sábado, 14 de novembro de 2009

Um domingo cheio de Chaplin


"Cada Um Tem de Mim Exatamente O que Cativou, e Cada Um É Responsável pelo que Cativou, Não Suporto Falsidade e Mentira, a VERDADE Pode Machucar, mas É SEMPRE Mais DIGNA. Bom Mesmo É Ir a Luta com DETERMINAÇÃO, Abraçar a VIDA e VIVER Com PAIXÃO. Perder com Classe e Vencer com OUSADIA, pois o Triunfo Pertence a Quem SE ATREVE e a VIDA É MUITO para Ser Insignificante. Eu Faço e Abuso da FELICIDADE e Não Desisto dos Meus Sonhos. O Mundo Está nas MÃOS DAQUELES que TEM CORAGEM de Sonhar CORRER o RISCO de VIVER SEUS SONHOS." Coragem..Coragem..Coragem é não Buscar Desculpas para ser Feliz.
 Charles Chaplin

Seria trágico. Se não fosse Hilário.


Apoiando "os" Trigo. Para livrar-nos "dos" Joio.

UNEGRO - UNIÃO DE NEGROS PELA IGUALDADE


CONTRA A IMPUNIDADE DOS CRIMES DE COLARINHO BRANCO,
EM DEFESA DO DELEGADO PROTÓGENES QUEIROZ



A Corregedoria da Polícia Federal encaminhou pedido de suspensão por 60 dias do delegado Protógenes Queiróz, responsável pela Operação Satiagraha, que prendeu o banqueiro Daniel Dantas, o megainvestidor Naji Nahas, o ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e outras pessoas acusadas de compor a quadrilha especializada em fraudes e crimes financeiros. Ao mesmo tempo em que solicita o afastamento de Protógenes, a cúpula da Polícia Federal articula arbitrariamente sua demissão. Enquanto isso os verdadeiros réus estão soltos com a proteção da mais alta autoridade judiciária do país. Esta ação da Cúpula da Polícia Federal ocorre pela pressão das elites brasileiras, acostumadas com a impunidade dos seus atos, e contam com forte apoio dos meios de comunicação de massa que fazem uma ampla campanha contra o delegado Protógenes Queiroz e o juiz Fausto De Sanctis.


A União de Negros Pela Igualdade - UNEGRO manifesta apoio e solidariedade ao delegado Protógenes Queiróz, repudia a inversão de objeto da cúpula da Polícia Federal que desde a eclosão da Operação Santiagraha tem investido na criminalização de quem cumpriu corretamente suas funções. Atesta que o arbítrio, a corrupção e a impunidade são armas poderosas de desestabilização da democracia e de manutenção das desigualdades sócio-econômica que assola o país. Considera essa iniciativa impregnada do mesmo princípio daqueles que criminalizam os movimentos sociais, ou seja, tratar com tirania e violência todos os atores que se voltam contra os privilégios da elite dominante.


Conclamamos todo movimento negro e popular a manifestarem-se:


“ Pelo arquivamento dos processos disciplinares promovidos pela Polícia Federal contra o delegado Protógenes Queiróz;
“ Pelo julgamento e punição dos culpados dos crimes investigados pela Operação Satiagraha;
“ Pelo fim de qualquer forma de criminalização dos movimentos sociais e das forças progressistas.


(Extraído do Blog Protógenes e reproduzido na integra para divulgação)

Uma piada de Portugues.

Abaixo-Assinado (#5223): Pela Dignidade e pela Justiça !:
Ministro da Justiça Abaixo-Assinado (#5223): Pela Dignidade e pela Justiça !:
Destinatário: Ministro da Justiça

                                                  >> Assine este abaixo-assinado <<

                                      http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/5223         


Senhor Ministro:


As entidades e cidadãos brasileiros que subscrevem este abaixo assinado de iniciativa popular solicitam, ao Exmo. Sr. Ministro da Justiça, o uso das prerrogativas do seu cargo e o exercício de sua autoridade constitucional, para tomada das providências legais que resultem no fim da flagrante injustiça e da mais contundente arbitrariedade que afrontam o estado de Direito e consternam a Opinião Pública, assim como dos atos persecutórios que vêm sendo perpetrados pela cúpula da Polícia Federal e que enxovalham a imagem do Órgão que está entre as Instituições que desfrutam de excelente conceito junto a sociedade.
Lembramos ao Exmo. Ministro que, quase dois anos atrás, o representante e porta-voz da cúpula da Polícia Federal, o Dr. Daniel Lorenz, afrontando vários preceitos constitucionais, como o da presunção de inocência, o estatuto do funcionalismo público e as normas processuais da sua própria Instituição, assumiu, em ameaça explícita e pública registrada nos anais do Congresso Nacional, na CPI conhecida como “do Grampo”, que ele não se aposentaria antes de obter a demissão do delegado federal então recém-afastado.
O lamentável fato, que não mereceu o devido reparo por parte da direção da Polícia Federal ou do Ministério da Justiça, é clara violação de direitos humanos e prova que o delegado Protógenes Queiroz foi pré-julgado culpado pela direção da Polícia federal já em abril de 2008, antes mesmo das apurações e conclusões de qualquer inquérito administrativo interno.

Lá, no Congresso Nacional, consta indelével, a ameaça incabível que viola o direito, expressa a presunção de culpa e prenuncia a perseguição implacável que culminasse na punição e demissão do servidor público já estava decidida antes da conclusão de qualquer inquérito.
De abril de 2008 até novembro de 2009, enquanto o criminoso condenado pela Justiça encontra-se em liberdade e em pleno gozo de seus direitos civis, sem ter que passar por humilhações e constrangimentos, o Delegado Federal e servidor público Protógenes Queiróz vem sendo punido e constrangido publicamente, teve seu salário reduzido e é vitima de uma perseguição política sem precedentes na história recente, além de acarretar graves conseqüências à saúde de seus filhos e no seu círculo familiar.

Prova cabal desta perseguição é que, nos últimos 18 meses, Protógenes Queiroz já recebeu, note-se que nunca na privacidade de seu domicílio e sempre de público, momentos antes de sua participação em atos públicos e palestras, numa clara iniciativa destinada a criar-lhe constrangimento moral, mais de 10 intimações e viu abertos contra ele mais 3 procedimentos administrativos, 3 sindicâncias e, ainda, mais duas investigações policiais.

Em contrapartida, as informações e conclusões de inquéritos que inocentam o delegado de acusações graves, como: a ausência de provas e a retratação do Exmo. Presidente do STF, Ministro Gilmar Mendes, e do Senador Demóstenes Torres contra o delegado por escuta ilegal; o parecer contrário do Ministério Público a processo aberto contra Protógenes; os bilhões de dólares recuperados e a brilhante folha de serviços prestados ao País pelo valoroso servidor, não têm pesado nada a favor da vítima da mais tenaz perseguição e acintoso assédio moral perpetrados até o momento.

Pelo exposto, confiantes na dignidade, alta capacidade de discernimento e senso de justiça do Exmo. Sr. Ministro, as entidades de classe e cidadãos brasileiros que subscrevem este requerimento estão certos de que V.Excia., pautado nas prerrogativas de seu cargo, não se furtará a tomar, de imediato, todas as providências legais e legítimas para por fim a este triste episódio, que envergonha a Nação e enxovalha a imagem de uma das Instituições que lhe é subordinada e que, a bem do País e da Justiça, deve estar acima de indignidades como as supra relatadas e figurar entre as mais bem reputadas da República.

