é estimada pela revista Forbes emR$ 2 bilhões de dólares." Este é apenas um trecho do texto a seguir.



IMPORTANTE: Dados de 2006. 

Em 2011 este número já recebeu muitos e muitos zeros.




Texto publicado em 2006.

Vejamos o que se cumpriu.
Exclusivo - Um organismo, sediado em Washington, que estuda e monitora a realidade da América Latina, enviou ao Senado brasileiro um documento em que chama a atenção para os próximos movimentos políticos do presidente Lula da Silva, rumo a um “populismo socialista”. O estudo adverte que Lula pretende lançar medidas populares de impacto, incentivando o consumo para seus eleitores de baixa renda. Segundo o dossiê, a intenção de Lula é consolidar seu poder de voto para uma futura reforma política que vai autorizar, a partir de 2008, a reeleição para um mandato de mais seis anos.

O documento assinala que Lula prepara um dos maiores movimentos de reestruturação econômica, voltado para as classes populares, dentro do projeto de longevidade no poder. Segundo o estudo, os EUA estariam muito preocupados com este tipo de populismo no Brasil, que é um País continental e onde o povo é submisso, sem cultura e informação para avaliar as conseqüências políticas deste movimento rumo ao socialismo. O plano de Lula é comparado ao do venezuelano Hugo Chávez. Segundo o estudo, conta com o apoio de grandes investidores europeus.

O dossiê, vindo dos EUA com a classificação “confidencial”, foi analisado segunda-feira, com toda cautela, em uma reunião fechada, do Colégio de Líderes do Senado. Alguns parlamentares o viram com ceticismo. Outros senadores chamaram a atenção para fatos objetivos já em andamento. Um dos principais pontos do estudo alerta para uma especulação de mercado sobre a adoção de um novo pacote econômico, até o fim do ano, assim que fosse proclamada a vitória eleitoral de Lula. Aliás, o dossiê chama a atenção para os problemas na aprovação das contas da campanha presidencial de Lula.

Curiosamente, segundo observou um senador, os norte-americanos anteciparam o parecer de técnicos do Tribunal Superior Eleitoral, que constataram "irregularidades insanáveis" na prestação de contas da campanha à reeleição. O PT recebeu R$ 10 milhões de empresas que têm concessões de serviços públicos, o que a lei proíbe. O problema ameaça a diplomação do presidente Lula, marcada para dia 14 deste mês. As contas serão julgadas dia 12. O presidente do TSE, Marco Aurélio de Mello, chegou a admitir até o adiamento da posse do segundo mandato, em 1° de janeiro. O advogado do PT no TSE promete entregar hoje ao TSE uma declaração retificadora das contas da campanha, para tentar resolver o problema.

O estudo norte-americano adverte para a possibilidade de um confisco tributário em fundos e em poupanças acima de R$ 50 ou 60 mil reais. Nos dois casos, o dinheiro só poderia ser movimentado de seis em seis meses, sob risco de remuneração quase nula. Os fundos seriam tributados em 35% dos ganhos. Segundo o documento, o Banco Central do Brasil tem um levantamento completo sobre os investimentos feitos por 36 milhões de pessoas, entre brasileiros e estrangeiros.

Uma das propostas em estudo no governo é que os fundos de pensão redirecionem R$ 80 bilhões, aplicados em títulos públicos, para investimento direto em empresas e projetos de infra-estrutura. A baixa rentabilidade da renda fixa, com os cortes de juros na taxa selic, obrigaria os fundos a buscarem opções mais rentáveis para aplicar a maior parte dos R$ 190 bilhões mantidos em títulos públicos de seus ativos totais, estimados em R$ 350 bilhões. Assim, os fundos multimercado seriam grande cartada dos investidores para 2007.

O dinheiro seria usado para ampliar programas de compensação de renda (como o bolsa família), que se mostraram eficazes armas eleitorais. Lula também quer direcionar tal dinheiro dos fundos para áreas populares, investindo em infra-estrutura – setor de baixo risco, rentabilidade moderada e que gera caixa para as empresas, emprego e renda em longo prazo. O governo também quer investir pesado no segmento de moradias populares. Segundo dados oficiais, mais de 90% do gigantesco déficit habitacional de 7 milhões e 800 mil residências está na faixa de famílias com renda de até cinco salários mínimos.

No cenário desenhado pelos norte-americanos, uma coisa é certa. O governo vai criar por Medida Provisória um fundo para obras de infra-estrutura com recursos do FGTS. A novidade ruim é que o risco do investimento ficará com o trabalhador. Os trabalhadores poderão investir até 20% dos saldos de suas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço na construção de rodovias, ferrovias e portos, além de obras nos setores de saneamento básico e energia elétrica. O novo fundo será chamado de FI-FGTS. Terá orçamento inicial de R$ 5 bilhões, originários do patrimônio líquido do FGTS.

Fortuna do Lula

O estudo revela que a fortuna pessoal de Lula da Silva é estimada pela revista Forbes em R$ 2 bilhões de dólares.
O presidente estaria usando tal fortuna para comprar televisões a cabo, a fim de formar uma rede de comunicação com o filho Lulinha, que estaria administrando uma fortuna pessoal de R$ 900 milhões.
Lula espera comprar uma rede de televisão, para preparar uma rede pessoal de divulgação para sustentar o trabalho de comunicação do governo petista.

Bolsa Carro?

Além do plano para os fundos, os norte-americanos revelam que Lula fechou acordo com uma companhia chinesa para financiar carros populares pela bagatela de R$ 5 mil reais.
Os carros seriam subsidiados com financiamentos do BNDES, no prazo de 60 meses.
Os veículos seriam de passeio e mini-vans para transporte de mercadorias.
Outra idéia seria reduzir impostos para aparelhos de consumo mais populares, e aumentar ainda mais a carga tributária para bens não populares, como automóveis de luxo.

Comissários do Povo?
Um dos pontos mais polêmicos revelados pelos norte-americanos é que o governo Lula quer patrocinar um projeto de segurança voltado para a organização de milícias de bairros.
As milícias foram uma idéia copiada da Venezuela.
Na terra de Hugo Chávez, o síndico de bairro tem poderes de um xerife.

O modelo lembra os velhos “comissariados do povo”, da extinta (porém mais viva que nunca na cabeça dos petistas) União das Repúblicas Socialistas Soviéticas.

Lula comprando jornalistas amestrados?

No estudo noste-americano, foi identificada a preocupação do presidente em manter várias redes de televisão sob seu controle.

Segundo o dossiê, o presidente estaria pagando “por fora” para jornalistas famosos, de grandes redes de tevê e jornais, especialmente escalados para analisar a notícia de uma maneira não contundente ao governo petista.

O estudo também adverte que o presidente estaria comprando a oposição com ameaças de denunciar as mazelas dos opositores.

Porrada no Jornalismo

A reportagem da Folha foi agredida no domingo por um segurança da Presidência da República que acompanhava a primeira-dama, Marisa Letícia, em evento que arrecadava brinquedos, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

O repórter-fotográfico da Folha Lula Marques foi barrado pelo segurança, que o agrediu com socos e agarrões e quebrou seu flash.

O repórter da Folha Eduardo Scolese tentou separá-los, mas foi empurrado e teve seu gravador lançado ao chão.

Comentário pertinente

Roxane Andrade, mulher do jornalista e filósofo Olavo de Carvalho, decidiu enviar uma cartinha curta e objetiva para o Diretor de Redação da Folha de São Paulo, Otávio Frias Filho, lembrando que seu marido já alertara sobre a violência prevista contra os jornalistas há muito tempo:



“Caro Otávio Frias Filho, há 10 anos, quando o Sr. disse que Olavo de Carvalho estava "açoitando cavalo morto" ele respondeu com firmeza e alertou, pediu, implorou, brigou, escreveu inúmeros artigos para que o senhor e outros donos de jornais se conscientizassem de que o país estava correndo um sério risco de cair nas mãos de um regime autoritário de esquerda. Ninguém acreditou. Por isso, tomo a liberdade de afirmar, sem medo de errar, que os donos de jornais também são todos responsáveis pelo que está acontecendo no Brasil. Poderiam ter mudado o rumo da história. Não mudaram porque não quiseram. Uma pena! O Brasil poderia estar sendo hoje um exemplo para a América Latina. Essa agressão toda é somente o começo. Aguardem o pior. Saudações, Roxane Andrade”.

Jornalismo colaborativo

Não! Não é o jornalismo praticado pelas empresas de comunicação para puxar saco e tomar grana do governo.Mas sim um conceito de jornalismo com a participação do conteúdo enviado pelos internautas.

Problema das contas

A campanha de Lula da Silva recebeu R$ 10 milhões que se encaixam nas "doações vedadas" pela lei eleitoral. Os recursos são provenientes, em sua maioria, de empresas que exploram concessões públicas, direta ou indiretamente.Além disso, não há prestação de contas de R$ 10 milhões e 200 mil, cerca de 10% do total arrecadado.O comitê alegou que a maior parte se refere a dívidas deixadas pela campanha e assumidas pelo PT e apresentou as notas fiscais correspondentes.


Arrecadação ilegal

A campanha petista arrecadou recursos ilegalmente após a divulgação do resultado das eleições.O parecer afirma que a lei permite arrecadação após a eleição para despesas contraídas até o dia do pleito e não quitadas.Mas os técnicos constataram que, após a eleição, a arrecadação superou o pagamento de despesas em R$ 27 milhões e 900 mil.Só das grandes empresas a campanha ganhou R$ 16 milhões e 500 mil.

Quem lucra com Lula

O lucro dos bancos dobrou nos quatro anos de governo do PT.
Os bancos ganharam nos últimos quatro anos mais do que em oito anos do governo anterior, o de FHC, que também foi um paraíso para os banqueiros, com juros altíssimos.O mais recente levantamento divulgado pelo Banco Central confirma:Os lucros dos 50 maiores bancos brasileiros, acumulados em nove meses, até setembro, atingiram R$ 23 bilhões e 400 milhões.A soma equivale a praticamente o dobro do que foi registrado nos primeiros nove meses do governo Lula, em 2003, de R$ 12 bilhões e 700 milhões.Em relação ao acumulado até setembro de 2005, aumento do lucro dos bancos foi de 21,2%.

