Postagens

Mostrando postagens de Setembro 4, 2011

O Urso mau foi embora. Só por hoje.

Imagem
Dez viajantes e dois ursos
Dez homens viajavam juntos através de uma densa floresta, quando, de repente, sem que nenhum deles esperasse, dois enormes ursos surgiram do meio da floresta a frente deles. Um dos viajantes, egoísta pensando em si mesmo, não pensou duas vezes, correu e se atirou no rio ali perto. Aos outros, incapazes de enfrentar aquelas enormes feras sozinhos, restou deitar-se no chão e permanecer imóvel, fingindo-se de morto. Eles já percebiam que os Ursos e outros animais não tocavam em corpos de mortos. Isso pareceu ser verdadeiro, pois o urso se aproximou deles, cheirou suas cabeças de cima para baixo, e então, aparentemente satisfeito e convencido que eles estavam de fato mortos, foi embora tranquilamente. O homem que estava no rio então saiu. Curioso com a cena que viu lá de dentro da água, ele perguntou:
“Me pareceu que os Ursos estavam sussurrando alguma coisa em seus ouvidos. Ele lhe disse algo?" “Ele disse sim!" respondeu os outros, "Disse que não é na…

Porque hoje é feriado. E conversa jogada fora me remeteu aos 14 anos de idade. Quando como "declamadora oficial" da Escola na Serra Gaucha, fui eleita. Disse uma poesia no Dia das Maes para toda a sociedade local. Colegio Particular, onde eu fui uma das 60 alunas em regime de internato que ingressou no Imaculada em 1973. Ou fazia parte das que la ja estavam. enfim, declamava em todas as situações, quisesse ou nao. Esta escola me ensinou tudo. E acredito que nem elas achavam, as Irmas, que foram para o ceu e claro, o quao fariam para sempre parte de minha vida. Enfim, pra quem leu este post nada a ver *quem esta interessado nos meus 14 anos???*, umpresente. eu declamei" esta pooesia aos 13 anos. Olha o nivel do presente....

A Arte de Servir

Toda a natureza é um serviço. Serve a nuvem, serve o vento, serve a chuva. Onde haja uma árvore para plantar, planta-a tu; Onde haja um erro para corrigir, corrige-o tu; Onde haja um trabalho e todos se esquivam, aceita-o tu. Sê o que remove a pedra do caminho, o ódio entre os corações e as dificuldades do problema. Há a alegria de ser puro e a de ser justo; Mas há sobretudo, a maravilhosa, a imensa alegria de servir. Que triste seria o mundo se tudo se encontrasse feito. Se não existisse uma roseira para plantar, uma obra para iniciar! Não te chamem unicamente os trabalhos fáceis. É muito mais belo fazer aquilo que os outros recusam. Mas não caias no erro de que somente há méritos nos grandes trabalhos; Há pequenos serviços que são bons serviços; adornar uma mesa, fazer uma bandeja, arrumar os livros, pentear uma criança. Aquele é o que critica; este é o que destrói; sê tu o que serve. O servir não é faina de seres inferiores. Deus que dá os frutos e a luz, serve. Seu…

"Que esta minha paz e este meu amado silêncio Não iludam a ninguém Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios Acho-me relativamente feliz Porque nada de exterior me acontece... Mas, Em mim, na minha alma, Pressinto que vou ter um terremoto.."

Imagem
Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!
Mario Quintana


"Obra classica, fundamental para todos que desejam conhecer profundamente o Brasil e sua Imprensa". Li este livro ha cerca de 24 anos. Ou seja, estava na metade de minha vida, embora eu nao soubesse.Li por acaso. A pessoa com quem eu dividia minha vida naquele momento ganhou de aniversario. Em junho de 89. Ele foi de certa forma o norteador, para o tipo de jornalismo que escolhi fazer. E com certeza, nao posso negar que aos 29 anos com certeza teve uma influencia fortissima em minha forma de agir e me posicionar. Eu sou anarquista. Graças a Deus. E ao livro. Tanto que troquei o nome do blog para o nome do livro. Isso uma semana antes de encontrar este site de onde encontrei o texto transcrito. Devo comentar que no episodio do "Dr. Requiao", confesso que ao acordar as 3h da manha, e com a globonews ligada, qual nao é minha surpresa ao ver a cena que na mesma hora me remeteu para o livro. Pensei em estar tendo um "mini flashback". ao entrar em contato com a redação da band, cujo reporter foi nacionalmente desmoralizado citei o livro como algo tao retrogrado, que datava da ditadura, e ninguem, absolutamente ninguem que falei leu o livro. Pena. Talvez por isso, tenham todos agido como cinderelas assustadas. O castigo do Povo que naoconhece sua historia, é o legado de repeti la. Esta maxima e mais do que verdadeira. Os fatos estao ai. E desta vez, graças a Deus, nao podem sumir com a historia.

Durante toda a história da imprensa no Brasil foram muitos os momentos em que os vários chefes do executivo deste país tiveram uma relação agressiva e rude com os profissionais da imprensa. Em Cale a Boca, Jornalista!, Fernando Jorge faz uma análise a respeito das selvagerias cometidas contra os nossos jornalistas e a nossa imprensa, desde o tempo de D. Pedro I. Esta nova edição, revisada e aumentada, surge em comemoração ao bicentenário da imprensa e enfatiza o longo período de vinte anos da ditadura, a partir de abril de 1964.Fernando Jorge, conhecido por livros extremamente pesquisados e rigorosamente documentados, é capacitado por experiência própria a escrever sobre o assunto, pois também foi uma vitima dos atos arbitrários da revolução de 1964, apenas por ter denunciado a existência do preconceito racial no Brasil. Além disso, teve sua peça, O Grande Líder, censurada por ser considerada subversiva. Por último, foi ameaçado de comparecer as dependências do DOP…

Porque o Brasil virou uma bichorna? ______Porque a corrupção se propaga feito peste. E inicia no guardinha de qualquer repartição e encontra abrigo nos gabinetes Presidenciaveis. De togados e ilustrissimos. Tento mudar as coisas. Sozinha. Do meu jeito. Berrrando aos quatro ventos. Se esta e a forma que encontro de me salvar, que seja. Sei apenas que estou na hora extra, os dados seguem rolando e eu ainda sigo jogando. É a única certeza que consigo ter.

Com a  única certeza que possuos, que sao meu conhecimento aliado a meu instinto, ao meu feeling jornalistico tomo as seguintes decisoes. comecemos pelo final, e vamos indo para o inicio. Isso é muitomais que relato ou historia. Isso é fato. E esta acontecendo, nao [e passado. Quando posto isso, estou tendo muito mais que coragem. Estou exercendo minha cidadania, algo inerente a minha pessoa, como deveria ser de todos. Minha cidadania é meu alter ego. Nao pósso viver sem ela. Estou permitindo que ao lerem a historia, aprendam. Assim como aceitei o presente do Tribunal. Quantos de nos terao acesso algum dia, as normativas que regem as açoes do magistrado? Algo publico é verdade. masd quantos teriam acesso. Para quem ler o assunto, vai de presente a copilagem destas normas. Me enviada em resposta dada pelo Egregio Tribunal de florianopolis. O qual jamais falhou em seus compromissos enquanto Egregio. Jamais tive uma queixa de alguem ter sido grosseiro ou desinteressado. A conduta do TYribu…