É o que requeremos, a bem do nosso País.

Endereço para divulgação: http://www.abaixoassinado.org/abaixoassinados/5223


criado em 2009-11-12.
182 assinaturas
479 visualizações
autor: Movimento Dignidade, Justiça e Inclusão Social
comunidade: Movimento Dignidade, Justiça e Inclusão Social
categoria: Política

E eis que o milagre acontece. Alguém que igual a mim deve ser rotulado de louco. O que importa é que pensamos igual. E um mais um, mais um, mais um, mais um.... dá um tantão.


O Assédio Moral na Administração Pública

O assédio moral não é um assunto novo. Na realidade, trata-se de um tema tão antigo quanto as próprias relações de trabalho
Não há diferenças significativas na ação de assediadores nos universos público e privado. Porém, em virtude da natureza do serviço público, o assédio se torna mais grave, pelo fato de que na administração pública não existe uma relação patronal direta e sim uma hierarquia que deve ser respeitada.
A relação patronal no serviço público reside no dever do agente público tratar com respeito, decoro e urbanidade todo e qualquer cidadão. Este é o verdadeiro “patrão”, que custeia a remuneração do agente público por meio do paga¬mento de tributos.

Na relação de trabalho, o agente público está sujeito ao princípio da hierarquia, constituída principalmente para estabe¬lecer um grau de responsabilização e ordem, objetivando que o serviço público alcance seu objetivo maior, que é o bem comum.



O que realmente é assédio moral na relação de trabalho?


Resumindo trata-se, portanto, da exposição do servidor a situações humilhantes e constrangedoras, recorrentes e prolon¬gadas durante a jornada de trabalho e no exercício das funções. Essa exposição à tirania é mais freqüente em relações hierár¬quicas autoritárias, nas quais predominam condutas negativas, atos desumanos de longa duração, exercidos por um ou mais chefes contra os subordinados, ocasionando a desestabilização da vítima com o ambiente de trabalho e a organização.

A vítima é isolada do grupo sem explicação, passando a ser ridicularizada, inferiorizada e desacreditada diante de seus colegas. Estes, por medo, vergonha, competitividade ou indi¬vidualismo, rompem os laços afetivos com a vítima e, muitas vezes, acabam reproduzindo ações e atos do agressor, instau¬rando um “pacto de tolerância e de silêncio coletivo”, enquanto a vítima vai se degradando e se enfraquecendo.

Esta humilhação repetitiva acaba interferindo na vida do humilhado, gerando sérios distúrbios para a sua saúde física e mental e podendo evoluir para a própria incapacidade para o trabalho, a aposentadoria precoce e a morte.

Em síntese o assédio moral é uma perseguição continu¬ada, cruel, humilhante e covarde desencadeada, normalmente, por um sujeito perverso, tanto vertical quanto horizontalmente, que intenciona afastar a vítima do trabalho, mesmo que para isso tenha que degradar sua saúde.



A Hierarquia no serviço público


Hierarquia “é o princípio da administração pública que distribui as funções dos seus órgãos, ordenando e revendo a atu¬ação de seus agentes e ainda estabelece a relação de subordina¬ção entre os servidores do seu quadro de pessoal” (Direito Admi¬nistrativo Brasileiro, Hely Lopes Meireles, pg. 127, ed. 2003).

Portanto, o servidor somente tem a condição de su¬bordinado em relação ao princípio orientador da hierarquia entre a instituição e a função, e não porque é agente de me¬nor ou maior capacidade do que o funcionário numa função acima da sua. A distribuição dessa hierarquia é questão de organização da Administração Pública e também modo de operação dos atos e não uma divisão de castas de pessoas ou funções. Na Administração Pública, o funcionário dos servi¬ços gerais tem a mesma importância que um chefe de gabi¬nete e, dentro de sua categoria, é igual hierarquicamente a outros. Suas funções são diferenciadas apenas por questões de organização, mas sua importância é a mesma dentro do quadro do funcionalismo.

Desse modo, um chefe de gabinete que comete assédio contra um funcionário de serviços gerais, por exemplo, deve responder pelo ato que praticar. É evidente que a responsabili¬dade será sempre da administração pública, pois responde por lesões morais o órgão que não coibir atos de assédio moral contra qualquer um de seus agentes. No entanto, o agente res¬ponderá frente à administração pública em ação regressiva.

Não se pode admitir um funcionário de grau hierárquico maior prejudicar toda uma administração, todo um bem elabo¬rado sistema de controle do trabalho, simplesmente por querer humilhar seus subordinados.
Conclui-se que a hierarquia não significa superioridade de cargo ou pessoal, e sim de função dentro da organização estatal.


Há como impedir o ato de assédio moral?

Não há uma maneira eficaz de se impedir o assédio moral. Porém, é essencial que o ato seja punido de maneira exemplar, por meio da abertura de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) e de processo por desvio de conduta ética, com a conse¬qüente exoneração do cargo e a aplicação das demais sanções impostas pelo ordenamento disciplinar e ético.

É de nosso entendimento que, em conformidade com o Có¬digo de Ética do Servidor Público, os desvios de conduta ética en¬volvendo o assédio moral atualmente são melhor tratados junto a ética pública do que em procedimentos disciplinares, sendo que nada impede que os dois coexistam. A Ética é uma nova esfera den¬tro do Direito Administrativo, não concorrendo com a esfera Disci¬plinar, assim como a esfera Civil não concorre com a esfera Penal.

A Administração Pública tem o compromisso de apurar, sempre que necessário, qualquer indício de participação de servi¬dor em atividades que atentem contra a ética no serviço público, devendo responder prontamente a incidentes que envolvam seus servidores, uma vez que nem todas as ocorrências apresentam lesividade efetiva à regularidade do serviço, dano ao erário ou comprometimento real de princípios que regem a Administração.

O principal objeto do Direito Administrativo Disciplinar e do Código de Ética do Servidor Público não é necessariamente punir, mas corrigir os ilícitos e a conduta do servidor.



Tratando o assédio moral na ética PÚBLICA



Como já vimos, o assédio moral é em essência um desvio de conduta ética e deve ser tratado como tal.

Considerando como balizador o Código de Ética Profis¬sional do Servidor Público Civil do Poder Executivo Federal, instituído pelo Decreto nº 1.171/1994, po¬demos definir em quais desvios o assediador se enquadra.

Tomemos como exemplo:

Das vedações ao Servidor Público



f) permitir que perseguições, simpatias, antipatias, caprichos, paixões ou interesse de ordem pessoal interfiram no trato com o público, com os jurisdicionados administrativos ou com colegas hierarquicamente superiores ou inferiores;

Neste inciso o legislador contempla em sua totalidade o assédio moral, na ascendente e descendente do plano vertical e em sua totalidade no campo horizontal. As proibições reve¬lam a maioria das iniqüidades praticadas pelo assediador moral contra sua vítima.