Motivo dos lucros

O desempenho recorde deve-se à expansão do crédito ao varejo, aos spreads elevados, ao aumento das receitas com serviços à maior eficiência, obtida com corte de custos e investimentos em tecnologia.
Considerando apenas os ganhos do trimestre, os resultados acumulados foram um pouco inferiores aos do terceiro trimestre de 2005: R$ 6 bilhões, ante R$ 6 bilhões e 900 milhões, no ano passado.
Mas tal queda é uma ilusão contábil, pois ocorreu porque Bradesco, Itaú e Unibanco decidiram deduzir dos lucros os ágios pagos por aquisições recentes de outros bancos.A antecipação do lançamento contábil dos ágios significa que no último trimestre deste ano os ganhos dos bancos devem ser espetaculares.

A censura já funciona

Por Celso Brasil


Basta dar busca na internet e tentar encontrar vídeos ou artigos relacionados a este delicado e grave tema.Sugiro que você não fique por aqui. Após ler todo este post, busque mais informações. Pesquise, publique, repasse e ajude a acabar com este medo que a própria população alimenta graças a esta censura, que funciona através de ameaças e casos de brasileiros que se opuseram e hoje vivem no exterior para preservarem suas vidas e da família.

Isso é democracia? Isso é Ordem e Progresso?

A cegueira que nos foi imposta não permite enxergar a grande força que temos. Somente o povo tem o poder. Qualquer outra visão é falsa!





DOMINGO, 1 DE JANEIRO DE 2012 - BLOG DO REGIS

Crescimento vertiginoso do patrimônio de Lulla
http://regis-dias.blogspot.com/2012/01/crescimento-meteorico-do-patrimonio-de.html#comment-form

Como o brasileiro é um povo bastante esquecido e ainda existem muitas pessoas que adoram o maior ladrão, corrupto e demagogo que já passou pelo Planalto, Lulla Ali Babá da Silva, resolvi, em minha primeira postagem do ano, relembrar o que ele tinha em 2002 e o que tem agora. Aí sim poderemos entender como os ministros multiplicam seu patrimônio em dezenas de vezes.
Em 2002, ao assumir a prefidenfia, Lulla vivia em São Bernardo do Campo, em uma casa "emprestada" de propriedade do empresário PTralha Roberto Teixeira. Aliás, não é demais lembrar que Teixeira teve uma rumorosa participação no caso da venda da Varig e na liquidação do plano de previdência dos funcionários da empresa, o Aerus, no maior estelionato promovido pelo governo Brasileiro. Aliás, a história da Varig daria um livro, afinal Lula quebrou a empresa propositalmente, já que o Governo Federal devia mais à Varig que a soma de todas as suas dívidas e, curiosamente, a Varig não quis contribuir para a campanha do ladrão mor.
Voltando a Lulla, nesta época suas contas eram "pagas" por Paulo Okamoto, que depois foi nomeado presidente do Sebrae. É a lei do toma lá dá cá. Mas o fato é que, ao menos oficialmente, Lulla não tinha nem onde morar quando assumiu o "pudê".
Em 2006 a revista Forbes informou ao mundo que Lulla tinha uma fortuna estimada em 2 bilhões de dólares e seu filho Lullinha uma de 900 milhões de dólares. Isso sim é que é crescimento meteórico de patrimônio!!!
Hoje Lulla tem apartamentos no Guarujá e em São Bernardo, além de um sítio em Atibaia. Não consegui levantar o valor desses bens, mas garanto que baixos não são. Não se sabe exatamente onde ele guardou os 17 caminhões cheios de objetos que ele amealhou enqualto foi presidente. Seriam objetos dele mesmo ou seriam propriedade do governo que ele se apropriou ilegalmente? Ninguém se atreveu a perguntar isso, mas eu me atrevo.
Não custa lembrar que o filho dele se tornou mega empresário, em uma não menos meteórica ascenção. Saiu de monitor de zoológico ganhando R$ 1.500 mensais para sócio de várias empresas, entre elas a Telemar, que recebeu um rumoroso "impréxtimo" de R$ 5 milhões do... governo do papai!!! Sem contar que ele comprou uma fazenda de nada menos que R$ 47 milhões em Valparaíso, no noroeste paulista. Alguns dizem ainda que ele é sócio da Oi, mas não consegui apurar a veracidade da informação. Mas se for, se explica o por quê de essa empresa ser tão incompetente (já me incomodei muito com a Oi, que é a única fornecedora de internet em minha cidade, além da internet via rádio, que consegue ser pior. No dia em que a GVT chegar em São Chico, darei tchau para a Oi; não resisti ao trocadilho).
Em 8 anos de (des)governo, a primeira dama (dama?) Marisca Lentilha, ops, Marisa Letícia nada fez, nem uma obra social, nem uma participação relevante em nada. Mas ela será sempre lembrada pelo dinheiro que gastou indevidamente nos cartões corporativos e pelas inúmeras plásticas que fez e que a fizeram ficar ainda pior que antes, com cara de china (quem for do Rio Grande do Sul vai entender o que eu quero dizer com "cara de china").
O pessoal do blog "O Mascate" lembrou oportunamente que ela também requereu a cidadania italiana a ela e seus filhos, e numa entrevista infeliz disse que era "para proporcionar um futuro melhor a seus filhos". Como bem disse o articulista, em vez de trabalhar pelo bem do país, coisa que ela nunca pensou em fazer, preferiu uma cidadania estrangeira para assegurar o futuro dos filhos. Claro que ela deve ter pensado nisso, caso um dia a maré mude e eles sejam responsabilizados por todas as falcatruas que fizeram enquanto estavam no "pudê". Mas em se tratando de Brasil, isso é altamente improvável. Entretanto, tendo-se em consideração que isso ocorreu no auge do Mensallão, ela devia estar realmente preocupada, mas o nobre FHC salvou Lulla do impeachment, como todos sabemos, ao não autorizar o PSDB a abrir o processo de impeachment. Tudo farinha do mesmo saco. A Itália bem que poderia ter cassado a cidadania deles quando o Lulla livrou o assassino terrorista comunista Battisti dos cárceres italianos, lhe dando asilo no Brasil...

Isso sim que é enriquecimento rápido, não?

Com tudo isso, uma grande quantidade de brasileiros idiotas votaram na Dillma, a tartaruga no poste indicada pelo Ali Babá e que não teve sequer um adversário com coragem de ser "politicamente incorreto" e desmascarar os crimes cometidos por essa marionete.

Com a palavra, os PTralhas... Defendam seu fuhrer tupiniquim, se forem capazes.

p.s.: um dia desses terei a paciência de relacionar os escândalos dos 8 anos de Ali Babá Lulla da Silva e os da Dilma Rionete Rousseff. Serão necessárias várias páginas...

comentários:






TAAHVITO23 de novembro de 2011 17:23


TENHO MUITO MEDO DE TUDO ISSO. AS MENTES IMPROBAS E DOENTES SÃO CAPAZES DE T U D O ! E EU NÃO SEI ATÉ ONDE VAI ISSO. NÃO SEI PORQUE... FICO DE CARA. EU NÃO QUERO PARTICIPAR DISSO E NEM QUERO QUE NENHUM FDP FAÇA MAIS DO QUE DEVA FAZER. NINGUÉM NASCEU PRÁ SE DAR BEM. (BEM ENTENDIDO).

Responder







Carlo Enrico23 de novembro de 2011 23:40


A matéria é 'linda', mas tão tendenciosa que não se preocuparam com algo simples: FONTES! Dizer a toda hora 'um estudo norte-americano' é tão vazio quanto dizer que a fortuna é estimada em x bilhões sem nem explicar os cálculos para se chegar a isso. É uma pena ver pessoas tão pouco esclarecidas politicamente, espalhando qualquer notícia por aí como sendo verdadeiras, sem nem se preocupar com a origem da mesma.

Responder







Eduardo Lima24 de novembro de 2011 09:23


Não e mole não!!!

Responder







Celso Brasil24 de novembro de 2011 15:44


Este comentário foi removido pelo autor.

Responder







Carla Cunha Costa13 de dezembro de 2011 19:08


Celso, parabéns pela CORAGEM DE POSTAR AS SAFADEZAS DO GOVERNO MAIS LADRÃO QUE ESTE PAÍS JÁ TEVE E PARECE QUE, A MAIORIA DE BURRÓIDES NÃO ENXERGA! NADA COMO O ESTUDO FORMAL PARA GARANTIR QUE NÃO SEJAM ENGANADOS! É DEVER DA ESCOLA FORMAR CIDADÃOS CRÍTICOS E HONESTOS PARA ESTA NAÇÃO!

Responder







Carla Cunha Costa13 de dezembro de 2011 19:09


Parabéns!! queria eu que os burróides desta nação enxergassem o óbvio!

Responder







toneladamil15 de dezembro de 2011 13:51


O materialismo marxista é issto aí, não esperem outra atitude deste pessoal, buscar o dinheiro alheio é a meta, no meio desta gangue se safam alguns bem intencionados,els são exceções a regra, o resto, querem mamar nos cofres do governo

Responder







Star17 de dezembro de 2011 15:06


Um filho do Brasil, como vencer na vida, mentindo, traindo, roubando e matando!

Responder







FTERJ25 de dezembro de 2011 13:36


no site da Forbes não consta nenhum Lula.

Responder







Celso Brasil25 de dezembro de 2011 16:43


As fontes são citadas no post.

Há, também, um apelo para que se pesquisem mais e outras publicações na internet falam sobre este tema. Cabe-nos desvendar muito mais ainda e só com a união de t5odos conseguiremos tornar o caso mais público e esclarecido.

Responder







pinto_andre9 de fevereiro de 2012 00:35

Verifiquem sempre as fontes corretas, antes de publicar algo na internet.