Prevenção
 Agora, há sim como prevenir tais atos, aplicando ações mais intrínsecas e eficazes na educação ou reeducação ética e profissional do agente público, incuntindo-lhe o respeito aos seus pares e principalmente ao cidadão.
É certo que a virtude moral é decorrente do hábito e não da natureza do ser humano. O exercício contumaz da virtude moral arraigará no homem o seu espectro, posto que o hábito não modifica a natureza. É a natureza que nos dá a capacidade de receber as virtudes, e o hábito aperfeiçoa esta capacidade. Portanto, a prática da virtude moral, que conduz o homem à verdadeira felicidade, não nasce com ele, sendo construída a partir de condutas positivas reiteradas. 
 
O Assédio Moral na Administração Púlica
Publicado por Paulo Roberto Martinez Lopes
23 julho 2009 às 4:50
ASSÉDIO MORAL é imoral
Back to ASSÉDIO MORAL é imoral Discussions

Uma Segunda Chance

Um bom filme. De Mike Nichols, de 91.
Com o sempre maravilhoso Harrison Ford.
Um drama que se baseia na mudança de comportamento de um advogado egoísta e arrogante, após perder a memória e a mobilidade devido a um assalto.
Um bom tema de reflexão.
E mostra o quão tênue é a linha que nos separa do futuro. Mais tênue que um fio de cabelo.
O futuro é reamlmente em menos de um milésimo de fração de segundo.
Ao assinar o post ja estou no futuro.
Porque este Post ja estará postado, e fará parte do passado.
                                                     by Deise

Alô Alô Marciano


A propósito, onde a população pode conseguir os dados, de para quem, onde e quando e principalmente o que fo feito dos valores arrecadados para o reassentamento das vitimas da tragédia das chuvas este ano no estado de SC?
Onde obtemos os dados de quantos reassentamentos foram feitos até agora e qual o valor exato arrecadado.
Tentei pela imprensa Oficial do EStado.
Mas o site, lamentavelmente não funciona.
Se eu souber para quem pedir de forma ágil, evitaremos mais um pedido ao Fórum.
Pedirei que seja prestado contas destes valores. E sua utilização.
Afinal, tem muito dinheiro doado pelos "Gaúchos Forasteiros" e muita comida enviada. Inclusive aquela que deixaram apodrecer e não foi distribuida.
SEria de bom tom que o Governo publicasse isso no Jornal. Tenho certeza que é interesse de toda a população Catarinense. E quem sabe nacional. Todos os brasileiros ajudaram.
Todos tem direito não a explicação. Porqueê explicação a gente dá para porteiros e guardas de trânsito.
Mas à prestação de contas.
Se ninguem quer eu quero.
Porque fiz doação.

Ano 2009. Século XXI.

Qualquer Semelhança
não é mera Coicidência...
Suplicy tenta convencer Havana a conceder visto a Yoani Sánchez
23 set 2009 Flávia Tavares para o jornal O Estado de S. Paulo

     “Os cidadãos cubanos são como crianças. Precisam de autorização do “papá” para ir e vir”, diz, ao telefone, Yoani Sánchez. “Comportei-me mal porque conto como vivemos em Havana.” Para tentar tirar a autora do blog Generación Y do “castigo”, senadores brasileiros mobilizam-se para pressionar o governo de Cuba a liberar o visto de Yoani e permitir que ela venha ao Brasil em outubro, quando a Editora Contexto lançará seu livro De Cuba, com carinho.

      O movimento começou a partir de conversas do historiador e editor Jaime Pinsky com a Embaixada de Cuba no Brasil para formalizar o convite à autora para o lançamento. Mas a blogueira já foi convidada a visitar outros países e as autoridades cubanas nunca a liberaram. O editor procurou, então, o senador Eduardo Suplicy (PT-SP), “que é do governo brasileiro e amigo do cubano”, para que ele intercedesse.

      Em discurso no plenário na segunda-feira, Suplicy tratou do caso, usando o encontro do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com Barack Obama na Assembleia-Geral da ONU como deixa. Confiante de que Lula pressionará o líder americano a rever o bloqueio econômico a Cuba, Suplicy acrescentou que um passo positivo nessa direção seria a liberação de vistos para os cidadãos entrarem e saírem do país. Cuba assinou, em 2008, o Pacto Internacional sobre Direitos Civis e Políticos, que garante o direito de livre circulação, até mesmo para o exterior. Mas Yoani já teve o visto negado três vezes só este ano. A permissão para a visita ao Brasil seria um sinal de que Cuba está disposta a praticar o que assina.

        Sérgio Guerra (PSDB-PE) protocolou um pedido na embaixada de Cuba e Demóstenes Torres (DEM-GO) tenta aprovar hoje um convite formal do Senado brasileiro a Yoani, como forma de pressionar Havana. Até o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso teria manifestado sua intenção de intervir na diplomacia cubana. “Não tenho esperanças de viajar. Viajo virtualmente no blog”, resigna-se Yoani. “Mas é a primeira vez que políticos tentam me levar a um país e fico feliz que seja o Brasil.”

A culpa é da Vítima



Después de una agresión, hay ciertos miopes que culpan a la propia víctima por lo ocurrido. Si es una mujer que ha sido violada, alguien explica que su falda era muy corta o que se contoneaba con provocación. Si se trata de un asalto, los hay que sacan a relucir el llamativo bolso o los brillantes aretes que despertaron la codicia del delincuente. En caso de que se haya sido objeto de la represión política, entonces no faltaran quienes aleguen que la imprudencia ha sido la causante de tan “enérgica” respuesta. La víctima se siente -ante actitudes así- doblemente agredida.
Las decenas de ojos que vieron como a Orlando y a mí nos metieron a golpes en un auto, preferirían no testificar, sumándose así al bando del criminal.
El doctor que no levanta un acta de maltratos físicos porque ya ha sido advertido de que en este “caso” no debe quedar ningún documento probando las lesiones recibidas, está violando el juramento de Hipócrates y haciendo un guiño cómplice al culpable. A quienes les parece que debería haber más moretones y hasta fracturas para empezar a sentir compasión por el atacado, no sólo están cuantificando el dolor, sino que le están diciendo al agresor: “tienes que dejar más señales, tienes que ser más enérgico”.
Tampoco faltan los que siempre van a alegar que la propia víctima se autoinfligió las heridas, los que no quieren escuchar el grito o el lamento a su lado, pero lo resaltan y lo publican cuando ocurre a miles de kilómetros, bajo otra ideología, bajo otro gobierno. Son los mismos descreídos a los que les parece que la UMAP fue un divertido campamento para combinar la preparación militar y el trabajo en el campo. Esos que aún siguen creyendo que haber fusilado a tres hombres está justificado si de preservar el socialismo se trata y que cuando alguien golpea a un inconforme, es porque este último se lo buscó con sus críticas. Los eternos justificadores de la violencia no se convencen ante ninguna evidencia, ni siquiera ante las breves siglas E.P.D. sobre un mármol blanco. Para ellos, la víctima es la causante y el agresor un mero ejecutor de una lección debida, un simple corregidor de nuestras desviaciones.

Breve parte médico:


Estoy superando las lesiones físicas derivadas del secuestro del viernes pasado. Los moretones van cediendo y ahora mismo lo que más me molesta es un dolor punzante en la zona lumbar que me obliga a usar una muleta. Anoche fui al policlínico y me han puesto un tratamiento contra el dolor y la inflamación. Nada que mi juventud y mi buena salud no puedan superar. Afortunadamente, el golpe que me di cuando pusieron mi cara contra el piso del auto no ha afectado mi ojo, sino solamente el pómulo y las cejas. Espero estar recuperada en pocos días.
Gracias a los amigos y familiares que me han atendido y apoyado, se están desvaneciendo incluso las secuelas psíquicas, que son las más difíciles. Orlando y Claudia todavía están bajo el shock, pero son increíblemente fuertes y también lo lograrán. Ya hemos empezado a sonreír, que es la mejor medicina contra el maltrato. La terapia principal sigue siendo para mí este blog y los miles de temas que todavía me quedan por tocar en él.

(Nota del editor: post dictado por teléfono)

Hepatite B. Foi um privilegiado ter convivido com "BC"... Mas obrigada por ter ido embora. Sem deixar nem bilhete de explicação ou despedida.

                                                                                                                          by Deise

Aprendi durante a mesma entrevista, que Deus não precisa de tiro, de canalhas, de doeças para me levar.
Ele me leva até dormindo se quiser.
E pensei, no que o Presidente em exercicio falou, sobre como percebmos o Pai Nosso.
E pensei como ele: eu estou na briga e não me opondo à Deus. Entendo como sendo feita a votade dele.
E se ele é quem me impulsiona, e me da forças. Se é ele que me refúgio nos momentos mais críticos, ele deve ter planos para mim que sequer imagino.
Eu pessoalmente acredito que câncer é uma doença da alma. De falta de amor. Não de receber. Mas de dar.
Porque pessoas se curam de cancer? Vivem anos? E outras são consumidas em dois meses? As vezes 3 dias?
Isso fez eu me dar conta, que recentemente repetindo meus exames, periodicos, uma vez que sou Hepatite B e C, aconteceualgo que ninguem entendeu. Nem eu, menos ainda os medicos.
A C tem cura. Mas A hepatite B é crônica e ha 5 anos, sous abedora ser portadora das duas.
Me conformei com a B, e comecei a cuidar da C.
Por 5 anos repetindo exames e vindo reagente a B.
No ultimo exame, só não desapareceu a Hepatite B., mas aparece um resultado como se eu tivesse vacinada. O virus B desapareceu.
E a C, para alegria de quem me deseja o bem, está sob controle. O virus continua dormindo.....deixa ele.
REalmente.
Concluo que não ficamos doentes.Nos tornamos doentes.
Que seja um sabado abençoado para todos.
Para quem já e do bem, só mais amor. E pra quem não é um pouco de amor também.
Quem sabe não angariamos mais uma ovelha????
Namastê

A volta do que não foi....

Deixa eu ver se entendi:
O Pais teve um apagão. Mas não foi uma pagão? é Isso?
Foi um surto coletivo brasileiro.
Um apagão "esquizofrenico".....
Só aconteceuna cabeça de algumas pessoas.
O governo já explicou, caramba: foi um raio.
A culpa é de UM RAIO.
SE foi Deus seja louvado!

M  A  R  A  V  I  L  H  A!!!!

Se esta é a única explicação que Dilma & Cia vao dar, eu aceito.

E POSSIVELMENTE DEVE SER REALMENTE UM RAIO SAIDO DO DEDO DE DEUS!!!!
DE FÚRIA.

E atenção Ministra:  é falta de etiqueta e foge do protocolo, reportar-se a um profissional da comunicação, realizando seu trabalho, de  ' "TU AI MENINA'...
NÃO LEMBRO DESTA PROFISSINAL TER DITO SER SUA PARENTE.
E ainda que fosse, estava exercendo seu trabalho, coisa que V.Sa. tem deixado em muito a desejar.
Por favor; pare com o teatro, porquê ninguém que  está em cancer linfático tem esta disposição toda, nao fica gorda como V.Sa. está. (a nao ser por corticoide). Nem destila tanto fel. Independente dos seus problemas pessoais, V.Sa. deveria sim, era manter a serenidade e acalmar o povo que ajuda a governar.
Inicie tirando esta peruca horrorosa e coloque um Mega Hair em ultimo caso.
Torno a dizer: V. Sa. lembra-me o Collor, com aquela show de breguecisse no ultimo debate com Luiz Inacio em 89.
Sábio é nosso vice Alencar, ele não competiria pela idade e por  seu histórico de saúde, segundo entrevista maravilhosa dele com Marília Gabriela.
EU NAO VOU VOTAR NUMA PRESIDENTE QUE PODE MORRER EM EXERCICIO.
Alguem vai??????
Desta vesz o gol foi contra. Foi burrice.  Demitam o autor da "brilhante idéia".
Tipica de quem quer chamar atenção para isso.
E convenhamos, inteligente, com condiçoes financeiras, V.Sa poderia colocar coisa melhor na cabeça. Um lenço ou um turbante ficaria muito mais bonito.Como eu ja disse quem é o doido que vai votar
num Presidente Doente?
O negócio e ficar de olho no Vice..
Ninguem que está com cancer, destila tanto fel.
E mantém tanta arrogância.
Por que compreende que é imortal.
Suas atitudes não demonstram em nada uma MULHER FORTE E DETERMINADA  como era
a intenção do roteiro inicial.
Mas sim a transformou numa Ministra mentirosa, rancorosa, sem respeito com os profissionais da comunicação (dos quais V.Sa. dependerá muito na campanha) que por mim ja nasceu morta.
Está longe se pensar em ser comparada com a braço de ferro americana.
Me desculpe, mas suas apariçoes na mídia estão ficando patéticas.
Se poupe de mais queimação de filme.
E se não fosse por mais nada, jamais lhe daria meu voto.
Não para alguem que pretende ser Presidente do Pais e admite ter mentido.
Se na época de ditadura ou nao, mentiu.
Não tem credibilidade. Mentira é mentira.
E diga-se de passagem: V.Sa, assim como o Presidente recebem um salário até o dia de sua morte "por terem sido perseguidos políticos".
Eu entendia que estavamos fazendo Revolução e mudando o sistema de escolha Presidencial no pais.
Voces estavam fazendo investimento.

A propósito, como faço para  entrar com o pedido da minha???

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Depois da Lua Azul, são meus dias preferidos.




. Saúdo a ti ò Grande Mãe,
Feliz o dia
em que  ouvi o chamado.