Não estou defendendo o Lula, mas gosto das informações verdadeiras, em quaisquer situações. Consultem o rancking da Forbes: http://www.forbes.com/wealth/billionaires#p_1_s_arank_-1__140





Celso Brasil9 de fevereiro de 2012 01:18

pinto_andre

Acompanho a FORBES e sei que ele não está neste ranking. Ocorre que aqueles que estão, são empresários e investidores com bens comprovados. O Lula tem, em seu nome, apenas alguns imóveis de alguns milhões cada um.
Esta notícia foi abafada e não se encontra mais referências quanto a ela, apenas os ousados posts antigos.
O mesmo caso do lulinha que era um "salário mínimo" há pouco tempo e hoje é um dos milionários do Brasil, mas só DEUS sabe o que eles acumulam lá fora. É muito polêmico e, ao mesmo tempo, são muito claras as evidências.
Logo tudo virá a tona e todos saberão a verdade.





idavi30 de março de 2012 15:49


Eu acredito que esse demônio de 9 dedos é capaz disso tudo que foi publicado e muito mais pelo poder.Ele é o verdadeiro câncer na sociedade brasileira que se alastras de for vertiginosa arrasando com individualidade de pensar e raciocinar de cada individuo, infelizmente a cultura do Brasil é a seguinte: ...quem pode mais chora menos, se eu estivesse no lugar dele roubaria tb... ladão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão...eu nunca ouvi ninguém falar: quem pode mais ajuda a outros a não chorarem ...se eu estivesse no lugar dele faria tudo dentro da lei e para o meu próximo menos favorecidos e receberia meu salário justo...ladão que rouba ladão tem 100 anos de prisão.Por isso é um povo dominado... dominado pela ganancia, na verdade o que ele nos fornece não é nada mais que uma esmolinha pois o que queremos mesmo é um emprego digno, menos impostos, educação de qualidade, saúde de qualidade, gente honesta na polícia e politica ...no entanto quem leva a grana gorda dos inúmeros impostos que somos obrigados a pagar e roubalheiras mil...que ja até perdi a conta, são eles....a gangue do Ali baba.




idavi30 de março de 2012 16:03

Eu acredito que esse demônio de 9 dedos é capaz disso tudo que foi publicado e muito mais pelo poder.Ele é o verdadeiro câncer na sociedade brasileira que se alastras de for vertiginosa arrasando com individualidade de pensar e raciocinar de cada individuo, infelizmente a cultura do Brasil é a seguinte: ...quem pode mais chora menos, se eu estivesse no lugar dele roubaria tb... ladão que rouba ladrão tem 100 anos de perdão...eu nunca ouvi ninguém falar: quem pode mais ajuda a outros a não chorarem ...se eu estivesse no lugar dele faria tudo dentro da lei e para o meu próximo menos favorecidos e receberia meu salário justo...ladão que rouba ladão tem 100 anos de prisão.Por isso é um povo dominado... dominado pela ganancia, na verdade o que ele nos fornece não é nada mais que uma esmolinha pois o que queremos mesmo é um emprego digno, menos impostos, educação de qualidade, saúde de qualidade, gente honesta na polícia e politica ...no entanto quem leva a grana gorda dos inúmeros impostos que somos obrigados a pagar e roubalheiras mil...que ja até perdi a conta, são eles....a gangue do Ali baba.




Rogerounielo4 de abril de 2012 23:34


Para: Organizações Públicas, Organizações Privadas, e Cidadãos, do Brasil, e do Mundo
Irmãos em Consciência Cósmica Una,
============================================================
1. TEMA EM ANÁLISE: PAGAMENTO DE JUROS E AMORTIZAÇÕES DA DÍVIDA PÚBLICA (R$ 708 BILHÕES) CONSOME 45,05% DO ORÇAMENTO GERAL DA UNIÃO DE 2011 (R$ 1,571 TRILHÃO)‏.
============================================================
2. VEJAM A CARTILHA DISPONÍVEL NO LINK https://rapidshare.com/files/4145810653/Cartilha_2012._Auditoria_Cidada_da_Divida_Publica.pdf, QUE TRATA SOBRE O PAGAMENTO DE JUROS E AMORTIZAÇÕES DA DÍVIDA QUE CONSOME QUASE A METADE DOS RECURSOS DA UNIÃO.
============================================================
Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 13.7 - FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). Tema Em Análise: Déficit do Brasil é resultado do crescimento da economia, diz Banco Central. Qualidade do déficit é a causa da despreocupação do Governo com o déficit. A Sustentabilidade do Déficit público do Brasil ao longo do tempo. Os juros pagos pelo Brasil ao longo do tempo. O Carry Trade praticado por investidores estrangeiros e empresas brasileiras.
============================================================
3. PARTE 13.1 - LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte.html; PARTE 13.2 – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_06.html; PARTE 13.3.I – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_4362.html; PARTE 13.3.II – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_569.html; PARTE 13.3.III – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_1888.html; PARTE 13.4.I – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_7217.html; PARTE 13.4.II – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_8996.html; PARTE 13.5 – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_3330.html; PARTE 13.6 – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_1971.html; PARTE 13.7 – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_5912.html
===========================================================
4. O ORÇAMENTO GERAL DA UNIÃO DE 2011, EXECUTADO, FOI DE R$ 1,571 TRILHÃO, NO TOTAL, SENDO QUE R$ 708 BILHÕES FORAM DESTINADOS AO PAGAMENTO DE JUROS E AMORTIZAÇÕES DA DÍVIDA PÚBLICA, O QUE REPRESENTOU 45,05% DO ORÇAMENTO GERAL DA UNIÃO DE 2011 (Fonte: página 15 da Cartilha, em anexo. Elaboração: Auditoria Cidadã da Dívida. Nota: O valor de R$ 708 bilhões inclui o chamado “refinanciamento” ou “rolagem”, pois a CPI da Dívida Pública comprovou que parte relevante dos juros são contabilizados como tal).
============================================================
5. No arquivo intitulado “Deficit em conta corrente.doc”, contendo 139 páginas e 178 itens, consta o “Tema Em Análise” abaixo especificado, que pode ser obtido por meio de DOWNLOAD, no link citado abaixo, há outras perspectivas, importantes sobre o aumento do endividamento público, no Brasil, em como sobre o pagamento de juros ao longo do tempo:
============================================================
Versão em Português - 14,51 MB
Nome do Arquivo: “Deficit em conta corrente.doc”
https://rapidshare.com/files/3274754572/Deficit_em_conta_corrente.doc
============================================================
6. ESTA ANÁLISE TAMBÉM ESTÁ DISPONÍVEL, PARA DOWNLOAD, NO LINK CITADO ABAIXO, CONTENDO 88 ARQUIVOS ZIPADOS:
Versão em Português (25,10 MB)
https://rapidshare.com/files/1099412029/Deficit_em_conta_corrente.zip
Nome do Arquivo: “Deficit em conta corrente.zip”
=========================================================

Rogerounielo4 de abril de 2012 23:38
Para: Organizações Públicas, Organizações Privadas, e Cidadãos, do Brasil, e do Mundo
Irmãos em Consciência Cósmica Una,
============================================================
1. TEMA EM ANÁLISE: PAGAMENTO DE JUROS E AMORTIZAÇÕES DA DÍVIDA PÚBLICA (R$ 708 BILHÕES) CONSOME 45,05% DO ORÇAMENTO GERAL DA UNIÃO DE 2011 (R$ 1,571 TRILHÃO)‏.
============================================================
2. VEJAM A CARTILHA DISPONÍVEL NO LINK https://rapidshare.com/files/4145810653/Cartilha_2012._Auditoria_Cidada_da_Divida_Publica.pdf, QUE TRATA SOBRE O PAGAMENTO DE JUROS E AMORTIZAÇÕES DA DÍVIDA QUE CONSOME QUASE A METADE DOS RECURSOS DA UNIÃO.
============================================================
Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 13.7 - FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). Tema Em Análise: Déficit do Brasil é resultado do crescimento da economia, diz Banco Central. Qualidade do déficit é a causa da despreocupação do Governo com o déficit. A Sustentabilidade do Déficit público do Brasil ao longo do tempo. Os juros pagos pelo Brasil ao longo do tempo. O Carry Trade praticado por investidores estrangeiros e empresas brasileiras.
============================================================
3. PARTE 13.1 - LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte.html; PARTE 13.2 – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_06.html; PARTE 13.3.I – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_4362.html; PARTE 13.3.II – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_569.html; PARTE 13.3.III – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_1888.html; PARTE 13.4.I – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_7217.html; PARTE 13.4.II – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_8996.html; PARTE 13.5 – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_3330.html; PARTE 13.6 – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_1971.html; PARTE 13.7 – LINK http://www.rounielo.blogspot.com/2012/03/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_5912.html
============================================================
4. O ORÇAMENTO GERAL DA UNIÃO DE 2011, EXECUTADO, FOI DE R$ 1,571 TRILHÃO, NO TOTAL, SENDO QUE R$ 708 BILHÕES FORAM DESTINADOS AO PAGAMENTO DE JUROS E AMORTIZAÇÕES DA DÍVIDA PÚBLICA, O QUE REPRESENTOU 45,05% DO ORÇAMENTO GERAL DA UNIÃO DE 2011 (Fonte: página 15 da Cartilha, em anexo. Elaboração: Auditoria Cidadã da Dívida. Nota: O valor de R$ 708 bilhões inclui o chamado “refinanciamento” ou “rolagem”, pois a CPI da Dívida Pública comprovou que parte relevante dos juros são contabilizados como tal).
============================================================
5. No arquivo intitulado “Deficit em conta corrente.doc”, contendo 139 páginas e 178 itens, consta o “Tema Em Análise” abaixo especificado, que pode ser obtido por meio de DOWNLOAD, no link citado abaixo, há outras perspectivas, importantes sobre o aumento do endividamento público, no Brasil, em como sobre o pagamento de juros ao longo do tempo:
============================================================
Versão em Português - 14,51 MB
Nome do Arquivo: “Deficit em conta corrente.doc”
https://rapidshare.com/files/3274754572/Deficit_em_conta_corrente.doc
============================================================
6. ESTA ANÁLISE TAMBÉM ESTÁ DISPONÍVEL, PARA DOWNLOAD, NO LINK CITADO ABAIXO, CONTENDO 88 ARQUIVOS ZIPADOS:
Versão em Português (25,10 MB)
https://rapidshare.com/files/1099412029/Deficit_em_conta_corrente.zip
Nome do Arquivo: “Deficit em conta corrente.zip”
============================================================


João Guilherme9 de maio de 2012 16:40
Se as coisas continuarem como estão, não nos resta outra alternativa a não ser voltar à 1964. Eu prefiro que isso não aconteça, eu gostaria que o povo usasse os seus direitos constitucionais, através do voto para tirar esse governo corrupto do poder.
Mas, infelizmente a massa popular já foi comprada por ele, e agora a situação está se complicando cada vez mais, com o calar da imprensa em geral.
Não é preciso ser super inteligente para entender que o objetivo do Lula e o do PT, foi sempre de tornar o Brasil uma ditadura comunista.
Nós devemos nos posicionar agora, já aproveitando que nós estamos em um ano eleitoral e começar a enfraquecer o PT nos municípios e concluir em 2014 nas eleições majoritárias, sem precisar chamar as forças armadas.
Um general declarou "Por aqui não passarão". Conclui-se que as forças armadas não estão dormindo?

Há um ano. by Deise


Governo segue o "Manual de destruição do país"

Nesta breve palestra fica clara a incompetência daqueles que assumiram o poder e o levam para
a direção que, comprovadamente, faliu outras nações que, somente se recuperaram após a
recuperação do regime que se baseavam na sustentabilidade social e política.

O Brasil está na contramão da história!

by Celso Brasil
















Manual de destruição do país



Palestrante: Rodrigo Constantino. Título original da palestra: "A crise sob a perspectiva austríaca:
o Brasil e o mundo". Análise econômica da situação econômica atual do Brasil e como a atual
política do governo Lula (PT) a longo prazo será nefasta para o país.
"A crise sob a perspectiva austríaca: o Brasil e o mundo"- Mesa-debate com Antony Mueller e Rodrigo Constantin".
Pela primeira vez na história, o Brasil teve um seminário exclusivo sobre a Escola Austríaca de
Economia. Realizado entre os dias 11 a 12 de abril de 2010, Porto Alegre recebeu estudantes
e profissionais de todo o país para discutirem os desafios da Ciência Econômica no século XXI.
"An Austrian Perspective of the Credit Crisis: Brazil and Abroad" - Round table with Antony Mueller
and Rodrigo Constantino.
For the first time ever, Brazil plays host to an exclusive seminar on the Austrian School of Economics.
It was on April 11 and 12, 2010, the southern Brazilian city of Porto Alegre welcomed students and professionals from all over the country to discuss the challenges of Economics in the 21st century.
Keynote speakers included the Austrian School's leading names such as Lew Rockwell, Joseph
Salerno, Mark Thornton, and Tom Woods, besides Patri and David Friedman. Brazilian
speakers included Ubiratan Iorio, Rodrigo Constantino, Fábio Barbieri, and Antony Mueller. The seminar were held at the Porto Alegre Sheraton Hotel.


Lista dos mortos pelos terroristas: Diógenes do PT – Dilma Roussef e muitos outros

Esta postagem documenta toda a verdade. Tempos de terror promovido pelos petistas, atuais detentores do poder.Tudo isso obrigou o povo a tomar uma decisão: IR ÀS RUAS E CLAMAR PELAS FORÇAS ARMADAS. 

Assim se deu a contra-revolução de 1964

Não havia outro recurso contra os terroristas que queriam tomar o poder, para transformar o Brasil numa ditadura. A mesma que hoje já vigora e amanhã estará totalmente implantada, se o povo não reagir agora.

Não podemos transformar nosso País numa Cuba.




LISTA DE BRASILEIROS MORTOS VÍTIMAS DE TERRORISMO PELA GUERRILHA TERRORISTAS NO BRASIL DIÓGENES DO PT – DILMA ROUSSEF E DEMAIS TERRORISTAS INDENIZADOS E OS MATADORES DO SOLDADO MÁRIO KOZEL FILHO

Mario Kosel Filho – um herói anônimo
http://www.amazoniaenossaselva.com.br
cumprimente o general que escreveu este texto hiramrs@terra.com.br

Não é terrorismo? O que é então?

Mário Kosel Filho nasceu no dia 6 de julho de 1949, em São Paulo. Filho de Mário Kosel, gerente da Fiação Campo Belo e Therezinha Vera Kosel. O Kuka, como era conhecido, cursava o antigo colegial, à noite, e fazia parte Grupo Juventude, Amor, Fraternidade, da Paróquia Nossa Senhora da Aparecida, em Indianópolis, que tinha como símbolo uma rosa e um violão e havia sido idealizado pelo Kuka. – Serviço Militar

Aos 18 anos ingressou no Exército sendo designado para o 4º Regimento de Infantaria, Regimento Raposo Tavares, em Quitaúna, sendo considerado pelos seus superiores como um Soldado exemplar. Na madrugada fria e de pouca visibilidade do dia 26 de junho de 1968, no Quartel General do II Exército, as guaritas estavam guarnecidas por jovens soldados que prestavam o serviço militar obrigatório, entre eles, Mário Kosel Filho, que, como todos os outros tinha apenas seis meses de instrução e de serviço nas fileiras do Exército. Tinham sido alertados a respeito da situação de insegurança que o país atravessava e que os quartéis eram alvos preferenciais de ações terroristas. Foram igualmente informados do assalto ao Hospital Militar, poucos dias antes, em que foram vítimas seus colegas do Regimento.

Um grupo de dez terroristas, da VPR, carregando dinamite em uma camionete Chevrolet, se deslocou em direção ao Quartel General (QG) com a missão de infringir o maior número de vítimas e danos materiais ao QG. Uma das sentinelas, atenta, dispara contra o veículo que se aproximava aceleradamente do portão do Quartel. O soldado Rufino dispara 6 tiros contra o mesmo que se choca contra a parede externa do quartel.

Kozel sai do seu posto e corre em direção ao carro para ver se há alguém ferido no seu interior. A carga com 50 quilos de dinamite explode dilacerando seu corpo e espalhando a destruição e morte num raio de 300 metros. Seis militares ficaram feridos: o Coronel Eldes de Souza Guedes e os soldados João Fernandes de Souza, Luiz Roberto Juliano, Edson Roberto Rufino, Henrique Chaicowski e Ricardo Charbeau.

Diógenes – herói da esquerda escocêsa

Diógenes José Carvalho de Oliveira um dos 10 terroristas que mataram o soldado Mário Kosel Filho recebeu uma indenização de R$ 400.337,73 e mais uma pensão mensal vitalícia, livre de imposto de renda. Por ter assassinado o soldado Mário Kosel Filho e outros tantos crimes, a Comissão de Anistia e o Ministro da Injustiça , Tarso Genro, resolveram premiá-lo.

O facínora Diógenes (Currículo vitae)

- 20/03/1968 – construiu a bomba que explodiu uma na biblioteca da USIS, consulado dos EUA. Três estudantes foram feridos: Edmundo Ribeiro de Mendonça Neto, Vitor Fernando Sicurella Varella e Orlando Lovecchio Filho, que perdeu o terço inferior da perna esquerda;

- 20/04/1968 – preparou a bomba, que foi lançada contra o jornal O Estado de São Paulo , ferindo três inocentes;

- 22/06/1968 – participou do assalto ao Hospital do Exército em São Paulo;

- 26/06/1968 – lançou um carro-bomba contra o Quartel General do II Exército, matando o soldado Mario Kosel Filho, e ferindo mais quinze militares;

- 01/08/1968 – participou do assalto ao Banco Mercantil de São Paulo;

- 20/09/1968 – participou do assalto ao quartel da Força Pública, quando foi morto, a tiros, o sentinela soldado Antonio Carlos Jeffery; – 12/10/1968 – às 8hs e 15min, Diógenes se aproximou do capitão Chandler, do Exército dos EUA, que retirava seu carro da garagem e na frente da mulher e dos seus filhos Luane e Todd de 3 anos, Jeffrey com 4 e Darryl com 9, o assassinou com seis tiros;

- 27/10/1968 – participou do atentado à bomba contra a loja Sears da Água Branca;

- 06/12/1968 – participou do assalto ao Banco do Estado de São Paulo ferindo, a coronhadas, o civil José Bonifácio Guercio;

- 11/12/1968 – assalto à Casa de Armas Diana onde foi ferido a tiros o civil Bonifácio Signori;

- 24/01/1969 – coordenou o assalto ao 4º RI, em Quitaúna, com o roubo de grande quantidade de armas e munições;

- 02/03/1969 – Diógenes e Onofre Pinto foram presos na Praça da Árvore, em Vila Mariana;

- 14/03/1970 – foi um dos cinco militantes comunistas banidos para o México, em troca da vida do cônsul do Japão em São Paulo;

- 1986 – era o assessor do vereador do PDT Valneri Neves Antunes, antigo comparsa da VPR e, ironicamente, fazia parte do movimento Tortura Nunca Mais ;

- Na década de 90 – ingressou nos quadros do PT/RS, sempre assessorando seus líderes mais influentes;

Diógenes do PT

Diógenes José Carvalho de Oliveira foi também conhecido pelos codinomes de Leandro , Leonardo , Luiz e Pedro . Durante a CPI da Segurança Pública, no RS, ganhou destaque na mídia uma gravação em que ele dizia estar falando em nome do governador do Rio Grande do Sul, Olívio Dutra, e solicitava que o então chefe da Polícia Civil, delegado Luiz Fernando Tubino, aliviasse a repressão aos bicheiros. Diógenes era o presidente do Clube de Seguros da Cidadania, uma organização criada para arrecadar fundos para o PT.Vítimas dos heróis da esquerda escocêsa

As famílias dos patriotas abaixo, ao contrário dos celerados membros da camarilha companheira não receberam, até hoje, nenhuma indenização por parte da Comissão de Anistia e do Ministro da Injustiça , Tarso Genro.