O tema é bem interessante


Geração Y


02/09/2009 14:43:24
Por Fernando Souza Filho

Será que as corporações estão prontas para a Geração Y? Talvez nem o mercado como um todo esteja, mas ele tem que se adaptar. A Geração Y é formada por aquelas pessoas ultraconectadas, nascidas entre 1980 e 1999, que não conseguem entender como algum dia a gente viveu sem e-mail. São pessoas para quem a coisa mais normal do mundo é responder um e-mail, enviar um SMS, ouvir iPod, assistir TV e manter 5 sites diferentes abertos ao mesmo tempo no navegador, enquanto baixa algum seriado de TV pelo Torrent. Tudo isso simultaneamente, sem perder a concentração.
O livro Geração Y, Era das Conexões – Tempo dos Relacionamentos (220 páginas, Editora Clube de Autores, preço médio de R$ 39,90), de Sidnei Oliveira, procura entender os conflitos culturais que essa geração traz ao chegar agora no mercado de trabalho. A intimidade desses jovens com a tecnologia em geral os tornam uma força de trabalho essencial numa era de globalização conectada. Por outro lado, sua educação em plena era digital traz efeitos colaterais que podem gerar conflitos nas empresas.
Oliveira busca entender essa geração e sua eterna impaciência que beira à arrogância e ao egoísmo puro e simples. A leitura é leve, deliciosa, feita propositalmente em cima de parágrafos curtos. É como se estivéssemos lendo um blog impresso em papel. Certamente, é o tipo de livro que a própria Geração Y leria com facilidade para atender sua eterna urgência ansiosa.

Desvantagens do estilo blogueiro

O estilo blogueiro do escritor traz esse feeling online para o bom e velho livro de papel. Mas também tem suas desvantagens. Principalmente no quesito estilo. Em muitos momentos, a leitura fica meio confusa, pois em absolutamente todas as páginas do livro há aspas, negrito ou palavras com todas as letras maiúsculas para destacar algum adjetivo. É muito, muito, muito feio.
Alguns vícios de blog também são evidentes, como espaços entre parênteses e erros de digitação, típicos deslizes oriundos da urgência dos artigos escritos para a internet.
Alguma desinformação conceitual também se faz presente quando o autor descreve tribos urbanas. Ele coloca no mesmo saco punks e skinheads, que são inimigos mortais, e diz que metaleiros se confundem com góticos e ouvem "heave-metal" (sic). São deslizes conceituais que passariam despercebidos se quase metade do livro não se ocupasse justamente em descrever as minúcias das mais variadas tribos urbanas contemporâneas.
De modo algum, porém, isso tira o brilho do livro, que busca interpretar e entender a Geração Y que está chegando agora no mercado de trabalho.

Indentificando os Y

Geração Y – Saudáveis de A a Z





Você conhece a Geração Y? Formada por jovens ousados, espertos e ágeis nascidos entre 0s anos de 1978 à 1988, essa geração têm grande facilidade para assimilar conteúdo e tecnologia. Foram criados sob muitas atividades e aprendizado, o que significa que são ao mesmo tempo voltados para alto desempenho e alta manutenção. Para Bruce Tulgan, pesquisador americano ligado à CNN – “Eles também acreditam no seu próprio valor”



No cenário nacional, os jovens da Geração Y foram testemunhas da intensa instabilidade econômica seguida de uma “arrumação geral” no Brasil, com o processo de democratização do país. Rotular uma geração é estudar e contabilizar as mudanças acontecidas na história mundial durante períodos distintos. Seu reflexo é percebido diante de mudanças de comportamento e relacionamento.



O perfil do profissional mudou e junto com ele mudou também a maneira como as empresas enxergam o colaborador. No mercado de trabalho, a geração Y se apresenta como a grande força atual. Antes de completarem 30 anos de idade já possuem uma carga de conhecimento bem desenvolvida e passaram por vários empregos, consequência de seu anseio por uma carreira estabilizada em tempo reduzido. Tempo este que se torna curto diante de tantas responsabilidades.


Célia Marcondes Ferraz, coordenadora do Núcleo de Gestão de Pessoas da ESPM – Escola Superior de Propaganda e Marketing, afirmou, em matéria para o jornal Folha de São Paulo que, os jovens da geração Y querem ser empreendedores dentro de suas próprias carreiras.



A partir dos anos 90 e com o advento da globalização, reter talentos ficou cada vez mais desafiador aos gestores. Os profissionais “Y” possuem algumas características bem específicas. Enumeramos algumas para que conheça ou se identifique:



Facilidade de Aprendizado;
Multitarefeiros;
Integrados com as equipes;
Compromissados;
Atentos ao mercado;
Criativos;
Inovadores.

Cuidados com a saúde tornam-se fundamentais diante do acúmulo de tantas responsabilidades. Combater o sedentarismo físico auxiliará para que os profissionais tenham ainda mais disposição para alcançarem seus objetivos. Separamos para você algumas dicas para combater a falta de tempo. Confira:



Organize seu tempo e faça dele seu aliado;


Busque encontrar o equilíbrio entre trabalho e lazer;


Aumente o intervalo entre um compromisso e outro;


Durma mais. Dormir pouco pode ocasionar aumento de peso, hipertensão e diabetes.


Por fim, encontre tempo para praticar seu esporte favorito!


Atividades Físicas diminuem em 8 vezes as chances de se desenvolver doenças cardíacas, além de proporcionar momentos de descontração e novas amizades




Eu quero viver meus próprios sonhos, e não a utopia que um dia outros sonharam para mim.

A geração Y 

Programa típico dos cubanos: o jogo de dominó em mesas na calçada

Mais um elevador imprevisível me leva agora à casa de Yoani Sánchez, de 33 anos, uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, na lista mais recente da revista'Time'. É Yoani, em pessoa, quem maneja os botões, para assegurar nosso desembarque ao apartamento onde ela vive, entre peixes e livros, com o jornalista Rei-naldo Escobar, o marido de 61 anos, e o filho Téo, de 12. Reinaldo é um jornalista conhecido em Cuba, mas foi demitido da imprensa estatal por escrever artigos que seriam naif perto do que sua mulher diz na internet.

Yoani é a voz mais poderosa de Cuba no momento. Seu blog, 'Genera-ción Y' (www.desdecuba.com/gene raciony), virou um fenômeno, com picos de 4 milhões de visitas mensais. Yoani escreve crônicas bem-humoradas e críticas, pela ótica de sua 'geração Y', aquela que nasceu nas décadas de 60 e 70, e tem em comum nomes como Yaniel, Yanisledis, Yunia... 'Nossos pais buscavam sons estrangeiros, em resposta aos nomes russos, comuns na época. Num sistema em que tudo é controlado, havia um espaço de liberdade: nomear os filhos. Assim surgiram os nomes mais exóticos.'

Filha de um maquinista e uma dona de casa, ambos comunistas, Yoani vivenciou as crises e contradições do socialismo. Sua geração é a que mais imigrantes contabiliza hoje. 'Vivemos uma frustração porque o futuro que nos prometeram nunca chegou. So-fremos uma overdose de ideologias, datas históricas e culto a mártires, que fez com que muitos se tornassem apáticos. A maioria opta por imigrar ou se calar', diz ela.

Com o diploma de filóloga na gaveta, Yoani também deu suas voltas, primeiro na Alemanha, onde se deu conta de que Cuba não era o 'umbigo do mundo', e em uma temporada na Suíça, vivendo de bicos, já com o marido e o filho. A decisão de voltar, a princípio, foi por uma razão prática: se um cubano passa mais de 11 meses fora, o governo confisca sua casa. 'Mas também era frustrante a sensação de que eu havia me obrigado a sair. Eu me sentia mal por não estar fazendo nada para mudar a realidade do meu país. Eu e Reinaldo juramos que, voltando, não íamos nos alienar.'