12/11/64 – Paulo (Vigia – Rj)
27/03/65 – Carlos Argemiro (Sargento do Exército – Pr)
25/07/66 – Edson Régis De (Jornalista – Pe)
25/07/66 – Nelson Gomes (Almirante – Pe)
28/09/66 – Raimundo De Carvalho (Cabo Pm – Go)
24/11/67 – José Gonçalves Conceição (Fazendeiro – Sp)
07/11/68 – Estanislau Ignácio (Civil – Sp)
15/12/67 – Osíris Motta (Bancário – Sp)
10/01/68 – Agostinho F. Lima – (Marinha Mercante – Am)
31/05/68 – Ailton De (Guarda Penitenciário – Rj)
26/06/68 – Mário Kozel (Soldado Do Exército – Sp)
27/06/68 – Nelson (Sargento PM – Rj)
27/06/68 – Noel De Oliveira (Civil – Rj)
01/07/68 – Von Westernhagen (Major Ex. Alemão – Rj)
07/09/68 – Eduardo Custódio (Soldado PM – Sp)
20/09/68 – Antônio Carlos (Soldado PM – Sp)
12/10/68 – Charles Rodney (Capitão do Ex. Usa – Sp)
12/10/68 – Luiz Carlos (Civil – Rj)
25/10/68 – Wenceslau Ramalho (Civil – Rj)
07/01/69 – Alzira B. De Almeida – (Dona de Casa – Rj)
11/01/69 – Edmundo Janot (Lavrador – Rj)
29/01/69 – Cecildes M. de Faria (Inspetor de Pol. – Mg)
29/01/69 – José Antunes Ferreira (Guarda Civil – Mg)
14/04/69 – Francisco Bento (Motorista – Sp)
14/04/69 – Luiz Francisco (Guarda Bancário – Sp)
08/05/69 – José (Investigador De Polícia – Sp)
09/05/69 – Orlando Pinto (Guarda Civil – Sp)
27/05/69 – Naul José (Soldado Pm – Sp)
04/06/69 – Boaventura Rodrigues (Soldado PM – Sp)
22/06/69 – Guido – Natalino A. T. (Soldados PM – Sp)
11/07/69 – Cidelino Palmeiras (Motorista de Táxi – Rj)
24/07/69 – Aparecido dos Santos (Soldado PM – Sp)
20/08/69 – José Santa (Gerente De Banco – Rj)
25/08/69 – Sulamita Campos (Dona De Casa – Pa)
31/08/69 – Mauro Celso (Soldado PM – Ma)
03/09/69 – José Getúlio – João G. (Soldados da PM)
20/09/69 – Samuel (Cobrador de Ônibus – Sp)
22/09/69 – Kurt (Comerciante – Sp)
30/09/69 – Cláudio Ernesto (Agente da PF – Sp)
04/10/69 – Euclídes de Paiva (Guarda Particular – Rj)
06/10/69 – Abelardo Rosa (Soldado PM – Sp)
07/10/69 – Romildo (Soldado PM – Sp)
31/10/69 – Nilson José de Azevedo (Civil – Pe)
04/11/69 – Estela Borges (Investigadora do Dops – Sp)
04/11/69 – Friederich Adolf (Protético – Sp)
07/11/69 – Mauro Celso (Soldado PM – Ma)
14/11/69 – Orlando (Bancário – Sp)
17/11/69 – Joel (Sub-Tenente PM – Rj)
17/12/69 – Joel (Sargento – PM – Rj)
18/12/69 – Elias (Soldado do Exército – Rj)
17/01/70 – José Geraldo Alves Cursino (Sgt PM – Sp)
20/02/70 – Antônio A. Posso Nogueró (Sgt PM – Sp)
11/03/70 – Newton de Oliveira Nascimento
31/03/70 – Joaquim (Investigador de Polícia – Pe)
02/05/70 – João Batista (Guarda de Segurança – Sp)
10/05/70 – Alberto Mendes (1º Tenente PM – Sp)
11/06/70 – Irlando de Moura (Agente da PF – Rj)
15/07/70 – Isidoro (Guarda de Segurança – Sp)
12/08/70 – Benedito (Capitão do Exército – Sp)
19/08/70 – Vagner L. Vitorino (Guarda de Seg. – Rj)
29/08/70 – José Armando (Comerciante – Ce)
14/09/70 – Bertolino Ferreira (Guarda de Seg. – Sp)
21/09/70 – Célio (Soldado PM – Sp)
22/09/70 – Autair (Guarda de Segurança – Rj)
27/10/70 – Walder X. (Sargento da Aeronáutica – Ba)
10/11/70 – José Marques (Civil – Sp)
10/11/70 – Garibaldo (Soldado PM – Sp)
10/12/70 – Hélio de Carvalho (Agente da PF – Rj)
07/01/71 – Marcelo Costa Tavares (Estudante – MG)
12/02/71 – Américo (Soldado PM – Sp)
20/02/71 – Fernando (Comerciário – Rj )
08/03/71 – Djalma Pelucci (Soldado PM – Rj)
24/03/71 – Mateus Levino (Tenente da Fab – Pe)
04/04/71 – José Júlio Toja (Major do Exército – Rj)
07/04/71 – Maria Alice (Empregada Doméstica – Rj)
15/04/71 – Henning Albert (Industrial – Sp)
10/05/71 – Manoel Silva (Soldado PM – Sp)
14/05/71 – Adilson (Artesão – Rj)
09/06/71 – Antônio Lisboa Ceres (Civil – Rj)
01/07/71 – Jaime Pereira (Civil – Rj)
02/09/71 – Gentil Procópio (Motorista de Praça – Pe)
02/09/71 – Gaudêncio – Demerval (Guardas Seg. – Rj)
–/10/71 – Alberto Da Silva (Civil – Rj)
22/10/71 – José (Sub-Oficial da Marinha – Rj)
01/11/71 – Nelson Martinez (Cabo PM – Sp)
10/11/71 – João (Cabo PM – Sp)
22/11/71 – José Amaral (Guarda De Segurança – Rj)
27/11/71 – Eduardo Timóteo (Soldado PM – Rj)
13/12/71 – Hélio F. (G.Seg. – Rj) – Manoel da Silva (Com.) – Francisco B. (Mot.)
18/01/72 – Tomaz P. de Almeida (Sargento PM – Sp)
20/01/72 – Sylas Bispo Feche (Cabo PM – Sp)
25/01/72 – Elzo Ito (Estudante – Sp)
01/02/72 – Iris (Civil – Rio De Janeiro)
05/02/72 – David A. (Marinheiro Inglês – Rj)
15/02/72 – Luzimar Machado De (Soldado PM – Go)
27/02/72 – Napoleão Felipe Bertolane (Civil – Sp)
06/03/72 – Walter César (Comerciante – Sp)
12/03/72 – Manoel (Guarda de Segurança – Sp)
12/03/72 – Aníbal F. de A. (Coronel Exército – Sp)
12/03/73 – Pedro (Capataz da Fazenda Capingo)
08/05/72 – Odilon Cruz (Cabo do Exército – Pa)
02/06/72 – (Sargento PM – Sp)
29/06/72 – João (Mateiro da Região do Araguaia – Pa)
Set/72 – Osmar (Posseiro – Pa)
09/09/72 – Mário Domingos (Detetive Polícia Civil – Rj)
23/09/72 – Mário Abraim Da (2º Sgt do Exército – Pa)
27/09/72 – Sílvio Nunes (Bancário – Rj)
01/10/72 – Luiz Honório (Civil – Rj)
06/10/72 – Severino F. – José I. (Civis – Pe)
21/02/73 – Manoel Henrique (Comerciante – Sp)
22/02/73 – Pedro Américo Mota (Civil – Rio De Janeiro)
25/02/73 – Octávio Gonçalves Moreira (Del. de Pol – Sp)
…/06/73 – Francisco Valdir (Soldado do Exército – Pa)
10/04/74 – Geraldo José (Soldado PM – Sp)
Solicito publicação
Coronel de Engenharia Hiram Reis e Silva
Professor do Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA)
Membro da Academia de História Militar Terrestre do Brasil (AHIMTB)
Presidente da Sociedade de Amigos da Amazônia Brasileira (SAMBRAS)
Rua Dona Eugênia, 1227
Petrópolis – Porto Alegre – RS
90630 150
Telefone:- (51) 3331 6265
http://www.amazoniaenossaselva.com.br
hiramrs@terra.com.br

Os mortos da Dilma são:
01/07/68 – A execução de Edward Ernest Tito Otto Maximilian Von Westernhagen, major do Exército alemão (na verdade, morto pela Colina, grupo que depois ajudou a formar a VAR-Palmares. Em 1968, Dilma era do Colina);
12/10/68 – Execução de Charles Rodney Chandler, capitão do Exército dos EUA;
31/03/1969 – assassinato do comerciante Manoel da Silva Dutra, durante assalto ao Banco Andrade Arnaud, no Rio. Carlos Minc estava no grupo.
11/07/69 – Assassinato de Cidelino Palmeiras do Nascimento, motorista de táxi (conduzia policiais em seu carro), decorrência do assalto ao Banco Aliança
24/07/69 – O assassinato do soldado da PM-SP Aparecido dos Santos Oliveira, decorrência de um assalto a uma agência do Bradesco, de que a VAR-Palmares fez parte.
22/10/71 – Assassinato de José do Amaral, suboficial da reserva da Marinha;
05/02/72 - Assassinato de David A. Cuthberg, marinheiro inglês, de 19 anos, que visitava o Brasil com sua fragata. Quatro membros da VAR-Palmares estavam entre os executores. Crime do rapaz: seu uniforme representava o imperialismo inglês...

Fonte - VEJA


Uma resposta para “Lista de brasileiros mortos vítimas de terrorismo pela guerrilha terroristas no Brasil Diógenes do PT – Dilma Roussef e demais terroristas indenizados e os matadores do soldado Mário Kozel Filho”

Assassinatos até 2010???
Veja o comentário que prova a existência do terrorismo petista nos dias atuais:

Cleomar Piccoli Disse:
Dilma quer 5 mil de pensão mensal de Indenização dos tempos da ditadura, e a indenização por terrorismo atual como fica, eu fui torturado com drogas por uma psicopata por 13 anos, tenho 07 lesões de, perdi 9 milhões de reais, em 2005 procurei o MP, e recebi 04 meses após 02 emboscadas do DEIC, Civil e governadora Yeda, em 23-09-2008 outra emboscada, e em 2009 03 tentativas de sequestro, e outra em 2010 ordenadas pela procuradora Geral do Ministério, quanto para receber, se nenhum advogado aceita me defender, 03 testemunhas já assassinadas, Marcelo Cavalcante em 02-2009, Nestor Mahler em 09-2009, e Eliseu Santos em 02-2010, quanto vale meu sofrimento, as provas no blog http://www.terrorismodeestado.net
saudações….
________________________________________________________

Dilma Rousseff participou do bárbaro assassinato do Soldado do Exército Mário Kozel Filho?
O DEBATE ESTÁ ABERTO: Alguém aí viveu os fatos, tem esclarecimentos a dar?
não deixe de ler também:http://homemculto.wordpress.com/2010/09/19/como-dilma-roussef-roubou-o-cofre-do-governador-doutor-adhemar-pereira-de-barros/
APERITIVO ANTES: VIDEO DE MALUF , COLLOR E SARNEY APOIANDO DILMA, E ZÉ DIRCEU CHAMANDO DILMA DE COMPANHEIRA DE ARMAS.


Na internet circula uma suposta carta dos pais de Mário Kozel Filho, recruta de 18 anos explodido e destruído por terroristas do grupo VPR (Vanguarda Popular Revolucionária) de Dilma e Carlos Marighela.


Será que Dilma Roussef realmente estava lá para assassinar Mário Kozel Filho, no QG do II Exército em Sampa?:
ELA SÓ FICOU DE LONGE ACOMPANHANDO O QUE OS AMIGOS de VPR faziam?
“Na madrugada de 26 de junho de 1968 estava no quartel, em serviço, quando ouviu um tiro, disparado pelo soldado Rufino, que fazia a guarda externa do quartel. Saiu para ver o que se passava e foi informado pelo soldado Rufino que o tiro foi para cima, para advertir um automóvel que, em alta velocidade, rompeu a barreira da área proibida ao tráfego de veículos.


O motorista do automóvel deve ter se assustado e colidiu com um poste. Mário, preocupado em ajudar possíveis feridos, foi até o mesmo. Ao se aproximar do automóvel acidentado, um outro automóvel passa pelo local e seus ocupantes lançam sobre o automóvel acidentado uma bomba de grande poder destrutivo. Mário teve morte instantânea, pedaços de seu corpo foram lançados em todas as direções.
http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI163171-18176,00-DILMA+NA+LUTA+ARMADA+TRECHO.html


Tirem os esqueletos da Dilma do cofre do STM.


Dilma Roussef e Mario Kozel Filho. Ela está viva. Ele está morto.

Os blogs do esgoto estão revoltados com a exigência da sociedade brasileira em conhecer quem é Dilma Rousseff. Dizem que a ficha criminal da candidata, fechada a sete chaves dentro de um cofre do Superior Tribunal Militar, deve ter sido forjada pelos torturadores militares. E, pasmem, afirmam que Dilma foi uma jovem idealista que lutou contra a ditadura. É muita canalhice. A jovem idealista está aí, leve, livre e solta, concorrendo à presidência da República. Viva. O soldado Mario Kozel Filho, ao contrário, que era um jovem cumprindo serviço militar, foi brutalmente assassinado pela Vanguarda Popular Revolucionária, VPR, onde Dilma era uma das líderes e planejava os atentados terroristas, segundo ela mesmo declarou várias vezes. Mário, o jovem de 18 anos, foi atingido por uma bomba lançada pelo grupo armado da Dilma e pedaços do seu corpo foram achados a 400 metros de distância. Dentro daquele cofre que esconde a biografia da Dilma, pode estar a resposta sobre quem matou Mário Kozel Filho. Que estes ratos do esgoto não venham com a história da jovem que lutava contra a ditadura. Estes terroristas que lutavam contra a ditadura queriam implantar o comunismo no Brasil e assassinavam jovens em portas de quartéis.Mário antes e depois da Dilma?


“‘Um dos ocupantes do segundo automóvel era Dilma Rousseff.”

“Não consigo entender como é possível uma assassina permanecer solta e ainda chegar aonde essa mulher chegou. Dilma e outros criminosos e assassinos, que deveriam estar nas penitenciárias, relaxam e gozam sem quaisquer preocupações, enquanto os ladrões de galinhas sofrem severas penalidades.
Agora, a exemplo do que fizeram com Lula, os marqueteiros vão tentar vender a imagem de paz e amor dessa assassina.Ainda assim, enquanto eu viver, não me calarei, até que todos saibam.” Mário e Therezinha Kosel.
===
O bravo deputado JAIR BOLSONARO pede a inclusão de Mário Kozel no livro de heróis da pátria.
==
PROJETO DE LEI Nº , DE 2005
(Do Sr. ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO e JAIR BOLSONARO)
Inscreve o nome do militar Mário Kozel Filho no Livro dos Heróis da Pátria.
O Congresso Nacional decreta:
Art. 1º Será inscrito no Livro dos Heróis da Pátria, que se encontra no Panteão da Liberdade e da Democracia, em Brasília, o nome de Mário Kozel Filho.
Art. 2º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.
JUSTIFICATIVA
Pela presente proposição, pretendemos inserir, no livro dos heróis da Pátria, o nome de um brasileiro que, por sua atuação como militar, prestou relevantes serviços à nação brasileira. Estamos nos referindo ao militar Mário Kozel Filho.
O jovem Mário , conhecido em sua casa como “Kuka”, é convocado para servir à Pátria e defendê-la contra possíveis agressões internas ou externas e é designado para o Quartel General do II Exército, em São Paulo/SP.
Na mesma época, o Capitão guerrilheiro Carlos Lamarca, formado pela Academia Militar das Agulhas Negras, serve no 4º RI, em Quitaúna/SP.
O destino dos dois vai se cruzar tragicamente.
O soldado Kosel continua servindo, com dedicação, a Pátria que jurou defender. No dia 26/06/68, como sentinela, zela pela segurança do Quartel General, no Ibirapuera. Às 0430h, ele está vigilante em sua guarita. A madrugada é fria e a visibilidade muito pouca. Nesse momento, um tiro é disparado por uma sentinela contra uma camioneta chevrolet que desgovernada tenta penetrar no quartel. Seu motorista saltara dela em movimento, após acelerá-la e direcioná-la para o portão do QG.
O soldado Rufino, também sentinela, dispara 6 tiros contra o mesmo veículo que finalmente bate na parede externa do quartel. Kozel sai do seu posto e corre em direção ao carro para ver se há alguém no seu interior. Há uma carga com 50 quilos de dinamite que, em segundos depois, explode e espalha destruição e morte num raio de 300 metros. Seu corpo é dilacerado. Seis militares ficaram feridos: o Cel Eldes de Souza Guedes e os soldados João Fernandes de Souza, Luiz Roberto Juliano, Edson Roberto Rufino, Henrique Chaicowski e Ricardo Charbeau. É mais um ato terrorista da organização chefiada por Lamarca, a VPR.
Participaram da ação os seguintes integrantes do VPR: Dilma Roussef (“Luíza”, “Patrícia”,
“Wanda”), Waldir Carlos Sarapu (“Braga, “Rui”), Wilson Egídio Fava (“Amarelo”, “Laercio”),
Onofre Pinto (“Ari”, “Augusto”, “Bira”, “Biro”, “Ribeiro”), Diógenes José Carvalho de Oliveira
(“Leandro”, “Leonardo”, “Luiz”, “Pedro”), José Araújo de Nóbrega (“Alberto”, “Zé”, “Pepino”,
“Monteiro”), Oswaldo Antônio dos Santos (“Portuga”), Dulce de Souza Maia (“Judith”), Renata
Ferraz Guerra de Andrade (“Cecília”, “Iara”), José Ronaldo Tavares de Lira e Silva (“Dias”,
“Joaquim”, “Laurindo”, “Nunes”, “Roberto Gordo”, “Gordo”) e Pedro Lobo de Oliveira (“Getúlio”,
“Gegê”), e Eduardo Collen Leite (“Bacuri”, “Basilio”), integrante da REDE, outro grupo
guerrilheiro.
Após a sua morte o soldado Kosel foi promovido a 3º sargento e sua família passou a receber a pensão correspondente a este posto. O Exército Brasileiro numa justa homenagem colocou o seu nome na praça de desfiles do QG do II Exército.
Mário Kosel Filho, soldado cumpridor dos seus deveres, cidadão brasileiro que morreu defendendo a Pátria, está totalmente esquecido, o nosso Projeto visa corrigir essa injustiça.
Sala das Sessões, em junho de 2005.
Deputado ELIMAR MÁXIMO DAMASCENO-PRONA – SP
Deputado JAIR BOLSONARO-PP/RJ
________________________________________________

A FARSA DA ABERTURA DOS ARQUIVOS DA DITADURA

ANA PRUDENTE
PAULO VANNUCHI
LEI DE ANISTIA PNDH3
REPASSEM PARA QUE ESSES JOVENS QUE FORAM DOUTRINADOS PRINCIPALMENTE NAS ESCOLAS SAIBAM A VERDADE.
E um dia eles decidiram enfrentar por sua conta e risco
por Ana Prudente
16/04/10


A sanha para implantarem o comunismo no Brasil, tentando transformar nosso país numa Cuba continental, fez com que alguns jovens da época decidissem enfrentar os poderes constituídos.
Por sua própria vontade e risco, sem que perguntassem se a Nação concordava com sua ideologia, passaram a seqüestrar autoridades, explodir bombas matando e mutilando inocentes. Passaram por treinamento militar subversivo em muitos países comunistas.
Acabaram presos, interrogados, mortos. Muitos se suicidaram e outros tantos foram justiçados por seus próprios companheiros, por serem considerados traidores ou pela simples vontade de abandonar a luta. Era proibido desistir e como haviam aprendido nas ditaduras que os treinaram, qualquer violência é aceita em nome “da causa”. Isso só é válido para eles, é claro!
D. Paulo Evaristo Arns, um ateu de batina, sempre usou de sua posição para acobertar os crimes destes aprendizes do terrorismo. Por aqui ninguém conhecia a nova modalidade importada pelos subversivos, o seqüestro, e se este hoje está implantado no crime organizado, devemos apenas a estas criaturas, hoje no poder!
Se em 1964 os militares assumiram o país, foi porque o povo pediu, saiu às ruas, suplicou por uma reação às demandas esquerdistas que insistiam em tentar tomar o poder. Portanto, evitaram a golpeada que vinha sendo preparada naqueles anos. E se os militares brasileiros foram tão malvados quanto alardeiam, porque deixariam aqueles jovens, hoje homens e mulheres que se vangloriam por tê-los enfrentado com armas, vivos?
Então o General Figueiredo assinou a Lei de Anistia. Em sua “ilusão” , esta lei traria a paz ao Brasil que seria a partir dali, uma democracia.
Mas eles não desistem. Outra vez estamos à beira da implantação do comunismo, hoje travestido de socialismo, em que somos obrigados a vivenciar junto aos subversivos, toda a sua fúria e inconformismo por terem sido derrotados pelos militares e impedidos de implantar a sua ditadura esquerdista.
O travamento do PNDH3, análises de grandes nomes dos quadros nacionais afirmando que a Lei de Anistia vale para ambos os lados, se tornou inconcebível, uma questão de honra para estes que um dia foram aqueles jovens. Chegaram ao poder, detém a caneta e mais ainda, o controle dos cofres públicos.
Embora os militares já tenham entregue todos os documentos que possuíam à Casa Civil, ainda são acusados de deter mais papéis. O mais estranho é saber que a “Casa Civil” só disponibilizou para pesquisas aqueles documentos que incriminam os militares. Onde estarão aqueles que incriminam os grandes nomes, em sua maioria ocupando cargos no Executivo do país? Caso aparecessem, pencas de ministros teriam que dar muitas explicações à Nação, principalmente aos estudantes que já sofreram lavagem cerebral totalmente a seu favor. Apenas repetem e repetem uma ladainha que bem conhecemos.
E agora, sob a batuta de Paulo Vannuchi, teremos de suportar uma campanha televisiva (como se não bastassem as de partidos políticos), onde prometem apresentar nomes de vulto nacional pedindo a abertura dos arquivos, levando as pessoas a acreditar que continuam sendo enganadas pelos militares. Distorcem a informação, conduzem ao erro. Manipulam o expectador desavisado, que não conhece a verdadeira história. Isso é baixo, muito baixo!
Portanto, além dos quase 4 bilhões de reais destinados a indenizações daqueles que se apresentam como vitimas “daquela ditadura”, teremos de arcar com a conta de mais estas propagandas esparramadas por vários canais, em horário nobre.
Lamentável! Concluo que estes senhores e senhoras não aprenderam nada com a queda do Muro de Berlim.