Assim nasceu a revista digital 'Consenso', e o blog que bombou, graças às peripécias de Yoani, com um laptop comprado de um balseiro que queria fugir do país. Para atualizar o blog, Yoani muitas vezes se fez passar por turista, falando alemão, para entrar nos hotéis e pagar uma pequena fortuna (4 dólares) por 20 minutos na internet. 'Meu luxo é postar', diz ela, que atualmente dá aulas de espanhol.

Mesmo com a experiência de ver um tio preso, condenado a 15 anos por escrever contra o regime, Yoani coloca sua foto e nome no blog. Até agora, diz que sofre apenas uma censura velada, feita de ataques pessoais e boicotes, como a instalação de filtros na internet que retardam o acesso a sua página. Em nosso encontro em Havana, ela estava ansiosa pela permissão do governo para ir a Espanha receber o prêmio Ortega y Gasset de Jornalismo, que venceu na categoria digital. Soube depois que, dessa vez, não conseguiu. E escreveu no blog: 'Não importa. No cyberespaço minha voz viaja sem limites...'.

Articulada, Yoani é craque em questionar clichês, como o de que o cubano não passa fome porque tem a ração do governo. 'Você não tem fome apenas de comida. Você tem fome de sabores que não pode comer, fome de poder temperar a comida à sua maneira. Esse é o tipo de fome que temos. Fome de escolher. Fome de dizer: 'Não quero arroz, quero batatas'', diz.

O maior desafio de Cuba, para a blogueira, é promover mudanças que afetem as liberdades civis. 'Precisamos selecionar as ideologias que queremos, sem que isso seja um delito.' Falar do presente, acredita ela, é a melhor maneira de construir esse futuro. 'Eu habito uma utopia que não é minha. Quero viver meus próprios sonhos, e não o que os que outros sonharam para mim', diz.
O táxi que me leva de volta ao hotel, agora, é um carro novo qualquer. No rádio, toca o hit americano 'Endless Love', com Lionel Richie e Diana Ross. O outdoor diz a mesma frase: 'Viva Cuba Libre!'. O mar do Malecón está calmo. Ao menos por enquanto.

O olho do dono é que engorda o boi....E para isso só precisa interesse. Não precisa ser Deus.

                                                                                                                            by Deise

Estou sempre me informando daquilo que me interessa. A informação que recebi do Dr. Nivaldo Claudino é que o IP  instaurado na Unidade Feminina da Capital, por determinação da 26ª Promotoria da Capital,(moralidade) está na Primeira DP da Capital.
Ligando para la, e ver se já foram oficializados, recebi de resposta que sim. E me deram o nome da Dra. que vai instrui-lo. Até porque fora os envolvidos, e eu temos imenso interesse nisso. A denúncia é minha, co o não vãome dar as respostas? E básicas.
Uma jornalista nao somente escreve. Primeiro informa-se, confere, e cita a fonte. Jamais pode se dar ao luxo de ser leviana. Porquê pode destruir pessoas. Assim como Endeusa-las. DEve ter sempre o compromisso com a verdade. Por pior que seja. Jornalista que é jornalista odeia o "se", o "talvez", o "nao sei".
Portanto, foi a própria 1ª  DP que deu-me a informação.
A quem fez os questionamentos ai está a única resposta que lhe devo. Porque é do interesse de muitas pessoas que acompanham o blog.
Não precisa ser Deus, para saber disso. Basta ser inteligente, interessada e perseverante.
Basta não ser preguiçosa, nem  estarei perturbando porquê "possivelmente a autoridade está ocupada".
A resposta é curta é grossa: Pois se ocupe de mim agora. Porque geralmente quando começo a ligar, é porquê o que estou cobrando deve fazer no mínimo dois meses que foi enviado e ignorado, como tudo no país. Não é pessoal. Aí eu mostro que podem fazer isso com todos. Mas se fizerem comigo eu coloco cada um no seulugar, com educação que não podem sequer dizer que fui grosseira. Sou assertiva, oque é muito diferente. É não dourar a  pílula. É ter respostas prontas e questionamentos altamente sustentáveis.
E para isso precisamos ser objetivos.
Quando eu era educada não gostavam. Agora eu me identifco, peço o que é de meu direito em duas frases, vejo o procedimento. Mando o pedido por email e espero dois dias.
Se não respondem, ligo e exijo respostas. Nem que seja um posicionamento. Este é o dever do SErvidor Publico: se nao temos acesso pela internet a qualquer coisa, é no orgão que precisam orientar.
As vezes alguma assessora desliga o fone na minha cara. Mostrando a educação que tem e como está completamente fora da  realidade.
Ai calmamente eu retorno e pergunto: foi a sra. que bateu o fone na minha cara???? Bem eu vou lhe dizer qual o seu grande azar. A senhora se xama X não? Pois é. Eu te acho ai dentro.
Mas tu sabes como eu  sou????Será bem pior se eu for pessoalmente.
Viu que sorte a minha? Rapidinho elas voltam pra casinha e passam a agir civilizadamente.
Não vamos acreditar por favor, que FUNCIONARIO PUBLICO SEJA DO ESCALÃO QUE FOR, são PATRÕES. Serão sempre subordinados a nós.. São nossos empregados. Optaram por nos servir.
No regime que vivemos (ou deveriamos viver) Não somos nós que damos satisfaçoes ao governo. E ele que deveria nos dar. E conseguiram transformar o Pais nesta chafurda que ninguém mais se entende.
Desculpe se lhe contrario, mas jamais chegaria a insanidade me comparar a um pedaço de unha de Deus.
Mas na minha vida é de Deus  que vem a força que me impulsiona para manter estas tres vontades.
A cada dia mais limpa e mais sadia.
E se  V.Sa  pergunta como é que eu sei sempre das coisas, V.Sa, realmente não acredita que eu seja jornalista. Investigativa o que torna tudo mais fácil para mim. Tenho fontes de muitos anos.
E amigos (e inimigos em dobro), mas o pequeno  exército tem se virado. Mesmo com algumas baixas.
Bem, como eu consigo as informações pouco importa. Importa que eu  sei o que me interessa.
Azar o seu que não acredita. Eu vivo sem a sua certeza. Muito bem.
Nem para quem me sustenta eu digo o que não  quero dizer.
Nem a ele dou satisfação.
E podem acreditar: ganho dele por merecimento. Nao por extorsão.
Está  respondido seu questionamento???

Pobres homens de pouca fé.....

Pegadinha.



Quem vai e volta da, crase há.
Quem vai e volta de, crase pra que?

Por que?