Lula, (o criminoso) do Brasil [comprovado]


SEXTA-FEIRA, 23 DE DEZEMBRO DE 2011

Quando o Brasil acordará e será unânime quanto a este criminoso? O tal Lula do Brasil?
Falsários criaram Lista de Furnas para blindar Lula
COM DILMA NÃO É DIFERENTE.
O PODRE GOVERNO COMPLETA 9 ANOS.
CHEGA!

CELSO BRASIL

EM CONVERSA GRAVADA PELA POLÍCIA FEDERAL, ESTELIONATÁRIO DIZ QUE A LISTA ERA A SALVAÇÃO DO PRESIDENTE NO ESCÂNDALO DO MENSALÃOGustavo Ribeiro

Fotos: Renato Weil/D.A Press e Madji MohammedD/AP

Entre os meses de março e maio de 2006, o nível de turbulência política em Brasília atingiu o seu ponto mais crítico desde o impeachment do presidente Fernando Collor, em setembro de 1992. A Comissão Parlamentar de Inquérito que investigava o mensalão havia desbaratado a quadrilha de petistas que atuava no coração do governo, desviando dinheiro público para subornar políticos e financiar as campanhas do partido. A crise ameaçava o mandato do então presidente Lula. Era preciso fazer algo e, conforme demonstrou uma reportagem de VEJA da semana passada, o PT contratou e pagou um estelionatário para fabricar a chamada Lista de Furnas — um documento falso que tentava envolver políticos da oposição com caixa dois eleitoral. Uma estratégia para nivelar por baixo a classe política e minimizar a gravidade do esquema de pagamento de propina montado pelo partido. A Lista de Furnas, descobre-se agora, tinha um objetivo bem mais ambicioso do que apenas confundir os incautos: ela foi produzida pelos petistas para tentar salvar o presidente Lula.

A confissão está registrada em um relatório da Polícia Federal anexado ao processo que corre em segredo de Justiça na 2ª Vara Criminal Federal, do Rio de Janeiro. VEJA teve acesso ao conteúdo do documento. Durante o escândalo do mensalão, a PF monitorou por vários meses conversas telefônicas entre o estelionatário Nilton Monteiro, o autor da Lista de Furnas, e seus comparsas — deputados e assessores do PT. Os diálogos mostram o grupo combinando os detalhes da farsa (“Nós vamos acabar com eles tudinho”), colhendo as assinaturas que dariam “credibilidade” à trama (“Eu já estou aqui com o José Carlos Aleluia”) e negociando pagamento de honorários, ora em dinheiro, ora em negócios com empresas estatais ligadas ao governo federal (“São aqueles negócios que eu pedi da Caixa e do Banco do Brasil para liberar pra mim...”). Na página 29 do relatório, os investigadores transcrevem o motivo do crime nas palavras do próprio criminoso: “O documento é a salvação de Lula”.

Em uma confidência à sua mulher, captada pelos policiais, Nilton Monteiro diz que mostrou uma cópia da Lista de Furnas aos petistas, e “o pessoal ficou doido”. O documento, nas palavras do falsário, era uma tábua de salvação para o presidente e os petistas envolvidos no mensalão. Ciente do trunfo que tinha em mãos, ele ainda comenta, como estelionatário profissional que é, que havia chegado a hora de acertar seu pagamento. As investigações policiais pararam aí, mas o que aconteceu depois é de conhecimento público. Nilton Monteiro apresentou a falsificação ao Congresso e ao Supremo Tribunal Federal, deu entrevistas, prestou depoimentos e desapareceu. Hoje, o falsário está preso em Belo Horizonte por achacar advogados e políticos, sempre usando documentos forjados. Ele responde a 55 processos, a maioria por estelionato. Desde outubro, data de sua prisão, ele teve três pedidos de liberdade negados pela Justiça.

Na semana passada, após as revelações de VEJA, o DEM e o PSDB entraram com um pedido de investigação do caso junto à Procuradoria-Geral da República. “Episódios como esse mostram que o PT insiste em usar a truculência — e afronta a democracia”, afirmou o líder do DEM no Senado, José Agripino Maia. Os financiadores também podem ser obrigados a responder pela trama. A oposição pediu que a Assembleia Legislativa mineira abra um processo de apuração por quebra de decoro parlamentar contra o petista Rogério Correia, que aparece nas gravações ajudando — e remunerando — o estelionatário Nilton Monteiro. Se politicamente os parlamentares envolvidos podem se enrolar, na esfera criminal existem previsões sombrias de que, assim como no mensalão (veja a reportagem na pág. 74), tudo termine em impunidade. A única investigação oficial que corre sobre o caso ainda não chegou a nenhuma conclusão, apesar de aberta há longos cinco anos, inclusive com um laudo confirmando a montagem dos documentos. E, pior, a Lista de Furnas nem é considerada um ponto nevrálgico do processo. “O foco é nas licitações de Furnas. A lista é apenas uma parte do caso”, diz a procuradora da República Andrea Bayão. O plano petista ainda pode dar certo.




O motivo do crime 

VEJA teve acesso ao relatório reservado da PF que transcreve um diálogo entre o estelionatário Nilton Monteiro e sua mulher, no qual ele diz que os petistas ficaram “doidos” com a Lista de Furnas e que ela salvaria Lula

Impunidade anunciada: a articulação do PT para absolver a quadrilha do mensalão

MINISTRO DIZ QUE, COMO O JULGAMENTO DOS MENSALEIROS SÓ DEVE ACONTECER EM 2013, MUITOS DOS CRIMES PODEM PRESCREVER. A AFIRMAÇÃO PREOCUPANTE CRIOU UM ENORME MAL-ESTAR ENTRE OS COLEGAS NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

Paulo Celso Pereira e Laura Diniz



Bem Devagar: Indicado por Lula, amigo da família do ex-presidente e próximo aos petistas, o ministro Ricardo Lewandowski está no centro de várias celeumas envolvendo o julgamento do mensalão. Na semana passada, o ministro Cezar Peluso mandou liberar cópias do processo para não atrasar ainda mais o desfecho do caso (Celso Junior/AE e Alan Marques/Folhapress )

Desde que foi oferecida a denúncia contra os réus, em 2006, Lewandowski protagonizou as principais celeumas em torno do caso. As duas primeiras ocorreram durante a aceitação da denúncia, em 2007. A princípio, o ministro foi flagrado no dia do julgamento trocando mensagens de computador com a ministra Cármen Lúcia sobre os votos dos colegasEm fevereiro de 2006, o desembargador Ricardo Lewandowski foi indicado pelo presidente Lula para ocupar uma cadeira na mais alta corte do país, o Supremo Tribunal Federal. Era o primeiro ministro nomeado pelo petista desde a descoberta, no ano anterior, do escândalo do mensalão, o maior esquema de corrupção da história do país. Ao ser entrevistado por emissários do Planalto e conversar com Lula antes da indicação, Lewandowski já tinha plena consciência de que teria, nos anos seguintes, a missão de julgar o processo que resultaria da revelação de que o governo do PT pagara mesada a parlamentares em troca de apoio político. O ministro não só conhecia essa realidade como era próximo a figuras de proa do partido. Formado na Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, berço sindical do petismo, e professor com mestrado e doutorado na Universidade de São Paulo, ele conhecia a família Lula desde jovem. Sua mãe, por exemplo, era vizinha da ex-primeira-dama Marisa Letícia. Relações pessoais com poderosos não impedem ninguém de assumir cargos públicos de relevo. Para assentos no STF, são exigidos notório saber jurídico e reputação ilibada. Além desses dois requisitos constitucionais, espera-se de um ministro da suprema corte independência com relação ao presidente da República que o indicou. É nessa seara que a movimentação de Lewandowski tem causado apreensão.

Desde que foi empossado, sua atuação só chamou atenção quando foi portadora de maus presságios — para a opinião pública e as instituições — sobre o caso do mensalão. Na semana passada, essa situação chegou ao paroxismo. Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, ele informou que só pretende concluir seu voto no processo em 2013 — o que prorrogaria ainda mais o desfecho do caso, cuja conclusão está prevista para o primeiro semestre de 2012. Por trás de uma questão meramente temporal há uma série de desdobramentos políticos, todos eles favoráveis ao PT e à camarilha que figura como ré no processo. O próprio Lewandowski admite que, com o adiamento, poderá haver prescrição de boa parte dos crimes imputados aos mensaleiros. Entre os quais, o de formação de quadrilha, acusação que pesa sobre os ombros do comissário José Dirceu, ex-chefe da Casa Civil.