Estava pensando no por quê eu creio na reencarnação, e em vidas passadas.
Porquê é lógico que Deus, em sua infinita bondade, jamais permitira que um filho nascesse torto, morresse torto e acabou.
Não.
A reencarnação é preciso não só para aprimoramento espiritual, mas para espiarmos as faltas.
Por isso nao reclamo de meus fardos, dos meus momentos críticos. Sao necessários para meu crescimento e a cada dia maior desapego.
Sinto-me cada vez mais volátil. Como um gás.
Que por não ter forma, pode ter qualquer uma.
Esta explicação que encontrei me conforta. Estou perto de fazer minha primeira viagem ao passado através da hipnose. Embora seja algo que eu resista, tentarei deixar acontecer sem medo.
Esperei cerca de 20 anos para isso. Até encontrar um lugar que eu confiasse.
Achei em Porto Alegre um Instituto que existe ha 10 anos.
Com certeza confiável.
Será minha primeira meta para 2010.
Saber o que e quem sou eu sei.
Quero saber quem fui.
Tenho certeza que o que verei não será bonito. Nao fui uma boa pessoa.
Acredito que ha vidas muito distantes, em algum momento vou me ver sendo alguem da epoca medieval, tendo poder para decidir sobre a vida e morte das pessoas, sendo um dos sábios da época.
E sei que jamais devo ter usado isso para o bem.
SE não mandei matar, deixei que o fizessem.
Deve ser por isso que nesta vida sou desta forma.
Odeio o Poder, odeio que mandem nos outros, odeio impotência.
E quando abraço uma causa, é algo que eu vou alimentando todos os dias dentro de mim, até ficar  assim.
Não consigo parar. É mais forte do que eu. Na verdade, penso que não sou eu.
Se sei quem e o que sou, preciso saber so mais uma coisa.
Porquê.

Namastê

Creio que não entenderam. Jamais postaria na "minha casa" seu ultimo Post, com palavreado obceno, encaminhado para denuncia de abuso na net. Não acreditastes que eu iria colocoar aquele palavreado no meu blog nao e? Entenda: minha vida não se compara a sua. Minha pessoa, é infinitamente superior. Sou infinitamente melhor como pessoa, porque amo meu próximo e não espanco pessoas.

by Deise


Creio que não entenderam.
 Jamais postaria na minha casa seu ultimo Post, com palavreado obceno, encaminhado para denuncia de abuso na net. Não acreditastes que eu iria colocar aquele palavreado no meu blog nao e?
Mas para quem enviei merece ler também. Inclusive seu chefe, Ricardo Feijó, Infelizmente ele terá que admitir que o nível e alguns agentes prisionais precisa ser revisto imediatamente.
E FAÇAM O QUE QUISEREM!!! Digam o que bem entenderem!!!!
Isso não elimina o fato da UNIDADE FEMININA DE FLORIANÓPOLIS ESTAR SOB INVESTIGAÇÃO ATRAVÉS DE INQUERITO POLICIAL. E obviamente todos os envolvidos.
e PODEM EXPLICAR E EXPLICAR TUDO QUE QUISEREM, ME APEGAREI EXATAMENTE ONDE NÃO TEM COMO CONSERTAR.
A diretora acredito que esteja recolhendo suas coisas, porquê infelizmente, a Lei não vai permitir que continue.
E ainda pedirei que devolva para o Governo todo o excedente de seu salario, apos oito anos  à frente de um cargo ilegítimo.
Pode argumentar do jeito que quiser: NAO FICA PORQUE NAO TEM CURSO SUPERIOR.
o "CHEFE DE SEGURANÇA" NÃO PODERÁ FICAR, não como chefe, nem como agente que não seja da administração. A mão nas meninas, este ser desprezivel não coloca mais a mão: motivos: seu cargo é ficcticio, não existe na legislação e lhe foi dado por uma pessoa fantasma, que não tem legitimidade alguma para lhe nomear nem Chefe de Segurança da casinha do cachorro. Que dirá das reeducandas. E segundo: NAO PODE HOMENS TRABALHAR NO FEMININO. PORTANTO, TODOS QUE AI ESTÃO, COMECEM A PEDIR TRANSFERENCIA. Porque terão que sair. Eu pedirei em juizo que saiam, E um juiz, por mais temperamental que seja, NAO PODE IR CONTRA A LEI. Se for, represento contra ele.
Então como eu disse, parem de perder tempo comigo e comecem a pensar o que farão daqui pra frente.
Comecem a reorganizar suas vidas, ao invés de  ficar "fucinhando a minha".
Nada, por mais grave que tenham contra mim, nao há nada, nada que me condene.
A não ser varios e diversos desacatos, que eupessoalmente considero e provo sempre que foi abuso.
Vai tudo pra julgamento e instrução. Um ano é muito tempo. Até demais para que eu reúna provas, que mostremo contrário. Ai eu pesquiso a vida pregressa de meu opositor.
Tenho ganho.
Por que me dedico e não sou relaxada. E não sou mentirosa.
Mentiroso tem sempre muito trabalho, porque tem que catalogar suas conversas em gavetas.
E eu nem consigo manter, a mesma historia se  não for verdade, por mais de 15 minutos.
O mentiroso não lembra o que disse ha uma semana.
Eu desejo a exoneração, mas isso a Delegada, terá o trabalho de  provar as denuncias feitas. Apenas lhe fornecerei documentos e darei meu depoimento. E ela chegará por si à conclusão de seu trabalho.
Mas mesmo que escapem de todas as denúncias, estas irregularidades estão ai. E estas voces não podem mudar, porque a LEP é muito clara. E DEVE SER OBEDECIDA, senão os juizes terão que soltar todos os apenados e nós cidadão rasgar o Código Penal do País.
Uma das envolvidas em espacamento de presos, eu conversei com o promotor de Blumenau. Ele infelizmente não pôde usar minhas denúncias  dele contra ela na cidade. Mas me orientou como devo fazer, para usar a dele na minha.
A segunda espancadora, pode sair estardalhaçando pra quem quiser que é amiga do Corregedor Gentil.
Não vai funcionar. A não ser para comprometer o corregedor, e deixa-lo impedido de tomar decisões.
Como um corregedor de Policia pode ser amigo de uma Agente Prisonal que comprovamos 100% de maus tratos, e omissão dos fatos, falsidade ideológica de documento público? Porque as que apanharam dela foram ao médico pq tiveram membros quebrados, porém não foram medicadas. Somente ela desceu e falou com o médico, ficando a reeducanda com a segunda escolta no carro.
Esta agente comecou a comprometer o Hospital HU, onde "casualmente"  a esposa do Sr. Hudson Queiroz, é uma funcionária da Universidade.... bem cômodo. E muito providencial....
O que o estupido do médico não contava, é que o braço da reeducanda estaria quebrado. Nem ela.
Não mediu a força em algumas vezes.
Foi aberto sindicancia no DEAP, na época. E ai???
É hora de sair da Unidade. E ir para São Pedro. Lá ela terá muito detento pra levantar a mão. E tenho certeza que eles "apanharão" dela...
Sua covarde e sua canalha.
Vou denuncia-la de agressão contra mulheres e seu nome ja enviei para todos os grupos GLSBT QUE CONHEÇO. Para mostrar que não é discriminação contra sua opção sexual. Mas sim preconceito contra sua violência contra mulheres, incongruente, uma vez que é SUA escolha sexual.
LEMBRA DA CAMPANHA? " "Quem AMA não MATA"?
Eu diria mais: Quem ama não machuca. Cuida.
Talvez esteja na hora ou de V.Sa. ou aceitar o que é, ou mudar de opção.
Quem sabe algum psiquiatra, cuja ,avaliação estou solicitando em juízo que não somente V.Sa., mas os 5 envolvidos sejam submetidos, a à uma avaliaão Pisiquatrica Forense.
GRaças a Deus,  a lei permite que cidadãs que ocupam cargos como o de voces, e uma vez que estão sob investigação,  que tal pedido seja feito. Com obrigação de ser realizado, uma vez que voces tomam conta de vidas. Reeducam pessoas. Duvido que algum passe.
E por ultimo, a única pessoa que não consegue viver com meu desprezo e minha indiferença. Esta, dia 18 ouvirá o que tem que ouvir já no dia 18, em audiência que temos, as 15h. Minha defesa já está batida. E como sempre irá para julgamento e instrução. Isso leva no minimo um ano, e este é o tempo (bem menor) que levarei para provar maus tratos e abusos fisicos com reeducandas e abuso de "poder" com familiares.  Manterei em frente ao juiz exatamente o que disse: que ela é gorda, feia, mal amada e um ser desprezivel.  E mostrarei porquê. Não assinarei a transação Penal, e voltaremos para casa. Deixarei já pronta para o juiz as provas obtidas contra ela.
E aguardaremos o desenrolar dos fatos.
Ponto final.
Nada do que fizerem, ajudará. Só piorará o caso de voces.
Foi dando trela que consegui as provas que eu queria de quem invadiu meu PC. Agora o trabalho da delegada é juntar as provas que colhemos, e acarear com as pessoas. E será uma tarefa tão facil, que chega a ser cruel usar isso. Mas é exatamente a coisa mais  simples, que prova quem invadiu. Ou estava junto.
Mas iso já é com a Dra. Larissa Antunes, Delegada responsável pelo IP instaurado.
 Meu dever encerra temporariamente quando prestar meu depoimento
 e entregar as cópias das provas que juntei ao longo de um ano e 1 mês.
O que ela decidir, para mim estará bem, porque eu não sou daqui, não pretendo viver aqui, e portanto o problema não será meu. Se mantiver estas pessoas em seus lugares, o problema continua sendo do estado. Porque estas pessoas graças a Deus, sairão da minha vida mais dia menos dia.
Mas permacecerão em Santa Catarina. Abusando, prevaricando e dando-se bem.
Mas isso é problema dos catarinenses, e não de gaúchos "forasteiros" como eu.
Como eu disse... eu vou embora para Passárgada, por que la sou amiga do Rei....
Aprenda a falar como gente civilizada, e seus posts voltam.
Fora isso, como disse lerão para mim e darei o encaminhamento.
Para sua compreensão, todos aqueles orgãos que voces mandaram minhas fotos, estão recbendo "as pérolas" que me enviam.
E começam a dimensionar o problema enorme que o Estado de Santa Catarina tem nas mãos.
Se minha secretária que ganha salaro mínimo tem que ler, porque autoridades que ganham muitos mil não lerão?
Não vou postar porque este lugar não é para que pessoas pensem ser um site brega e pornô.
Não farão isso.
É um site sério, assinado, e se não for ROUBADO, é meu. E eu não uso este tipo de linguajar. Especialmente na casa dos outros. Na minha digo o que quiser.
Suas condutas (?) só induzem a todos a pensarem, que chegaram já ao estágio de desespero. E eu entendo perfeitamente porque.
"Podemos enganar alguns por todo tempo, todos por algum tempo, mas não podemos enganar todos por todo tempo."
 Abraham Lincon




 Viu? Dor de barriga nunca dá uma vez só... Ainda bem.
:)

Mas são mesmo muito poquinhos....

Isso mesmo.
Concordo plenamente,
Va até o Juizado de Menores do PR.
A Sheila vai tremer de medo ao saber que V.Sa. ameaça tirara a filha dela...
Achas que esta criança nao tem pai? Família?
Deve ser  horrivel saber que etnho do meu lado uma ex detenta com excelente comporamento, presa por 1 ANO POR ERRO DO ESTADO, QUE AINDA TERA QUE INDENIZA-LA. Imagina em um ano e um mês e 13 dias o que ela não soube e não viu acontecer na  Unidade não e? E pior: passamos noites e noites com ela me contando tudo e eu anotando.
Imagino o tamanho do seu poder... coitda. E o pior é que cocaína deixa ligada cacete.
Esta criatura vai passar a noite escrivinahando... encarada e paranóica.
E a SRA NAO ENTENDEU. AS TRUFAS foram aceitas pela dona Maria, só QUE ELA COMEU SOZINHA  não dividiu com os agentes. É muito pouquinha ne?
ELES QUERIAM SIM,  e agentes que estavam no dia que levei pegaram e adoraram.
As 60 foram pegas pela diretnora e não seguiram seu destino.
E eu nao tenho namorada. Tenho noras.
Amanha ermino o post. Vou ver criminal minds agora.
QUER QUE EU DESENHE????????????????

Facilitando.

Telefone da SSP:
Telefone da corregedoria da SSP:
Fale... Fale... Fale....
Prove....Prove...Prove...
Nao ameaçe...nao ameaçe...Nao ameçe...
Faça...Faça...Faça...

E só falaR NÃO VAI ADIANTAR.
 ´JÁ QUE ME PEGASTES, FAZE O QUE???? Além de fumar uma cauxa de boa noite de tau preocupada.
Ainda mais em Porto que não moro há 24  anos.
Deus, o que faz as drogas....
Que bom que me achastes. Assim eu posso te encontrar e conhecer.
Porque não devo nada em POA.
Nao tenho nem asssuntos.
Só lembranças.
E isso ningém tira de mim.
Não ficou nada para trás. Foi uma bola fora.
Na verdade eu tenho sim: Tânia Kasper.
E se for bronca so pode ser com policia do interior que hoje esta em POA.
Detesto policia abusada.

Aviso aos navegantes.

                                                                              by Deise

Se deixei até agora, esta baixaria acontecer, foi para que as autoridades, que sei que estão acompanhando, percebam o nível de agentes prisionais que os familiares tem
que lidar. Se expressam-se assim, publicamente, imagem o que passamos em dia de visita e compras.
É visitar o I N F E R N O.

Como posso moderar, vou avisar que:

- A partir de hoje, somente serão discutidos assuntos de crescimento para quem visita minha casa virtual.
- Não postarei nada em nome de Anonimo, que seja com teor agressivo, obsceno e com palavreado chulo.
- Os Post anônimos com informações, criticas construtivas, ideias e opinioes inteligentes PODEM COLOCAR COMO ANÔNIMO.
Saberei diferenciar Anônimos de Anonimos.
. Se não CONSEGUEM SUSTENTAR SUAS POSIÇÕES NAO ME MANDE. SEJA CRIATIVO E MENOS PREGUIÇOSO E CRIE UM BLOG SEU.
- Como não serei mais eu  a abrir os emails, serão selecionados e guardados, impressos e enviados À JUSTIÇA. Porém não serão mais postados, nem comentados.
Não farão da minha casa, uma filial do hospício do "presídio de voces".
Até agora eu quis que escrevessem.. E dei trela. Agora não preciso mais de voces.
Já conseguimos o que queriamos e voces não me interessam mais,
Nao  percam mais tempo escrevendo repetiçoes e ofensas.
Porque nao serei eu que lerei, e será totalmente desprezado.-

DST pouco conhecida preocupa especialistas

A 'Mycoplasma genitalium' (MG), bactéria causadora de doença sexualmente transmissível, já tem mostrado resistência aos antibióti...