Andre Dusek/AE

A Toque de caixa: O ministro Joaquim Barbosa deverá concluir seu relatório no início do ano que vem para, ao contrário do que querem os mensaleiros, começar o julgamento em abrilOutro possível desdobramento tende a influir no mapa dos votos. No próximo ano, os ministros Cezar Peluso e Carlos Ayres Britto terão de se aposentar. Os dois fazem parte de um grupo de cinco ministros apontados como defensores da condenação dos réus. Se Lewandowski consumar o adiamento para 2013, Britto e Peluso não participarão do julgamento. Darão lugar a substitutos indicados pela presidente Dilma Rousseff. Se depender do PT, tais substitutos serão camaradas exemplares e, obviamente, pró-absolvição. Desde 2006, o partido conseguiu emplacar ministros com esse perfil mais amigável. Dilma manteve a toada com a recente nomeação de Rosa Maria Weber, uma juíza do Trabalho de carreira, com pouca intimidade com questões criminais. Ou seja: se o julgamento ocorrer após a aposentadoria de Britto e Peluso, o PT terá mais chance de conseguir formar uma maioria segura na corte que impeça a condenação de seus líderes. Assim, poderá evitar que o maior caso de corrupção da história do Brasil prejudique os projetos eleitorais do partido. Essa estratégia ardilosa, obviamente, não passa despercebida no plenário do Supremo.

Atentos à movimentação, ministros do STF já reagiram. Lewandowski justificou a possibilidade de adiamento com um argumento sólido como as nuvens: só leria todos os volumes do processo depois de receber uma espécie de resumo do caso elaborado pelo relator do processo, Joaquim Barbosa. No papel de revisor, Lewandowski teria de começar tudo do zero, como afirmou. Uma heresia jurídica devidamente rechaçada. Logo após a entrevista ter sido publicada, o presidente do STF, Cezar Peluso, enviou um ofício a Joaquim Barbosa pedindo que ele disponibilizasse imediatamente a íntegra do processo para todos os ministros, a fim de que eles já pudessem estudar o caso a fundo e, se quisessem, preparar os votos. A medida não era necessária. Há anos todos os autos do processo do mensalão estão disponíveis na internet para os advogados dos réus, os integrantes do Ministério Público e, obviamente, os ministros da corte. O ofício de Peluso era, na verdade, apenas um gesto para deixar claro o incômodo com a ameaça de adiamento. “Não vou deixar a presidência do Supremo sem colocar esse processo em pauta. Quero fazer isso em agosto, no máximo”, diz ele.

Ayres Britto, o outro ministro ameaçado de não participar do julgamento, também manifestou sua insatisfação. Questionado sobre a possibilidade de não julgar o mensalão, foi sucinto e irônico: “Não trabalho com essa hipótese. Quem sabe o ministro (Lewandowski) recebendo fisicamente o processo não facilite”. Lewandowski tem uma posição particularmente privilegiada para atravancar o processo. Ele exerce o papel de revisor da ação. Em ações penais, como a do mensalão, dois magistrados têm o dever de avaliar o processo antes dos demais: primeiro, o relator; depois, o revisor. Mas é o segundo que fica responsável por pedir que seja marcada a data do julgamento, depois de analisar o caso e preparar seu voto. Não existe legalmente um prazo para que ele cumpra essa tarefa, mas ministros ouvidos por VEJA estimam que três meses seriam suficientes para analisar o caso do mensalão. Na prática, tudo dependerá do embate entre a pressão do PT em favor do adiamento e a pressão de integrantes do Supremo e da sociedade em defesa do bom andamento das instituições. O próprio Dirceu já disse que acredita em sua absolvição no voto, por falta de provas, e não por prescrição. Portanto, que ocorra a votação em tempo hábil.

Chamado de “chefe de quadrilha” na denúncia do Ministério Público, Dirceu responde por formação de quadrilha e corrupção ativa. A prescrição de tais crimes, se comprovados, depende diretamente da pena aplicada. Como o processo se arrasta há anos, muitos réus só serão punidos se forem condenados a penas de longa duração. Trata-se de algo pouco provável. Como quase todos são primários e não têm antecedentes negativos, dificilmente receberão penas máximas. Isso se prevalecerem aspectos meramente técnicos. Ministros do STF afirmam, no entanto, que a ofensiva petista no processo pode ter um efeito contrário: aumentar a pressão política em defesa da adoção de penas mais severas justamente a fim de impedir a prescrição. “É muito cedo para saber se vai ocorrer a prescrição. Temos de aguardar a conclusão sobre a culpa e a fixação da pena”, diz o ministro Marco Aurélio Mello. “No entanto, é impensável majorar a pena para fugir da prescrição, bem como adiar o julgamento por causa das eleições municipais de 2012.”



Desde que foi oferecida a denúncia contra os réus, em 2006, Lewandowski protagonizou as principais celeumas em torno do caso. As duas primeiras ocorreram durante a aceitação da denúncia, em 2007. A princípio, o ministro foi flagrado no dia do julgamento trocando mensagens de computador com a ministra Cármen Lúcia sobre os votos dos colegas. A revelação das mensagens provocou enorme mal-estar na corte. Dias depois, Lewandowski agravou ainda mais a situação ao afirmar que os ministros haviam votado “com a faca no pescoço” e que a tendência do Supremo seria “amaciar para o Dirceu”. Durante o julgamento que transformou os mensaleiros em réus, foi Lewandowski quem mais divergiu do relatório de Joaquim Barbosa, opondo-se inclusive ao enquadramento de José Dirceu e José Genoíno no crime de formação de quadrilha. Seu alinhamento com a pauta petista é um péssimo sinal para o vigor de uma instituição fundamental como o STF.


A MOROSIDADE PREJUDICA A JUSTIÇASupremo Tribunal Federal pode ser muito célere — ou extremamente lento —, dependendo da vontade de seus minis-tros. O caso do processo envolvendo o peemedebista Jader Barbalho ilustra ambas as posturas. Desde março deste ano, quando a corte decidiu que a Lei da Ficha Limpa não valeria para as eleições do ano passado, vários políticos que receberam votos suficientes para se eleger, mas foram barrados pela lei, tomaram posse. Foi o caso dos senadores Cássio Cunha Lima (PSDB-PB) e João Capiberibe (PSB-AP). Jader, dono da segunda maior votação para o Senado no Pará, ficou à espera de uma decisão dos ministros. Era dado como certo que a sentença lhe seria favorável, mas ela não tinha data para sair. Na semana passada, o presidente do STF, ministro Cezar Peluso, decidiu dar fim à questão. Depois de receber intensas pressões de líderes do PMDB, valeu-se de uma de suas prerrogativas como presidente para desempatar a votação e liberar a volta de Jader ao Parlamento.

Peluso usou o chamado “voto de qualidade”, um recurso previsto no regimento do tribunal que dá ao voto do pre-sidente o peso de dois. Esse instrumento é aplicado em julgamentos que terminam empatados, realizados durante a vacância de um ministro. Desde agosto, quando Ellen Gracie saiu do STF, a corte funciona com dez integrantes. Sua substituta, Rosa Weber, só tomará posse no ano que vem. O curioso é que o próprio Peluso havia se recusado a re-correr ao poder do voto de qualidade no ano passado, durante o julgamento do ex-governador do Distrito Federal Jo-aquim Roriz, um caso semelhante ao de Jader. Assim como o paraense, Roriz renunciou para fugir de um processo de cassação no Conselho de Ética do Senado. Quando se encerrou o julgamento, empatado, Peluso justificou a decisão de não atribuir ao seu voto um peso maior que o dos demais magistrados alegando “não ter vocação para déspota”. Ainda não foi definida a posse de Jader. Diz o jurista Dalmo Dallari: “Não cabia outra decisão. Condenável foi apenas a demora do tribunal em tomá-la”. Peluso demonstrou que, quando quer, o STF pode pronunciar-se com rapidez em questões essenciais. Espera-se que seja veloz para encaminhar o julgamento do mensalão.

Pedro Ladeira/Folhapress

Olhos Fechados: Apesar dos antecedentes, desta vez a lei estava ao lado de Jader Barbalho

Um livro conta a podridão implantada por Lula


Os podres poderes do chefe Lula vindo a tona
Se tudo está tão evidente, se tudo está tão visível, onde está a reação?
Será que chegou a hora em que o discurso do grande Rui Barbosa se torna a triste realidade de um País que sempre causou orgulho?
Um País onde o povo colocava a mão no peito para cantar seu hino e se emocionava com isso.
Agora, o virus da impunidade degenera a moral e o câncer não é estirpado. Um câncer comunistóide socialista trazido por um partido que começou renegando nossas cores e nossa história de liberdade.
Ou o Brasil reage em massa ou o caos deflagra a falência do Estado, da Moral e da Ética definitivamente.

Onde estão nossos valores? Nossos homens cultos? Nossos administradores competentes?
Apedeutas, terroristas, assassinos, ladrões e entreguistas imorais tomaram o poder e estão roubando o nosso sagrado pão, nossa saúde, nossa educação, nossas matas, nossos povos, o futuro das novas gerações e nossas esperanças.

by Celso Brasil




Em seu livro O CHEFE, Ivo Patarra, no Capítulo 13, descreve que:
"Em 5 anos, Lula repassou R$ 12,6 bilhões para ONGs. Dinheiro para amigos, mal fiscalizado
A administração Lula repassou R$ 12,6 bilhões a 7.700 ONGs (Organizações Não-Governamentais) por meio de 20 mil convênios entre 2003 e 2007. Apesar dos valores expressivos, não havia mecanismos para selecionar adequadamente as entidades escolhidas como prestadoras de serviço. Quase não existiu controle na aplicação dos recursos federais, nem rigor na hora de acertar as contas. Suspeitou-se de desvios. Parte do dinheiro poderia ter sido embolsada por gente amiga. A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) encarregada de apurar irregularidades quase não avançou. Os governistas travaram as investigações. Não houve quebra de sigilos bancários e fiscais para identificar responsáveis pela eventual roubalheira".

Tudo isso e muito mais é contado em detalhes. Uma leitura que exige estômago para aguentar tanta podridão. Inacreditavelmente gerada por um ser apenas, contagiando amorais que se afinam com ele.

O resultado desta comprovada roubalheira esta vindo a tona somente agora.








Digam o que quiserem, mas somente uma força nos livrou deste mesmo bando por um bom tempo - As Forças Armadas.

STF custará R$ 2 milhões por dia em 2018.

       O Supremo Tribunal Federal (STF) tem um orçamento de R$ 714,1 milhões previsto para este ano. O montante representa um custo de...